Neste blog, vou passar fazer todo aquele trabalho que habitualmente tenho vindo a distribuir por vários blogs. Dar descanso aos velhos....

14
Mar 16

Imagem (22) (2).jpg

 Foi-me enviado de Lamego a 20 de Julho de 1971, da própria cidade em referência. O remetente foi o saudoso Padre Guedes. Na legenda consta : “Nª.Sª dos Remédios, Santuário visto do Jardim Camões”. Este santuário que começou a ser construído em meados do século XVIII e foi concluído em 1905, está localizado onde anteriormente existia uma ermida dedicada a Santo Estevão. Diminuída a devoção a este bem-aventurado, nasce e cresce ali a devoção mariana, tornando esse espaço famoso e concorrido sob égide de Nossa Senhora dos Remédios, principalmente durante a primeira semana de Setembro.

Imagem (23) (2).jpg

Terra historicamente notável, quer no património cultural, económico, artístico e paisagístico, tem na Fonte Monumental, junto ao Jardim da Republica, um dos mais belos adornos da sua sala de visitas da cidade. Construída em 1824, devido a obras de urbanização foi sendo deslocada do sitio inicial até que em 1928 se fixou onde hoje pode ser apreciada. São duas imagens alusivas a uma duriense cidade que muito admiro pelo seu encanto e importância como sede de concelho e de Diocese. O remetente foi o mesmo do anterior e na sua mensagem dizia, então: Lamego, 20/07/70, “Meia-Noite! Tomo a postal para escrever… estou eu e mais cerca de trinta sacerdotes da Diocese de Vila Real”, em retiro certamente.

Imagem (24) (2).jpg

 Este postal foi-me enviado a 01 de Setembro de 1991 por outro meu inesquecível amigo de saudosa memoria, o Dr. Primo Casal Pelayo, a noticiar: “ Daqui do Douro, em fins de vindimas , estou a endereçar-lhe um abraço acompanhado de votos de uma próspera saúde tanto sua como de Dª. Saudade e Gisela”. Era vila-condense, mas com gente amiga em São João da Pesqueira, onde costumava passar férias. Era um admirador da região duriense, mas se escreveu alguma coisa sobre ela, não li. Impressões acerca de São Salvador do Mundo, ermida e miradouro que fica na estrada de São João da Pesqueira para a barragem do Cachão da Valeira, sim; lembro-me de o ter ouvido fazer comentários. A montante da foz do Tua e a cerca de uns 08 km de São João da Pesqueira, do distrito de Viseu, a barragem da Valeira é uma das “banheiras” do rio Douro que entrou em funcionamento em 1976. 

Imagem (25) (2).jpg

 E porque se trata de terras que têm Viseu por capital de distrito é de bom tom honrar a cidade de Viriato com um postal que se identifica nela. Escolhi a antiga Fonte Luminosa que pode ser admirada junto à igreja dos Terceiros, no Rossio.

 

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 12:13

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Março 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10

13
15
16
17
19

20
22

29
30


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO