Neste blog, vou passar fazer todo aquele trabalho que habitualmente tenho vindo a distribuir por vários blogs. Dar descanso aos velhos....

22
Fev 19

Por: Costa Pereira

São mais as vozes do que as nozes do Outeiro (Bajouca-Leiria)
Certo é que a freguesia da Bajouca se tornou menina querida da edilidade leiriense e razão tem para ser amada e acarinhada por quem dirige os destinos do concelho. Mas vamos á descrição do que se passou e a história regista:
A todos os títulos louvável, menos em um que me escuso destacar, mas o certo é que de fato a Bajouca ganhou em mudar de cor partidária. O saneamento básico, em andamento, o campo das Pedras que mais parece um estádio, e agora a recuperação da Escola do Outeiro pontinha e inaugurada, no passado dia 15 é um caso para louvar esta mudança de ares partidários que durou desde o 25 de Abril até às ultimas eleições. Pronta e benzida pelo pároco Sr. Padre Davide Gonçalves, que esteve presente desde início do festivo ato, e com a freguesia em peso como é tradição nestes eventos solenes.


Merece ser comentado, e vou comentar foram 45 gostos e mais uns posinhos, que se dignaram tecer ao meu post sobre a reconstrução da escola do Outeiro-Bajouca. Começou pelo meu amigo António Martins, Saudade Carreira, Fernando Rodrigues Ferreira, Zeca Costa, Lígia Afonso, Maria Helena Coelho, General Franco Charais, António Pereira, Raul Silva, Ilda Gaspar, Catarina Isabel Gaspar Silva, Cristina Bailão, Susana Natália, António Aires, Idalina Carreira, António Manuel, Pedro Pedrosa, Rosineide Tomé, Linita Pedrosa, São Santana, Helena Estrada, Marta Gaspar, Susana Tomas J, Carlos Domingues, Ana Paula Bento, Sílvia Carreira, Virgínia Alberto, Sílvia Ferreira, Maria do Rosário Soares, Nuno Pedrosa, Isabel Jerónimo, Maria Helena Silva, João Miguel Pereira, Gracinda Pedrosa, Nati Ferreira, Arménio Carreira, David Cabecinhas, Cláudia Santana, Tp Pedrosa, Aldina Pedrosa, Teresa Lisboa, Lucília Carvalho e Nazaré Figueira. Isto para demonstrar que do Minho ao Algarve, de Portugal às Astúrias, onde o meu amigo e conterrâneo Zeca Costa por casamento assentou arraiais. De Fafe, o meu sobrinho António Pereira, e da Povoa de Varzim, onde se fixou após regresso do antigo Ultramar, o meu amigo Fernando Rodrigues Ferreira, e dos Algarves, a terra escolhida para viver por Franco Charais, a todas chega a voz de quem por muitas vezes prega no deserto. Mas já agora também os comentários de quem concorda e discorda do que muitas vezes digo, e quantas vezes com razões suficientes para discordarem. Começo pelo Hugo Alberto:

“Belo texto mas com uma grande confusão partidária amigo...
1- Viaduto: Anterior cor partidária.2- Complexo Desportivo: Anterior cor partidária.
3- Saneamento Básico: as obras já decorriam antes da mudança partidária.
4- Escola Primária: As obras já decorriam antes da mudança partidária. Os primeiros desafios desta nova cor partidária que lidera a freguesia é ver a oposição que conseguem ter perante a exploração de gás e que projectos conseguem trazer para a freguesia, que até ver não tenho conhecimento.

Fernanda Soares Haja quem relembre a quem depressa esquece.
José Augusto Costa Pereira A prova é que se não esqueceram. Mas fizeram bem relembrar. Também não duvido que com os governantes que temos se não fosse em nome de cor sua, as obras ficariam na prateleira. Mas todos quantos comentaram têm a sua razão. Obrigado por me lerem.

Arménio Neves É de louvar o facto de estarem a pôr em prática os projectos já existentes, era uma necessidade para a N/ Freguesia, o que está em causa não é a cor política, é a coragem das pessoas que lideram, achei mal, irem a sufrágio como independentes e agora afirmarem-se PS, é caso para dizer, enganaram o povo!!!!!!!!!!!
José Augusto Costa Pereira Não sou eleitor em Leiria, nem na Bajouca por isso boca caladinha, da minha parte.
Arménio Neves José Augusto Costa Pereira Eu percebi caro Amigo Costa, sempre aquele abraço...


Hilário Estrada É fácil cotar fitas e dar continuação as obras mas o mérito do inicio destas não são de longe nem de perto desta junta pois as obras do saneamento e da escola assim como os passeios já estavam projectadas e iniciadas quando a tomada de posse desta junta .Agora aguardamos pelos fins destas obras e pelos novos projectos desta junta .

David Soares Estrada Completamente de acordo contigo Mano tem que se dar
os elogios a quem os merece!!! Abraços felicidades

Armindo Pedrosa Ainda bem que alguém está atento aos tempos”.

Merece ser comentado
Por: Costa Pereira

Restauração da escola do Outeiro (Bajouca-Leiria)
Certo é que a freguesia da Bajouca se tornou menina querida da edilidade leiriense e razão tem para ser amada e acarinhada por quem dirige os destinos do concelho. Mas vamos á descrição do que se passou e a história regista:
A todos os títulos louvável, menos em um que me escuso destacar, mas o certo é que de fato a Bajouca ganhou em mudar de cor partidária. O saneamento básico, em andamento, o campo das Pedras que mais parece um estádio, e agora a recuperação da Escola do Outeiro prontinha e inaugurada, no passado dia 15 é um caso para louvar esta mudança de ares partidários que durou desde o 25 de Abril até às ultimas eleições. Pronta e benzida pelo pároco Sr. Padre Davide Gonçalves, que esteve presente desde início do festivo ato, e com a freguesia em peso como é tradição nestes eventos solenes.


Merece ser comentado, e vou comentar foram 45 gostos e mais uns posinhos, que se dignaram tecer ao meu post sobre a reconstrução da escola do Outeiro-Bajouca. Começou pelo meu amigo António Martins, Saudade Carreira, Fernando Rodrigues Ferreira, Zeca Costa, Lígia Afonso, Maria Helena Coelho, General Franco Charais, António Pereira, Raul Silva, Ilda Gaspar, Catarina Isabel Gaspar Silva, Cristina Bailão, Susana Natália, António Aires, Idalina Carreira, António Manuel, Pedro Pedrosa, Rosineide Tomé, Lenita Pedrosa, São Santana, Helena Estrada, Marta Gaspar, Susana Tomas J, Carlos Domingues, Ana Paula Bento, Sílvia Carreira, Virgínia Alberto, Sílvia Ferreira, Maria do Rosário Soares, Nuno Pedrosa, Isabel Jerónimo, Maria Helena Silva, João Miguel Pereira, Gracinda Pedrosa, Nati Ferreira, Arménio Carreira, David Cabecinhas, Cláudia Santana, Tp Pedrosa, Aldina Pedrosa, Teresa Lisboa, Lucília Carvalho e Nazaré Figueira. Isto para demonstrar que do Minho ao Algarve, de Portugal às Astúrias, onde o meu amigo e conterrâneo Zeca Costa por casamento assentou arraiais. De Fafe, o meu sobrinho António Pereira, e da Povoa de Varzim, onde se fixou após regresso do antigo Ultramar, o meu amigo Fernando Rodrigues Ferreira, e dos Algarves, a terra escolhida para viver por Franco Charais, a todas chega a voz de quem por muitas vezes prega no deserto. Mas já agora também os comentários de quem concorda e discorda do que muitas vezes digo, e quantas vezes com razões suficientes para discordarem. Começo pelo Hugo Alberto:

“Belo texto mas com uma grande confusão partidária amigo...
1- Viaduto: Anterior cor partidária.2- Complexo Desportivo: Anterior cor partidária.
3- Saneamento Básico: as obras já decorriam antes da mudança partidária.
4- Escola Primária: As obras já decorriam antes da mudança partidária. Os primeiros desafios desta nova cor partidária que lidera a freguesia é ver a oposição que conseguem ter perante a exploração de gás e que projectos conseguem trazer para a freguesia, que até ver não tenho conhecimento.

Fernanda Soares Haja quem relembre a quem depressa esquece.
José Augusto Costa Pereira A prova é que se não esqueceram. Mas fizeram bem relembrar. Também não duvido que com os governantes que temos se não fosse em nome de cor sua, as obras ficariam na prateleira. Mas todos quantos comentaram têm a sua razão. Obrigado por me lerem.

Arménio Neves É de louvar o facto de estarem a pôr em prática os projectos já existentes, era uma necessidade para a N/ Freguesia, o que está em causa não é a cor política, é a coragem das pessoas que lideram, achei mal, irem a sufrágio como independentes e agora afirmarem-se PS, é caso para dizer, enganaram o povo!!!!!!!!!!!
José Augusto Costa Pereira Não sou eleitor em Leiria, nem na Bajouca por isso boca caladinha, da minha parte.
Arménio Neves José Augusto Costa Pereira Eu percebi caro Amigo Costa, sempre aquele abraço...


Hilário Estrada É fácil cotar fitas e dar continuação as obras mas o mérito do inicio destas não são de longe nem de perto desta junta pois as obras do saneamento e da escola assim como os passeios já estavam projectadas e iniciadas quando a tomada de posse desta junta .Agora aguardamos pelos fins destas obras e pelos novos projectos desta junta .

David Soares Estrada Completamente de acordo contigo Mano tem que se dar
os elogios a quem os merece!!! Abraços felicidades

Armindo Pedrosa Ainda bem que alguém está atento aos tempos”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 19:11

Fevereiro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15

17
18
19
20
21
23

24
25
26
27
28


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO