Neste blog, vou passar fazer todo aquele trabalho que habitualmente tenho vindo a distribuir por vários blogs. Dar descanso aos velhos....

12
Fev 18

DSC02020.JPG

Sem aulas o Alvarito veio passar a tarde com os avós maternos e todo dinâmico brincou aos teatros. De um lado para o outros fez e representou a sua peça. É de pequenino que se chega a grande, quando a qualidade aponta nesse sentido. Gostei da peça e da avó a dar-lhe apoio

 Ora digam que não tem jeito! 

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 18:09

24
Ago 16

IMG_6817.JPG

O Alva rito fez hoje três anitos que veio festejar com os avós a Portugal, pois que reside com os país na América Central.

IMG_6819.JPG

Sem pompas, mas muita ternura familiar, o Alvarito já a caminho do 4º aniversário promete cá voltar daqui a um ano, e de novo em dia de São Bartolomeu, a 24 de Agosto. Cá conto de novo com o meu netinho.

IMG_6818.JPG

Prendas não faltaram e muito bonitas, e ele soube agradecer  a quem lhas deu. Grande Alvarito!!! Para o ano há mais, se Deus quiser.

 Em vídeo é outra coisa.

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 22:35
tags: ,

06
Jan 15

Julius_Caesar_Coustou_Louvre_MR1798.jpg

          Ao passar pela página Alma Lusíada, detive-me na leitura de um trabalho da responsabilidade de António Viriato que influi-o no alinhavar da prosa que preparei para fazer a minha entrada no ano de 2015. E que inicio assim: Mais um ano se passou até que entramos em 2015, no passado dia 01 de Janeiro. A Júlio Cesar, imperador romano, se deve este forma de medir o tempo, tempo que passa a rodar; e tempo, também, que correndo, nós vamos um dia deixar de acompanhar ao longo desse seu rodar constante. Mas já antes do calendário romano, sumérios, caldeus e judeus se orientavam na contagem desse tempo que Deus, sem medida, a todos nós dá. Aos egípcios se deve o 1º calendário solar, criado em meados do III milénio antes de Cristo, que como hoje tinha também 365 dias.

Gregory_XIII.jpg

          A mudança do calendário de Júlio César (100-44 em 46 a.C.), deu-se a 24 de Fevereiro de 1582 por bula do  Papa Gregório XIII que assim põe termo ao calendário juliano e faz surgir o gregoriano, logo aceite pela maior parte dos países europeus. Começando de imediato por Portugal, Espanha, Itália e Polónia. Mas em certos casos a mudança foi mais morosa, visto que nos países onde o luterismo e o anglicanismo predominam demorou a ser aceite, exemplo da Alemanha (Baviera, Prússia e suas províncias) só em 1700, ou no Reino da Grã-Bretanha (Inglaterra, Países de Gales e Escócia), em 1752. Recorde-se que ouve casos em que a aceitação foi mesmo problemática, caso da Suécia, onde até gerou o dia 30 de Fevereiro. Também a Rússia ao aceitar se viu obrigada a eliminar 13 dias do seu calendário. Mas ao fim de três séculos, tudo se harmonizou de modo a que em 1912, a China aprovou; em 1916, a Bulgária fez o mesmo; em 1918, foi a Rússia; a Roménia, em 1919; a Grécia, em 1923, e a Turquia, em 1926. Para essa plena aceitação global pesou o interesse económico e as trocas comerciais que hoje abrange toda a sociedade universal que neste Dia da Epifania e ano de 2015, saúdo e desejo viva em paz e harmonia.

 

 

 

 

 

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 16:12
tags: ,

30
Set 14

         A feira da Luz surgiu por alturas em que tiveram inicio as festividades em honra de NS da Luz e à volta dessa devoção, que começa com o aparecimento duma pequena imagem em madeira na Fonte do Machado, em 1463. Começando por vender objectos religiosos e produtos agrícolas, à medida que a fama da festividade aumentava também a feira ia cativando comerciantes com bancas de comes e bebes, louças, cestaria, e até feira de gado chegou a ser quinzenalmente

 

           Todavia a feira anual foi sempre o ponto forte dos comerciantes de cavalos e de gado vacum. Inicialmente não era como agora durante todo o mês de Setembro, mas apenas 3 dias. Passar de 3 para 5 dias ficou a dever-se ao tempo em que Belém foi Município e a freguesia de Carnide lhe pertencia. E determinou: 08 e 11, mercado de gado; e os restantes para comercialização de outros produtos

          Ontem mais que hoje o Largo da Luz ficava apinhado de barracas e animado com manifestações populares e competições desportivas, teatro de rua e fantoches, que os famosos petiscos, com destaque para as farturas, davam alegria, cor e sabor aos da casa e aos forasteiros. Muitos aproveitavam para fazer piqueniques ao longo das estradas da Pontinha, da Correia e do Poço do Chão, vias que as modernas similares em parte já mutilaram. 

         Já sem aquele tradicionalismo que lhe deu fama, em vez dos carros de tracção animal, das bestas, dos cestos à cabeça ou as costas carregados com mercadoria, hoje são as roulottes das farturas, as barracas, onde se vende de todo o tipo de artigos,  a dominar o certame. Do mesmo modo os jogos populares, as provas desportivas, o teatro de rua e os fantoches que neste mês de Setembro animavam o Largo da Luz, passou a ser palco de música moderna e artistas da nova vaga.

           Este ano pela primeira vez a organização da feira esteve a cargo da Junta de Freguesia, o programa muito musicado estava bem preenchido. Mas quanto a mim muito pobre no apoio à parte religiosa, uma vez que fazendo 550 anos o santuário que dá nome ao certame, merecia mais visibilidade autárquica e até militar, como ainda não há muito era costume acontecer. A Igreja dispensa folclore, mas da parte dos políticos dispensar um bocadinho do seu para estas causas nobres não fica nada mal.

          Se foi vantajoso para Carnide esta transferência de organização só os intervenientes no processo sabem. Que o tempo chuvoso que se fez sentir neste mês de Setembro não deve ter ajudado à festa quase todos nós demos conta disso. Mas houve novidade e esta de comboio para mostrar a Zona Histórica de Carnide, merece louvor. Encerro com noticia transcrita do PUBLICO:

         “Para as crianças, existiu um espaço mais alargado com carrosséis, e os pais puderam usar o comboio turístico para percorrer a feira e o centro histórico de Carnide. Outra novidade foi  o Mercado de Arte de Carnide, instalado no interior do jardim, onde os pequenos artesãos puderam vender os seus artigos”. Que se não perca a memória da Luz

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 18:44

09
Set 14

         Foi nesta casa de Deus, a igreja de São João Baptista do Lumiar, que na década de 70 conheci o Padre Ruy de quem ontem falei a-propósito de certo dia o ter  reencontrado na igreja de NS da Vitória.Tinha por ele grande admiração, e nele um amigo meu. Que os Anjos existem e nos protegem e guiam, nunca tive duvidas nisso, e por isso confio e peço ao meu diariamente que esteja sempre atento aos passos da minha jornada. Quando ontem ao meio dia por ocasião do Ânjelus " falei" com ele, logo me fez vir à mente esse bom sacerdote e também o propósito de o recordar em post. Por certo também me terá dado um toque quando no passado dia 25 de Agosto, o Senhor que ele com muita fidelidade e zelo serviu, o veio chamar para junto de si. Eu é que certamente estava distraído e não senti o angelico aviso. Foi. O Padre Ruy Mello de Azevedo de Lemos Corrêa Leal, faleceu com 88 anos.  Era natural da paróquia dos Anjos, Lisboa, onde nasceu 22/10/1925, e foi ordenado sacerdote a 29 de Junho de 1951. Entre outras funções foi coadjutor na paróquia de Fátima, tenente-capelão do Instituto dos Pupilos do Exercito, pároco do Lumiar e São Mamede, em Lisboa, e mais recentemente colaborador do pároco de São João de Brito. Tinha como residência a Casa Sacerdotal, na Av. 5 de Outubro. Devo a infausta noticia ao semanário A Voz da Verdade, mas sobretudo à minha esposa que associando o nome que eu citei, ao que constava no jornal, me chamou atenção. Os anjos também se servem dos nossos amigos para se manifestarem  

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 23:01
tags: ,

Abril 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
27

28
29
30


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO