Neste blog, vou passar fazer todo aquele trabalho que habitualmente tenho vindo a distribuir por vários blogs. Dar descanso aos velhos....

16
Fev 19

Uma boa jogada esta de Assunção Cristas forçar o BE e o PCP a se aliar ao PS, e obrigar Rui Rio a demonstrar se quer ou não ser oposição ao PS, ou melhor se esta interessado na queda da “geringonça”. Se isto se não der quem acaba por ganhar é o CDS por ter a coragem de desafiar toda a oposição que se diz contraria a conjuntura política que na AR domina desde 2015. O momento é favorável, pois em luta está o professorado, a enfermagem, funcionários das finanças, do lixo, escolas encerradas por falta de pessoal, tudo quanto é necessário para condimentar um bom debate no Parlamento. Acrescido da noticia de que o PSD citava a noticia em que festa no interior da Cadeia de Paços de Ferreira organizada por detidos, se  não vislumbrava nenhum guarda prisional ali por perto. De notar que por certo Assunção Cristas está consciente que entre o PS, PCP e PEV, existe um acordo em que estes partidos estão obrigados a examinar conjuntamente qualquer moção que vise derrubar o Governo, e é por isso mesmo que ela apresenta a moção para os ver retratados, penso eu.
Que me não queria na pele de António Costa é uma verdade, nota-se que envelheceu nestes três anos que bem melhor faria se não tivesse tirado o lugar ao Dr. Passos Coelho, não ganhou nada, e os portugueses também não. É uma balburdia com reclusos a fazer festas e a partilhar no Facebook, e como resultado mais uma demissão, a directora da cadeia de Paços de Ferreira, Drª. Maria Fernanda Barbosa. Um pagode meus senhores, um pagode !!!

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 16:48

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Fevereiro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15

17
18
19
20
21
23

24
25
26
27
28


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO