Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O Corpo de Deus ou Corpus Christi

por aquimetem, Falar disto e daquilo, em 02.06.18

DSC00097.JPG

Remonta ao século XIII e a sua origem deve-se a um segredo revelado pela freira agostinha Juliana de Mont Cornilon ao cônego Tiago Pantaleão de Troyes arcediago do Cabido Diocesano de Liège, na Bélgica. O papa na época era Urbano IV. Consistia na revelação de que Jesus Cristo lhe manifestava desejo de que o mistério da Eucaristia devia ser celebrado com muita dignidade. Mas foi em Orvieto, onde o Papa tinha os seus aposentos que se deu o milagre de Bolsena, em que o sacerdote celebrante da Eucaristia  no momento de partir a Sagrada Hóstia viu sair sangue que manchou de forma misteriosa o corporal (pano) onde se apoia o cálice e patena durante a Missa. Foi então que Urbano IV determinou que todos esses objetos milagrosos fossem trazidos em procissão para Ovieto, em 19 de Junho de 1264.

DSC00120.JPG

DSC00126.JPG

Esta terá sido a primeira festa do Corpo de Deus ou Corpus Christi. Mas institucionalmente só depois da publicação da bula Transiturus, de 08 de Setembro de 1264. E para ser celebrada na quinta-feira depois da oitava do Pentecostes. Em Portugal, celebra-se em todas as dioceses, sempre  na quinta-feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade. É feriado e dia santo de guarda que por ser festa móvel apesar de sempre calhar à quinta-feira, a data altera de ano para ano e tem a ver com o tempo pascal. Este ano coincidiu com fim do mês de Maio, dia 31, e em Lisboa foi presidida pelo Cardeal Patriarca D. Manuel Clemente. Aliás é recomendado pela Igreja que seja o bispo diocesano a presidir a esta festa.

DSC00122.JPG

DSC00112.JPG

Muito participada e muito bem representado pela municipalidade e gostei de ver no meio das pessoas anónimas figuras publicas à mistura, uma foi Assunção Cristas. Também é bom que os políticos deem a cara nestes atos que só dignificam quem neles toma parte. Bem lá gostava de ver outros, mesmo que só para ingles ver, como fazem na governação ...

DSC00102.JPG

DSC00117.JPG

O trajecto foi sair da Sé às 17h00 pela Rua das Pedras Negras, Rua da Madalena, Poço do Borratem, Praça Martim Moniz (contornando o Hotel Mundial ), Rua da Palma, Rua Dom Duarte, Praça da Figueira, Rua da Prata, Rua da Conceição, Largo da Madalena, Rua de Santo António da Sé e Largo da Sé, onde por vota das 19h00 regressou e Dom Manuel Clemente agradeceu a presença de todos os presentes e que de um modo ou outro deram brilho a este passeio que Deus vivo fez pelas ruas da cidade, e com centenas de fieis ora incorporados no cortejo ou espalhados ao longo do trajeto. 

DSC00123.JPG

DSC00128.JPG

Há muito que não via coisa assim. Só para fazerem uma ideia, já o topo do cortejo tinha chegado ao Largo da Sé e ainda a cauda estava a sair da Praça da Figueira. Gostei e vi muitas caras conhecidas, até da Bajouca.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:38



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D