26 de Fevereiro de 2018

images9P9V3IBO.jpg

Tempo de Quaresma, começou na 4ª-feira, dia 14 de Fevereiro, e acaba na 5ª-feira, dia 29 de Março de 2018.  É um tempo que a Igreja convida os seus fieis a orar com mais fervor, à pratica do jejum e à esmola, tendo em atenção os mais carenciados. O Papa Francisco diz mesmo: “A prática da esmola liberta-nos da ganância”.  Neste período de 40 dias a Liturgia da Igreja prepara-nos para a Páscoa do Senhor, como também ajuda a viver com mais intensidade este tempo litúrgico.

Papa-Francisco-1-300x206.jpg

 Na sua mensagem, de 3ª-feira, 6 de Fev., o Santo Padre começa por dizer:

 “Amados irmãos e irmãs!

Mais uma vez vamos encontrar-nos com a Páscoa do Senhor! Todos os anos, com a finalidade de nos preparar para ela, Deus na sua providência oferece-nos a Quaresma, «sinal sacramental da nossa conversão»,[1] que anuncia e torna possível voltar ao Senhor de todo o coração e com toda a nossa vida. Com a presente mensagem desejo, este ano também, ajudar toda a Igreja a viver, neste tempo de graça, com alegria e verdade; faço-o deixando-me inspirar pela seguinte afirmação de Jesus, que aparece no evangelho de Mateus: «Porque se multiplicará a iniquidade, vai resfriar o amor de muitos» (24, 12). Esta frase situa-se no discurso que trata do fim dos tempos, pronunciado em Jerusalém, no Monte das Oliveiras, precisamente onde terá início a paixão do Senhor. Dando resposta a uma pergunta dos discípulos, Jesus anuncia uma grande tribulação e descreve a situação em que poderia encontrar-se a comunidade dos crentes: à vista de fenómenos espaventosos, alguns falsos profetas enganarão a muitos, a ponto de ameaçar apagar-se, nos corações, o amor que é o centro de todo o Evangelho. Quem  é cristão praticante e acompanha as orientações do santo padre ou do seu bispo diocesano sabe que o tempo de Quaresma entronca no tríduo pascal que começa na 5ª-feira Santa e termina no Sábado Santo, dia que culmina com as cerimónias da Vigília Pascal e da Ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo. Mas também há quem não saiba. Não faz mal relembrar, como também que a Pascoa  é  a festa mais importante da Igreja Católica.

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 12:00

mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

38 seguidores
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Fevereiro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
15
17

18
21
22
24

25
28


arquivos
2018:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2017:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2016:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


blogs SAPO