01 de Junho de 2018

VNF-nine[1].gif

Na freguesia de Nine vivi cerca de dois anos, após antes ter vivido uns cinco ou seis meses na Rua de Santo António, em Vila Nova de Famalicão. Chamava-se Luís e além de barbearia, vendia roupa e dava injeções a quem precisava e não tinha mais onde recorrer. Homem são e generoso, daqueles que me serviram de modelo e nunca mais esqueci. Tinha uma pessoa minha familiar em Braga internada num hospital, mas nessa altura o dinheiro escasseava e viajar para a cidade não despertava desejo. Ao saber dessa noticia, o bom do homem um dia disse-me: “Um dia destes quero que vá comigo a Braga ver a tal pessoa sua amiga! Quando poder eu digo-lhe”.  – E assim foi.

imagesJAOULFE6.jpg

Ali morei vizinho do Largo de Santo António, donde depois de sair jamais voltei, mas raro é o dia que me não lembre do Sr. Luís,  que soube não há muito já faleceu. Eu tinha os meus dezassete anos quando o conheci, e vou fazer dois carros este ano, se Deus deixar. Como das pessoas também desta simpática e fértil terra minhota fiquei admirador, e recordo muitas vezes pessoas que ali conheci. Como a família Castanheira, e uma fidalga da Casa do Campo de Molares (Celorico de Basto) ali casada e residente numa sua quinta. Outro que não sendo da freguesia, mas era cliente do Sr. Luís, era o ti Benedito de Pousada, que tinha um filho médico, casado com uma tia paterna do malogrado Dr. Francisco Sá Carneiro.

a[1].jpg

Esta freguesia do extremo noroeste de Famalicão limita com Barcelos por Viatodos, e ocupa uma área de 390 hectares que o Rio Este banha. Terra antiga, Santa Maria de Nine foi uma reitoria da apresentação da Mitra e comenda da Ordem de Cristo. Hoje os seus lugares mais importantes são o da Estação e o da Igreja, que agora envolve o de Friães, Cancela e do Monte, e certamente o Largo de Santo António. Famosa em termos ferroviários cujo lugar da Estação é disso testemunha, pois dali continuou a linha férrea que liga o Porto a Valencia do Minho e Galiza. De inicio, em 1875, o comboio era só entre Porto e Braga, com passagem por Rio Tinto, Ermesinde, São Romão (Coronado), Trofa, VN de Famalicão, Nine, Tadim. A Braga só chegou mais tarde, em 1884.

ca[1].jpg

É por esta ocasião que surgem novos traçados e o comboio passa também a servir Barcelos, Viana do Castelo, Valença, todo o Alto Minho e Galiza. Ainda hoje a estação de Nine continua a ser um entroncamento do ramal de Braga. Curioso  que só em 2004, graças ao Campeonato da UEFA organizado em Portugal é que a linha de via única passou a ser via dupla dando origem à circulação dos comboios nos dois sentidos, e se poderem cruzar. Somos lentos, mas com o tempo lá chegamos. 

PS. fotos colhidos na net.

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 17:22

mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

38 seguidores
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Junho 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

14
15

17
18
19
22

24
28
29
30


arquivos
2018:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2017:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2016:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


blogs SAPO