10 de Junho de 2018

safe_image (1)[1].jpg

A vida é um dom sagrado que só por loucura ou desespero alguém ousa livremente destruir. Um estado que toma a liberdade de propor a eutanásia por sua conta e risco só o faz para se libertar do peso que os doentes terminais constituem para o orçamento desse estado destituído de valores morais e éticos que em vez de dignificar um país e uma sociedade antes são motivo de rebaixamento e animalização. O modo como em Tempo Caminhado se fez a ilustração de um artigo divulgado no final do mês de Maio é bem elucidativo e vem na sequencia assunto que começa por dizer: “Discutir a Eutanásia ou outro assunto de importância vital para o país, exige coragem. Os do costume que, por esta ou por aquela razão, passam sempre pelos pingos da chuva e nada de mal lhes acontece, dão “uma no cravo e outra na ferradura”, manipulando escabrosamente o povo ingénuo".

BGFAAC3Q.jpg

Os problemas do país, é tempo de o assumir, têm origem numa certa roubalheira. E enquanto a ladroagem do costume impuser os destinos da Pátria à semelhança do seu umbigo, não sairemos da cepa torta”. Eu sempre pensei e vejo confirmado que um dos empenhos do PS alcançar o poder era libertar da alçada da justiça os seus amigos corruptos, e lá vejo agora no mesmo artigo a citação “Quem permite que tipos como o Sr. Vara, depois de condenados a prisão efectiva, continuem livres como passarinhos?”. E termina muito bem: “Com um Estado corrupto como o nosso, e uma previsão de crescimento económico a rondar os 2,2% é, pois, preciso distrair o Zé!” Também em post que divulguei antes tinha adiantado: “Por termo à vida destes seres humanos é mais fácil. Pena por serem os mesmos que condenam os touros de morte nas touradas e o abate de lobos e outros animais selvagens como eles. Bem andou o bispo do Porto, D. Manuel Linda, quando em entrevista que concedeu à Radio Renascença louvou a coerência do PCP que não sendo de índole católica se mostrou contra a eutanásia”. Creio que vai sair caro a todos os partidos que não tiveram a coragem de serem coerentes com os bons costumes e a responsabilidade do cargo para que foram eleitos. Estão a fazer do povo asno, mas sujeitos a levarem um coice. A sorte é que todos têm telhados de vidro ...

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 23:00

mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

38 seguidores
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Junho 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

14
15

17
18
19
22

24
28
29
30


arquivos
2018:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2017:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2016:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


blogs SAPO