Neste blog, vou passar fazer todo aquele trabalho que habitualmente tenho vindo a distribuir por vários blogs. Dar descanso aos velhos....

03
Jan 15

005.JPG

(N.25/12/1926 - F. 02/01/2015)

          Foi hoje a sepultar no cemitério da Bajouca, a bajouquense senhora D. Beatriz dos Prazeres Pedrosa, viúva de José Afonso e mãe de Maria José, João, José Carlos, Maria dos Anjos, Raul, Maria Helena, Irene, Maria dos Prazeres, Jorge, Maria da Conceição, e ainda de Isabel e Francisco Pedrosa Afonso, já falecidos. Figura muito querida e estimada por toda a comunidade e terras vizinhas, onde o bom nome da família era conhecido e respeitado, a ti Beatriz “Rata” gozava da admiração geral como esposa exemplar e mãe de família numerosa que com carinho educou e como contrapartida foi zelosamente acompanhada até ao terminar da sua passagem por este mundo, em direcção à morada celestial e eterna. Nascida a 25 de Dezembro de 1926 a ti Beatriz faleceu com 88 anos e embora muito debilitada ainda os festejou com satisfação no ultimo Natal na companhia de muitos familiares e amigos que como era tradição nesse dia passavam pelo Casal dos Afonsos para felicitar a generosa anfitriã em festa natalícia.

001.JPG

Os seus restos mortais estiveram em câmara ardente na capela mortuária da Bajouca desde as 09h30 até aos 15h30 donde saiu para a igreja paroquial onde foi celebrada missa de corpo presente. Das filhas e filhos da saudosa ti Maria Rata da Bajouca, restam agora apenas duas, a Saudade e a Maria Emília. A Maria Emília que com quase 90 anos aqui se vê com cara de jovem ao lado de seu filho Leonel junto ao esquife de sua saudosa mana Beatriz.

  Muito participada o missa de corpo presente além do Sr. Padre Abel e do Sr. Padre Melquiades, que presidiu, contou com a participação do diácono João Paiva genro da saudosa extinta, assim como com a colaboração dos netos nas leituras e oração dos fieis, bem como nos cânticos e no órgão seu filho Carlitos cujo saber todos lhe reconhecem.

009.JPG

          Não se pode dizer que um cortejo fúnebre seja coisa bonita, mas quando sabemos que uma alma parte em paz, com ela e com seus semelhantes é de louvar e admirar. E este funeral deu provas disso, com família, amigos e conhecidos felizes por ter vivido, convivido e conhecido a Beatriz do Zé Afonso. Eu dou-me por agradecido tê-la tido por cunhada e amiga de coração. Que guarde um cantinho para mim onde pela mão de Nossa Senhora Jesus a recebeu e guarda. À restante família, filhos, netos, bisnetos, e em concreto aos genros José Carlos Carreira, João Paiva, José Carreira, Virgílio Alberto, Rui Domingues e David Pedrosa, bem como às noras Gabriela e Olívia, os mais sentidos pêsames deste familiar e tio por afinidade.

 

 

 

 

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 19:45

1 comentário:
Agradecimento
Os Filhos, Genros, Noras, Netos e Bisnetos de Beatriz dos Prazeres Pedrosa, vêm deste modo agradecer o acolhimento e carinho como a nossa querida extinta foi acolhida no Lar São Bás, desde o dia em que entrou em 28 Dezembro de 2014 e a sua morte em 2 de janeiro de 2015.
A sua admissão no Lar São Brás, foi feita com o objectivo de lhe proporcionar o melhor sossego e conforto, numa altura em que já tinha pouca energia. Esse objectivo foi plenamente alcançado, tendo todos os seus ente queridos tido a oportunidade de se despedir dela com toda a dignidade.
Pese embora a tristeza da sua partida, resta-nos o conforto de nos podermos recordar dela como uma extremosa Mãe, sempre bem-disposta e feliz, mas ao mesmo tempo preocupada com o conforto dos outros.
Assim, vimos junto da Direção do Lar São Brás, agradecer a forma extraordinária como nos abriram a porta e a dedicação e ternura como todo o pessoal do Lar lhe prestou os melhores cuidados
Carlitos a 9 de Janeiro de 2015 às 15:44

Janeiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

13
15
17

19
21

27


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO