Neste blog, vou passar fazer todo aquele trabalho que habitualmente tenho vindo a distribuir por vários blogs. Dar descanso aos velhos....

23
Set 17

 

DSC00822.JPG

Pois é. É domingo e amanhã , segunda-feira, 11 de Setembro, lá vamos nós de regresso a Lisboa. De Bona e terras envolventes por onde andamos se leva as melhores recordações. Foi um presente de aniversário que os pais do Alvarinto fizeram à  avó que em Junho fez 80 primaveras. Quero com isto dizer que vim como pendura. Mas aproveitei muito bem

DSC00801.JPG

Para meu regalo escolheram neste dia um passeio especial dedicado à  floresta. Assim, no fim da missa dominical, na vizinha igreja de São Nicolau, que foi às 11h30,aproveitamos para almoçar no restaurante AMIGO, onde era para termos almoçado no dia da chegada, 2 de Setembro e não calhou pelo tardio da hora. Foi na despedida.

DSC00806.JPG

Seguiu-se um passeio pelo parque florestal em autocarro até ao mais alto do monte e despois o regresso a pé pelo meio de uma mata que corta a luz do dia. Impressionante. É Kaiser-Park.

DSC00817.JPG

Feitos peregrinos da montanha aqui vão os avós maternos mais o neto encostados ao cajado para se segurarem melhor na caminhada.

DSC00808.JPG

Para o "Alvarinto" foi uma brincadeira, mas para os avós passeios destes já dão que fazer às pernas...Falo por mim.

DSC00819.JPG

Um passeio a Bona sem uma visita assim, ficava incompleto, quem o organizou além do mais é amigo da natureza. Também em Bona os endinheirados tem muito bom gosto, à moda dos portugueses de Nafarros e Restelo, em Portugal. Só que os alemães também cuidam da rua à volta do seu espaço.

 O vídeo mostra melhor

 

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 00:50
tags: ,

16
Set 17

 

DSC00714.JPG

Mais um daqueles dias inesquecíveis que nesta visita a terras alemãs vim fazer. Foi o dia em que me levantei mais cedo para apanhar o eletrico que me largou nas proximidades da Opera.

DSC00710.JPG

Por volta das 10h00 andávamos já nas margens do Reno, não na pesca, mas à procura da bilheteira e do barco que nos levasse rio fora em passeio fluvial que faz parte do roteiro de quem visita esta região.

DSC00726.JPG

Só por volta do meio-dia é que havia barco, por isso deu tempo para rever o parque e o restaurante onde no dia 4 almoçamos. E foi bom fazê-lo dado servir para corrigir uma informação errada que dei. O pombo ou pomba brava que disse estava a comer cerejas, não eram, mas sim um fruto muito semelhante que me confundiu

 Ao aproximar da hora descemos para a marginal e vai de procurar o cais de embarque do Moby

 Dick , um barco turístico muito acolhedor que nos levou até Linz am Rhein.

DSC00741.JPG

Umas duas horas para subir contra a corrente do Reno, onde se tomou um cafezinho e depois almoçamos rodeados de beleza que as margens oferecem e os alemães com bom gosto e dinheiro sabem cuidar.

Em passeio contra a corrente do Reno a viagem é sedutora e a importância do rio impressionante,  a juntar ao bom gosto do ser homem. O nosso rio Douro é bonito, mas a altitude das encostas cortam amplidão à paisagem. Aqui não, o rio está quase ao nível do mar.

DSC00764.JPG

Foi ida e volta, agora a favor da corrente é um pouco menos demorado e também com a digestão do almoço feita. A serenidade da água e a beleza que margina o rio faz esquecer as horas de quem viaja . 

DSC00776.JPG

Entre o muito que fotografar  recolhi esta foto que me fez recordar Vilar de Ferreiros ( Mondim de Basto) e o seu Monte Farinha. Dá gosto ver como os alemães aproveitam a terra arável, aqui ao abrigo do monte, no  sopé fica a vinha em canteiro plantada e cuidadosamente tratada. Até parece que estamos em Portugal...

 

 

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 10:39

06
Set 17

 

DSC00565.JPG

Um dia bem preenchido, com programa cuidadosamente preparado e em parte destinado a visitar a cidade que tem uma das mais importantes catedrais da Europa: a Catedral de Colónia. Pela manhã apanhou-se o electrico à  porta e na cidade o metro e comboio até Colónia

DSC00608.JPG

Já no dia anterior, terça-feira, 5, o centro de Bona escapou à  nossa visita que se trocou por um passeio a Bad Godesberg, onde o Alvarito se foi deliciar na fabrica das gomas de que tanto gosta e ali tem venda em exclusivo. Deu para tomar um cafezinho e passar por uma alameda género do alfacinha Restelo e uma vez mais nas margens do Reno almoçar.

DSC00596.JPG

Mas é de Colónia que vamos hoje falar lembrando que "em 39 a.C., a tribo dos "úbios" entrou em acordo com as forças romanas e ocuparam a margem esquerda do Rio Reno".

DSC00574.JPG

 Mas a sua história começa em 1164 altura em que o imperador Frederico Barba Ruiva saqueou Milão e transferiu para a cidade de Colónia os supostos restos mortais dos Três Reis Magos.

DSC00585.JPG

Segundo se diz, no interior da catedral está guardado um relicário de ouro com os restos mortais dos Três Reis Magos, Baltazar, Melchior e Gaspar. Dessa devoção  popular imerge com mais força a construação da igreja gótica que por volta de século XIII tem inicio.

DSC00583.JPG

Enquanto a minha gente foi visitar a famosa fabrica da "´Àgua de Colonia", fiquei eu a  "fazer a Visita" na Catedral , todo contente por ser o local onde vi um panfleto em português.

DSC00600.JPG

Já todos juntos, fomos almoçar no Gilden Koçlschi situado na Praça Nova. Muito bem servidos. 

DSC00613.JPG

Depois,  em comboio, regressamos aos nossos aposentos em Bona. Uma vez que amanhã é outro dia.

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 18:25

Dezembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO