Neste blog, vou passar fazer todo aquele trabalho que habitualmente tenho vindo a distribuir por vários blogs. Dar descanso aos velhos....

27
Jul 17

images[2].jpg

Foi com tristeza que soube da morte do poeta e prosador Nuno Nozelos, um escritor transmontano e alto - duriense por quem tinha muita estima e admiração. Natural de Fradizela (Mirandela), onde nasceu a 15 de Novembro de 1931; faleceu agora, a 18 de Julho, em Torre de D. Chama, com 85 anos. De seu nome completo Nuno Álvares Pereira da Conceição Nozelos, este brilhante escritor foi além disso conceituado conferencista e destacado colaborador em diversos jornais e revistas, como Noticias de Trás-os-Montes e Sílex – Revista de Letras e Artes. Mirandela tinha por este seu filho, e vai manter e eternizar, uma profunda admiração a modos que em 2016 a Câmara Municipal instituiu o “Prémio Literário do Conto Nuno Nozelos”, ao mesmo tempo que Torre de D. Chama deu o nome do escritor a uma rua da vila. São atitudes de louvar, e que só dignificam quem as toma. “Gente da minha terra” foi uma das suas obras que li primeiro, a última foi Contos Nordestinos do Natal. Mas além de notável contista, o autor de "Iniciação" também na poesia se destacou. Com boa formação salesiana, Nuno Nozelos formou-se em Filosofia e posteriormente frequentou o Instituto Superior de Psicologia Aplicada. Era funcionário no Ministério da Saúde, ligado à área jurídico-administrativa. Regionalista empenhado, com ele privei muitas vezes na Casa de Trás-os-Montes e Alto Douro, em Lisboa, onde sempre que podia se deslocava. Após a sua aposentação os ares da terra natal levam-no ser ainda mais transmontano e poeta que até da prosa fazia poesia. A ultima vez que me encontrei com ele foi no dia 29 de Maio de 2015, na Livraria Ferin, Rua Nova do Almada, na apresentação do livro Memórias e Divagações, do nosso comum amigo e comprovinciano João de Deus Rodrigues. Ficou mais pobre Mirandela, a nossa região, e dum modo geral a literatura portuguesa. A modos de Jorge Lage, digo também : “ Até sempre Nuno amigo, vais continuar com todos os que admirávamos o teu talento e a tua humanidade e simplicidade”. Que Deus te guarde.

 

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 20:42

06
Abr 15

12317001_bp1dG.jpg

          Jorge Joaquim Lage, filho de Eugénio Augusto Lage e de Quitéria das Dores, nasceu em Chelas, freguesia de Cabanelas, concelho de Mirandela, em 06/04/1948, embora o registo civil ateste a data de 25/06/1948. Fez a instrução primária na sua aldeia. Continuou os estudos no Colégio Marista dos Pousos – Leiria, onde concluiu o 5.º ano liceal em 1966. Em 1967, estudou no Colégio de Nossa Senhora da Boavista – Vila Real e concluiu o 6.º e 7.ºano liceal.Em 1969, tirou o Curso de Oficiais Milicianos (Escola Prática de Infantaria – Mafra) e, em 1973, o Curso de Promoção a Capitães (comandou uma subunidade na ex-Guiné Portuguesa – 1973/74), possuindo hoje a patente de Coronel do Exército.

          Licenciou-se em História, em 1977, na Faculdade de Letras da Universidade do Porto. E mais não digo deste ilustre trasmontano que da castanha é especialista e da cultura popular paladino de renome.

 

 

 

 

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 17:04

Dezembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO