Neste blog, vou passar fazer todo aquele trabalho que habitualmente tenho vindo a distribuir por vários blogs. Dar descanso aos velhos....

27
Mar 17

DSCN1203 (2).JPG
Foi hoje a sepultar no cemitério de Mafra, o corpo da D. Clementina figura bem conhecida e estimada por todos os mafrenses que com ela conviveram. No rol das minhas amizades, e como que de familiar se tratasse, por muitas vezes tivemos convívios em comum já que era mãe da Gabriela, esposa do bajouquense Carlos Afonso, o Carlitos.DSCN1194.JPG

Viúva do Sr. Eduardo, que foi carteiro do CTT, a D. Clementina Alves Rodrigues Costa, de seu nome completo, foi mãe exemplar e teve nas filhas Maria Luzia e Gabriela a paga desse zelo maternal pois foi até ao momento em que trocou a sua casa pela do Pai, ternamente acompanhada e acarinhada por filhas, netos e bisnetos de forma exemplar. Nos momentos mais dolorosos que nestes casos a doença que não perdoa descarrega no doente, lá tinha à sua volta toda a família para a consolar, e os cuidados da neta Catarina Afonso, como excelente profissional em cuidados paliativos, disponível para lhe amortecer o sofrimento.

DSCN1191.JPG

Não pude assistir ao funeral, mas no domingo, dia 26 fui com a minha esposa e filha à Casa Mortuária de Mafra dar um beijinho aos familiares ali presentes, entre eles as duas filhas, e os netos Catarina, Ana Luzia e o Zé Eduardo. Que descanse em paz. Nascida a 6 de Junho de 1933, a D. Clementina faleceu a 25 de Março de 2017, e foi sepultada no dia 27. “Que Deus a guarde no Céu, como nós a guardamos no coração”. 

 

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 15:00
tags: ,

23
Fev 17

DSCN1077 (2).JPG
Por motivo nada agradável, e que já noticiei, desloquei-me a Leiria no passado dia 22 do corrente. O objectivo foi com a minha presença despedir-me de um amigo que nesse dia desceu à sepultura. Parente por afinidade, devo a noticia a um sobrinho e a prontificação de me convidar a fazer-lhe companhia. Soube entretanto que muitos familiares e amigos não souberam atempadamente do desenlace e por isso com muita pena não tomaram parte no préstito.

013.JPG

Foi quem pode, e foram muitos. Com o Carlos Afonso que de Mafra me veio buscar a Lisboa, parti daqui às 10h20 e pela A8 tomamos a direcção da princesa do Lis, onde por volta do meio-dia chegamos. Uma boa hora para procurar o almoço e o local aonde. Não foi preciso pensar muito, uma vez sabedores do café restaurante COURTESY MARGIN nada melhor e mais a jeito.

DSCN1076.JPG

Escolha excelente  que também recomendo a quem gosta de asseio e bom serviço, além de económico. Depois servido por caras muito simpáticas e alegres que quando assim é vale por meia refeição. Além disso tem ao lado a Livraria Boa Leitura, e as roupas Lingerie Interioridades que são dos mesmos proprietários. Quando os clientes merecem, até a cozinheira os vem servir à mesa e ao balcão. E até se deixa fotografar. É o que faz ser patroa.

 

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 17:08

22
Nov 15

tcortez 004.JPG

Aqui meu vizinho, o Teatro Armando Cortez é uma sala que não vejo muito frequentada pelos alfacinhas. Mas é habitual vir de longe apreciadores da arte teatral assistir aos bons espectáculos que esta sala prima em exibir. Desta vez em cena está a “Cinderela”, um musical com texto e encenação de Fernando Gomes, e interpretado por: Andreia Ventura, Diogo Bach, Henrique Macedo, Kim Cachopo, Maria João Vieira, Pulo Neto e Tiago Almeida.

col21 002.JPG

No sábado, dia 21, veio da capital do barro leiriense, e não só, uma representativa embaixada, constituída por sobrinhos nossos, que após assistir à sessão das 14h30 nos honrou com a sua visita surpresa. Além do espectáculo, esta deslocação a território de São Loureço de Carnide, por certo que já previa essa visita surpresa, e só não anunciada antes para nos evitar canseiras. São assim os membros desta família

col21 001.JPG

Foi uma alegria imensa que nos deram, e que veio suavizar o sentimento de quem já tem saudades de se encontrar com tão amáveis visitantes em Santo Aleixo da Bajouca. Vieram abrir ainda mais o apetite

col21 006.JPG

O adágio que diz: “Primeiro a obrigação e depois a devoção”, notou-se aqui, quando um compromisso anteriormente assumido fez reduzir o grupo; a modos, que para jantar no Colombo, apenas este simpático trio, após muita insistência, nos acompanhou.  

col21 013.JPG

E a sua companhia foi providencial, pois graças ao bajouquense trio pude ver o que aqui a dois passos de casa desconhecia, e tão-pouco sei se viria a visitar: o Presépio/2015 do Centro Comercial Colombo (Carnide-Lisboa). Não me perco nestes espaços, senão para dar satisfação a situações pontuais.

col21 010.JPG

Mas com toda a franqueza confesso que para além da companhia e do jantar, gostei imenso de ver este presépio em movimento. E faço votos que não seja movido apenas com espírito mercantil, mas com aquele sentido cristão que o 25 de Dezembro lhe confere.

 

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 16:31

Dezembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO