Neste blog, vou passar fazer todo aquele trabalho que habitualmente tenho vindo a distribuir por vários blogs. Dar descanso aos velhos....

03
Mai 16

IMG_6340.JPG

Famosa e muito participada, a festa do Senhor Santo Cristo dos Milagres é das mais importantes festividades do arquipélago e até de todo o território nacional. Celebra-se anualmente no quinto domingo depois do Domingo de Páscoa, com festa e procissão muito piedosa. A sua origem deve-se a uma imagem que segundo a lenda foi encontrada numa caixa a flutuar na praia, junto às pedras, e do convento da Caloura. Curiosas as freiras puxaram a caixa para terra e ao abrir depararam com a imagem que ainda hoje se venera na ilha de São Miguel.

IMG_6341.JPG

A fama deste evento espelhou-se por toda a ilha e os milagres sucedem-se por forma a conquistar a fé e a devoção do povo açoriano, que por sua vez com o seu testemunho a transmitem por onde passam. Da imagem que durante anos permaneceu no convento da Caloura, sucedeu ser transferida para o Convento de Nossa Senhora da Esperança, em Ponta Delegada, uma vez que a sua aproximação do mar e dos constantes ataques dos piratas, a punham em perigo.

IMG_6344 (4).JPG

 Isso pode testemunhar quem no sábado, da parte de tarde, desceu à Baixa-Chiado, e ao sair do Metro, entrou na Rua de São Nicolau; logo ali deu conta de uma movimentação fora do habitual nessa artéria aos fins de semana, sobretudo na igreja de Nossa Senhora da Vitória que aos sábados e domingos não abre. Era a Festa do Senhor Santo Cristo dos Milagres. Missa Solene, presidida por sacerdote açoriano e para muitos açorianos. Embora transmontano, lá fui também, dado que não pode ir Ponta Delegada

Um vídeo para melhor ilustrar

 

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 22:28

05
Abr 16

Imagem (61) (2).jpg

Na zona ocidental de Lisboa, situa-se o Mosteiro dos Jerónimos ou Mosteiro de Santa Maria de Belém, que foi da Ordem de São Jerónimo. Classificado como Monumento Nacional, este notável imóvel, onde constam os túmulos de Camões e Vasco da Gama, é também desde 1983 Património Mundial, eleito pela UNESCO. Obra do séc... XVI, a sua construção deve-se á iniciativa de D. Manuel I, mas prolongando-se para alem de um século, Ligado aos mais importantes momentos da vida nacional, os Jerónimos é um dos principais marcos da arquitectura manuelina. Como os Jerónimos, a Real Basílica do Santíssimo Coração de Jesus, ou Basílica da Estrela é, entre os muitos, outro importante imóvel arquitectónico da cidade, o qual foi convento das freiras carmelitas. Foi mandado construir por D. Maria I, em cumprimento de um voto de que mandaria fazer uma igreja se tivesse um filho para herdar o trono. Teve mas esse filho baptizado com o nome de “José” morreu ainda criança. O desejo foi satisfeito e promessa cumprida e hoje Lisboa tem um admirável templo católico ao lado do jardim da Estrela. E para quem vive em Lisboa, o curioso é que foi de Vilar de Ferreiros que me enviaram este postal no dia 3/6/74. Claro o saudoso padre Guedes.

Imagem (63) (2).jpg

E como a motivação para fazer este post assenta na divulgação de postais que tenho em arquivo vou-me servir destes em que peguei ao calha e dar um salto aos Açores. Tenho um postal que me foi enviado, em 1/12/ 75 de Santa Maria , por um conterrâneo meu, J. Morais, à data em serviço no Aeroporto de Santa Maria. A ilha de Santa Maria fica situada no extremo sudeste do arquipélago dos Açores, tem cinco freguesias que formam o único concelho da ilha, Vila do Porto. Hoje a principal sustentação da economia da ilha e a actividade aeronáutica.

Imagem (60) (2).jpg

Cá está outro enviado pelo mesmo remetente, em 20/12/78, de Santa Maria, mas alusivo a Ponta Delega, a bonita capital administrativa do incrível Arquipélago dos Açores, sede de concelho e também capital da ilha de São Miguel. De natureza vulcânica, em alguns locais ainda hoje se manifestam sinais evidentes com fontes de água quente e furnas, onde se faz o tradicional cozido em panelas debaixo do solo durante horas. In loco só conheço a Ilha Terceira.

Imagem (65) (2).jpg

 E no regresso de Santa Maria, uma paragem na “Pérola do Atlântico”, a ilha da Madeira. Deve ser dos postais mais antigos em arquivo, foi-me enviado pelo ilusionista “D.Rodrigo” por alturas do Natal, a desejar boas festas ao seu “colega Jaucop”. Não tem data, mas vem remetido para a Rua da Junqueira, donde já me despedi em 1968. Situada a sudoeste da costa portuguesa, ilha da Madeira forma com Porto Santo, as ilhas Desertas e as ilhas Selvagens, o arquipélago da Madeira e consequentemente a Região Autónoma da Madeira. Tem o Funchal por capital e o encanto universal que lhe é reconhecido, No Funchal entre tanto a ver destaco o Jardim Botânico, o Monte e Eira do Cerrado, depois a não perder Câmara de Bolos, Cabo Girão, Porto Munis, Camacha, Pico do Areeiro, Santana, Machico , e demais encantos da Madeira que já visitei e relatei

 

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 17:51

Dezembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO