Neste blog, vou passar fazer todo aquele trabalho que habitualmente tenho vindo a distribuir por vários blogs. Dar descanso aos velhos....

06
Jan 15

Julius_Caesar_Coustou_Louvre_MR1798.jpg

          Ao passar pela página Alma Lusíada, detive-me na leitura de um trabalho da responsabilidade de António Viriato que influi-o no alinhavar da prosa que preparei para fazer a minha entrada no ano de 2015. E que inicio assim: Mais um ano se passou até que entramos em 2015, no passado dia 01 de Janeiro. A Júlio Cesar, imperador romano, se deve este forma de medir o tempo, tempo que passa a rodar; e tempo, também, que correndo, nós vamos um dia deixar de acompanhar ao longo desse seu rodar constante. Mas já antes do calendário romano, sumérios, caldeus e judeus se orientavam na contagem desse tempo que Deus, sem medida, a todos nós dá. Aos egípcios se deve o 1º calendário solar, criado em meados do III milénio antes de Cristo, que como hoje tinha também 365 dias.

Gregory_XIII.jpg

          A mudança do calendário de Júlio César (100-44 em 46 a.C.), deu-se a 24 de Fevereiro de 1582 por bula do  Papa Gregório XIII que assim põe termo ao calendário juliano e faz surgir o gregoriano, logo aceite pela maior parte dos países europeus. Começando de imediato por Portugal, Espanha, Itália e Polónia. Mas em certos casos a mudança foi mais morosa, visto que nos países onde o luterismo e o anglicanismo predominam demorou a ser aceite, exemplo da Alemanha (Baviera, Prússia e suas províncias) só em 1700, ou no Reino da Grã-Bretanha (Inglaterra, Países de Gales e Escócia), em 1752. Recorde-se que ouve casos em que a aceitação foi mesmo problemática, caso da Suécia, onde até gerou o dia 30 de Fevereiro. Também a Rússia ao aceitar se viu obrigada a eliminar 13 dias do seu calendário. Mas ao fim de três séculos, tudo se harmonizou de modo a que em 1912, a China aprovou; em 1916, a Bulgária fez o mesmo; em 1918, foi a Rússia; a Roménia, em 1919; a Grécia, em 1923, e a Turquia, em 1926. Para essa plena aceitação global pesou o interesse económico e as trocas comerciais que hoje abrange toda a sociedade universal que neste Dia da Epifania e ano de 2015, saúdo e desejo viva em paz e harmonia.

 

 

 

 

 

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 16:12
tags: ,

Janeiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

13
15
17

19
21

27


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO