Neste blog, vou passar fazer todo aquele trabalho que habitualmente tenho vindo a distribuir por vários blogs. Dar descanso aos velhos....

15
Fev 17

licranço.png

Foi graças à Associação para a Protecção do Vale do Coronado ( APVC) que me veio à ideia trazer à ribalta o tema deste post. Se não tivesse sido alertado também eu continuaria a viver na ignorância e o pobre do animalejo sujeito a sofrer as consequências da má formação cultural e cívica de quem lhe faz mal. Esta associação localizada na Rua da Escola de Mendrões, s/nº 4745-449 Coronado, tem como preocupação semear para recolher, despertando e promovendo iniciativas de cariz ambiental que concorram para a defesa e protecção da natureza. Numa das ultimas novidades que recebi online desta associação constava uma descrição muito curiosa acerca do “Licranço” que eu li e logo entendi devia relatar em post. Trata-se de um réptil da ordem dos sáurios, de membros ausentes (ápode). Pertence à família dos anguídeos, nativo de África, da Europa e da Ásia. São benéficos para os jardins e as hortas porque se alimentam de insectos e lesmas, ajudando por isso a controlar pragas. A pele é suave e composta de escamas não sobrepostas. Como o sapo também o Licranço é um dos grandes amigos do agricultor. E só por ignorância é temido e atacado de morte em vez de protegido e defendido como amigo que é do lavrador

Lacrau-II.jpg

E tudo porquê ?-Simplesmente porque em muitas terras portuguesas também ao Escorpião se dá o nome de “lacrau ou alacrau” e as pessoas confundem com alicranço. Nada tem a ver um com o outro, enquanto o Escorpião ou alacrau é venenoso e a sua picadela dolorosa, e em certos casos mortal ; já o licranço é inofensivo e não peçonhento. Ainda quanto ao Escorpião que é venenoso, ele existe por todo o território nacional desde Trás-os-Montes ao Algarve e é uma espécie protegida, não podendo ser mantido em cativeiro.

cobra-de-vidro-3-750x480.png

 

E porque não também ser protegido o licranço? Que é conhecido por: “ licranço, alicanço, licanço, fura-mato, luzidio ou cobra-de-vidro. É um sáurio (lagarto) sem membros, de aspecto serpentiforme, com corpo muito alongado e cilíndrico. A cabeça é curta e a cauda encontra-se pouco diferenciada do corpo. Geralmente alcança 20 a 22 cm de comprimento total e pesa entre 8 e 40 gramas”. O que faz ser ignorante

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 21:33

Fevereiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

13
14
17

19
20
21
24
25

26
28


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO