Neste blog, vou passar fazer todo aquele trabalho que habitualmente tenho vindo a distribuir por vários blogs. Dar descanso aos velhos....

18
Nov 18

1Y8DJ9DQ.jpg

Mais um dos transmontanos ilustres cujo corpo desceu à terra da verdade, e a alma se apresentou ao julgamento divino, o general Loureiro dos Santos. De seu nome completo José Alberto Loureiro dos Santos, este distinto militar nasceu em Vilela do Douro, concelho de Saborosa, distrito de Vila Real, a 02 de Setembro de 1936,e faleceu em Lisboa, a 17 de Novembro de 2018. Militar do ramo de Artilharia, serviu Portugal nas suas ex-colónias ultramarinas, mormente em Angola e Cabo Verde, entre 1972/1974. Foi ministro da Defesa Nacional de Novembro de 1978 a Janeiro de 1980, nos IV e V Governos Constitucionais, chefiados respectivamente por Carlos Mota Pinto e Maria de Lurdes Pintassilgo, ambos os executivos de iniciativa presidencial de Ramalho Eanes. Também foi membro do Conselho da Revolução, onde desempenhou o cargo de secretário, no “verão quente” de 1975, e como major participou no planeamento e execução das operações que contiveram o golpe de 25 de Novembro de 1975. Passou à reserva, em 1993. Com reconhecida experiência académica, o ex-ministro e chefe militar leccionou no Instituto de Estudos Superiores Militares, do qual fez parte do conselho cientifico, e no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP), no qual foi membro do Conselho de Honra. Membro da Academia das Ciências de Lisboa e do Conselho Geral da Universidade Nova de Lisboa, este transmontano além de bom escritor era também um conferencista notável, e perito sobre temas de geostratégia e de geopolítica. A toda a excelentíssima família em luto os mais sinceros pêsames. Paz à sua alma e que descanse em paz.

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 14:26

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Novembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
14
15
16
17

19
20
23
24

26
27
28


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO