Neste blog, vou passar fazer todo aquele trabalho que habitualmente tenho vindo a distribuir por vários blogs. Dar descanso aos velhos....

09
Jul 17

IMG_7668 (2).JPG

O gosto por ver as aves em liberdade pousar frente à janela do meu quarto faz-me perder alguns momentos debruçado no parapeito sempre que tenho vagar para o fazer. E um dia destes surpreendeu-me ver entre os pássaros o que não é normal acontecer : um chasco-preto. Esta espécie que me recordo abundava nos meus tempos de criança, hoje rareia e ao que li limita-se apenas a “algumas zonas remotas do interior”. Li também que “ frequenta vales com afloramentos rochosos, pousando em grandes rochedos ou em edifícios isolados”. Pelo que observei neste curto espaço de tempo que dispus a seguir os movimentos desta ave irrequieta e tímida o que notei foi ser pouco sociável, mesmo em relação às espécies do seu grupo ou semelhança. São aves residentes da nossa avifauna, que onde têm ambiente se pode ver todo ano. É inconfundível a cauda branca contrasta com o resto da plumagem de tom escuro. Dado como mais localizado no Alto Douro, Beira interior e Alentejo; foi entretanto na Bajouca (Leiria) que neste inicio de Julho de 2017 fiquei radiante por ver uma avezinha que me fez recordar os tempos de rapazote em terras de Basto.

 

 

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 12:20
tags: ,

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9

16
19
20
22

23
25
26

30


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO