Neste blog, vou passar fazer todo aquele trabalho que habitualmente tenho vindo a distribuir por vários blogs. Dar descanso aos velhos....

23
Fev 16

Imagem (10) (2).jpg
Como o Bom Jesus do Monte, também o santuário de Nossa Senhora do Sameiro é um dos principais pólos de atracção cristã com que a cidade de Braga está presenteada. Este seu santuário mariano que teve inicio a 14 de Julho de 1863 por iniciativa do Padre Martinho António Pereira da Silva que em 1871 mandou colocar no cimo da montanha uma imagem de Nossa Senhora da Conceição, tornando-se no fundador de um dos maiores centros de devoção mariana, depois do Santuário de Fátima. Condiz e honra a cidade que o arcebispo D. Diogo de Sousa no século XVI arquitectou para enobrecer a “Roma Portuguesa”, Braga.

penha (2).jpeg

O santuário da Penha é dos centros de peregrinação mais importantes do norte de Portugal, ali afluem muitos fieis sobretudo durante o Verão. Situado no Monte da Penha ou Monte de Santa Catarina, para além do santuário, o ponto mais elevado da Penha está assinalado com uma estátua do Papa Pio IX. Devido às características naturais, a Penha constitui sem duvida um dos principais pólos de atracção da cidade de Mumadona Dias, Guimarães.

viana (2).jpeg

 Antes de ser elevada a cidade, em 20 de Janeiro de 1848, a hoje designada Viana do Castelo, chamava-se apenas “Viana” ou também “Viana da Foz do Lima” ou “Viana do Minho” para a distinguir de Viana do Alentejo. Capital de Distrito e sede de Diocese, desde 1977, Viana do Castelo é actualmente um cidade notável pelo seu património paisagístico, histórico e de lazer, bem patente no Monte de Santa Luzia, em igrejas, como a sé, no rio e no mar que lhe dão valor e granjeiam admiração.

 

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 22:14

18
Fev 16

 

bom Jesus.jpeg (2).jpeg

Agora com computador quase novo vou procurar habituar-me ao seu funcionamento e começo por fazê-lo apresentando duas fotos antigas que tenho de dois santuários nortenhos de que sou admirador. Um deles é o Bom Jesus do Monte, de Braga cartão de visita.

Santa Luzia - V. do Castelo (2).jpeg

Outro é o de Santa Luzia, que a Viana do Castelo atrai devotos e turistas de todos os cantos da terra. Só visto porque contado não se percebe.

 

 

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 13:50

22
Mai 15

 

6244327_a0EOL.jpg

Fátima; altar do Mundo

          Quando se fala ou escreve sobre um assunto que nos é familiar fazemos-o com tanto à vontade que muitas vezes nos esquecemos que nem todos os ouvintes ou leitores têm a mesma informação que nós. Isto acontece e aconteceu comigo ao redigir o post que intitulei Irmãos na Fé e que mereceu um reparo por parte de um leitor chamando a minha atenção para o modo como pretendi transmitir a forma de fazer uma “Romaria”. E de facto tem razão visto que no 3º paragrafo, linhas 1,2 e 3, ao pretender transmitir do que consta esse evento, escrevi: “A “romaria” é uma visita a Nossa Senhora feita com amor filial. Rezam-se três terços do Rosário: na ida reza-se o terço do dia anterior; no santuário, reza-se o terço do dia; e no regresso, reza-se o terço do dia seguinte”. Na realidade não fui explicito, esquecendo-me que nem todos os cristãos sabem o nome atribuído a cada um dos mistérios do Rosário, nem o das cinco dezenas com que formam cada Mistério. Para evitar ser enfadonho não vou enumerar os mistérios e as dezenas de cada um, mas vou deixar os títulos e os dias da semana em que a Igreja propõe serem recitados. Assim: Mistérios Gozosos ( Segunda e Sábado); Mistérios da Luz ( Quinta-feira) ; Mistérios Dolorosos ( Terça e Sexta-feira); Mistérios Gloriosos ( Quarta-feira e Domingo). Agora já se percebe melhor o que antes pretendi dizer, se a “Romaria” for por exemplo num sábado, que é dia dos Mistérios Gozosos; na ida, reza-se os Dolorosos, que são os de Sexta-feira; no santuário os desse dia, que são os Gozosos ; e no regresso reza-se os Gloriosos que são os de domingo

8548179_lenNB.jpg

Sameiro (Braga)

          Não sendo aquela descrição pormenorizada que se devia fazer, serve para de base a um penhorado bem haja a quem me chamou atenção deste meu lapso, pois sei que aconselhar não é condenar. Temos aí o Domingo de Pentecostes, mas o mês das “romarias” só acaba no dia 31.

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 21:43

Abril 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
27

28
29
30


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO