Neste blog, vou passar fazer todo aquele trabalho que habitualmente tenho vindo a distribuir por vários blogs. Dar descanso aos velhos....

25
Set 15

cuba1 005.JPG

Em 1982 Portugal teve a honrosa visita do Papa João Paulo II. Rondava a minha filha, os 5 anitos de idade. Com ela fui assistir, no dia da chegada, à passagem de sua santidade na Avenida de Roma e depois também ao Marques de Pombal. Já lá vão 33 e anos. Decorrido este lapso outra visita papal surgiu agora, que não sendo em território nosso, por mais que uma razão mexeu comigo, e pede a publicação de um post.

10411737_10205091665834107_6465685590308599086_n.j

Trata-se da visita pastoral que sua santidade o Papa Francisco acaba de fazer a Cuba, e se lá não estive para com milhares de cubanos o saudar, nas deslocações que fez a Havana, Holguin e Santiago, orgulho-me saber que aquela a quem levei a ver o beato João Paulo II, agora repetisse o gesto indo mostrar ao filho de dois anos “o papa que vem de longe”.

cuba1 008.JPG

Nesta visita pastoral a um país comunista, que durante mais de meio século esteve, como que isolado do resto do mundo, com graves consequências para os seus habitantes; esse isolamento começa agora por desvanecer face à abertura de relações diplomáticas sobretudo com os Estados Unidos, onde Igreja a Católica teve forte influência.

cuba1 015.JPG

Vai de vagar, porque o bloqueio a que Cuba esteve sujeita durante tantos anos deixou mazelas que é preciso tratar e não pode ser feito a correr como muitos gostariam, e certamente com forte razão. Mas já muito se fez e por parte da família Castro, irá continuar a haver abertura nesse sentido. É bom para Cuba e para todos os cubanos, gente boa, culta e humilde. E muito cristã.

 

 

 

 

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 19:47

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Setembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10

13
14
16
17
18
19

20
22
23
24

28
29


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO