Neste blog, vou passar fazer todo aquele trabalho que habitualmente tenho vindo a distribuir por vários blogs. Dar descanso aos velhos....

26
Jan 15

001.JPG

          Terminou ontem o oitavário da Oração pela Unidade dos Cristãos neste ano de 2015. Muitas provas de empenho para que essa unidade se dê, foram dadas no decorrer deste lapso que vai de 18 a 25 de Janeiro, e testadas em encontros de aproximação e oração mais fecunda pela unidade de todos os baptizados. São Paulo, o Apostolo dos gentios, tem com São Pedro, a celebração do seu martírio, a 29 de Junho, mas a Igreja em atenção à importância da sua conversão para a sua história, entendeu consagrar-lhe um dia à parte, o da sua conversão, 25 de Janeiro. Festa que veio substituir a que em Roma se realizava oito dias antes da festa da Cátedra de São Pedro com a trasladação das relíquias de São Paulo, e que pouco a pouco caiu no esquecimento , dando inicio ao agora vigente oitavário da conversão de Paulo.

003.JPG

          Perseguidor que foi dos primeiros cristãos e da Igreja nascente tornou-se num dos mais notáveis paladinos da mensagem evangélica que espalhou e em sua defesa sofreu o martírio. Tomou parte no apedrejamento a Santo Estêvão quando ainda não seguidor da doutrina de Jesus Cristo. Encerrou a semana do oitavário  da Oração  pela Unidade dos Cristãos, que a energia com que se viveu este tempo não abrande e o convite feito por Jesus a Simão e André sirvam de lenitivo : «Vinde Comigo, e farei de vós pescadores de homens». A Unidade dos Cristão continua a ser tema a não descorar, e quem o recorda é o Irmão David, um português que vive há 20 anos em Taizé. Quando não há muito passando por Fátima , ao conceder uma entrevista à Agencia Ecclesia, lembrou: “devemos continuar este caminho ecuménico não pensando que já fizemos muito, mas percebendo que existe ainda tanto caminho de comunhão a fazer, tal como fez recentemente o Papa Francisco na sua visita a Istambul na Turquia”. E agora no Sri Lanka e Filipinas, acrescento eu.

004.JPG

          Saulo, de seu nome original, nasceu no ano X na cidade de Tarso, Cilícia, actual Turquia. Seu pai Eliasar era fariseu e judeu descendente da tribo de Benjamim, e, também um homem forte , instruído, tecelão, comerciante e legionário do imperador Augusto. Pelo mérito dos seus serviços recebeu o titulo de Cidadão Romano, que por tradição era transmitido aos filhos. Aqui o motivo porque São Paulo era cidadão romano. Perseguidor que foi dos primeiros cristãos e da Igreja de Jesus Cristo tornou-se num dos mais notáveis paladinos da mensagem evangélica que espalhou e em sua defesa sofreu o martírio. Preso no Templo, em Jerusalém, defendeu-se frente ao povo e Sinédrio, sendo enviado para Cesareia, onde se apresenta para ser julgado, mas por ser cidadão romano apelou para Roma.

 

 

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 14:07

Janeiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

13
15
17

19
21

27


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO