Neste blog, vou passar fazer todo aquele trabalho que habitualmente tenho vindo a distribuir por vários blogs. Dar descanso aos velhos....

30
Nov 15

004.JPG

A tarde soalheira de 29 de Novembro, primeiro domingo de Advento, prestou-se para me deslocar ao centro da cidade afim de assistir a um desfile de Bandas Filarmónicas que do Marquês até aos Restauradores deu brilho e animou toda aquela artéria alfacinha. Evento inspirado pelo “Movimento 1º. de Dezembro” , de pronto a ideia se mobilizou por todo o país, e diversas bandas e municípios aderiram. Com destaque para a Câmara Municipal de Lisboa, e a Sociedade Histórica da Independência de Portugal que incluiu no Programa Oficial das Comemorações do 1º. de Dezembro. Com inicio às 15h00, a concentração deu-se junto ao Monumento aos Mortos da Grande Guerra.

Sem desprimor, mas muita simpatia e admiração por todas as 28 Bandas que desfilaram neste 4º- Desfile, do género, realizado na capital, vou apenas destacar quatro delas, por serem as que despertaram em mim aquele sentimento intimo que nos recorda ou liga a algo já nosso conhecido.

avenida 001.JPG

avenida 003.JPG

Começo pela Banda Nacional da Força Aérea, pois me trouxe à memória o seu saudoso maestro e meu dilecto amigo Major Silvério Campos, a quem fiquei a dever a musica do hino de Vilar de Ferreiros, que consta no meu opúsculo “A Região de Basto e as Ferrarias entre Tâmega e Douro”.

avenida 035.JPG

avenida 034.JPG

Do mesmo modo destaco a Banda Musical e Artística da Charneca do Lumiar pois que ignorava a sua existência, pese ter vivido durante vários anos na muito antiga paróquia de São João Batista do Lumiar, e não me lembro de ver ou ouvir falar desta banda. Parabéns à alfacinha Charneca.

avenida 031.JPG

avenida 032.JPG

Outra foi a Sociedade Filarmónica Maceirense, que realço por afecta a uma freguesia do concelho de Leiria, concelho ao qual estou ligado por casamento. E mais ainda, pelo facto de nessa freguesia e paroquia de Nossa Senhora da Luz (Maceira) ter sido pároco o Sr. Padre Melquiedes, um amigo e distinto bajouquense que muito prezo.

avenida 056.JPG

avenida 057.JPG

Por ultimo saliento a Banda Musical da Torre de Ervededo que desceu de Trás-os-Montes, a minha maronesa província, à capital do reino. Torre de Ervededo é sede de uma freguesia do concelho de Chaves e também já foi sede de um antigo município. Para encerrar o desfile, com chave de ouro, calhou à nossa muito aplaudida banda, o que aconteceu por volta das 17h00. Duas horas bem passadas na acolhedora Avenida da Liberdade, em Lisboa. Além do espectáculo musical, também o sentimento patriótico esteve presente, lembrando o 1º.  de Dezembro.

 

 

 

 

 

 

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 16:37

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Novembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
14

15
16
19
21

23
24
25
26

29


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO