Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Projectos Criados à Pressa ...

por aquimetem, em 24.07.17

image[1].jpg

Não é por mero acaso que o Governo impôs a “lei da rolha” com disse o Dr. Passos Coelho, no que se refere a noticias sobre fogos florestais. Em ano de eleições autárquicas , não vem a calhar deixar que se mexa muito com problemas que possam pôr em causa a má gestão governamental nesta área tão melindrosa, e que foi  coroada por umas férias de António Costa gozadas luxuosamente em terras de Espanha, enquanto a floresta ardia. 

596356[1].jpg

O objectivo de condicionar a dita informação já se está a ver, esconder a realidade da tragédia aos portugueses, como esclarece o jornal Expresso do passado dia 22 assim: “ Afinal foram 65 as vítimas do incêndio de Pedrogão Grande”.

imagesCMH4TFIA.jpg

Agora percebi o porquê de há um 15 dias um amigo meu me ter dito: “64 fora o resto”. Que a tragédia não sirva para trampolim, mas que se saiba a verdade e conheça que gente nos governa. Mas que também as generosas ofertas de dinheiro e bens alimentares não sirvam para pagar votos, nem alimentar comissões e projectos criados à pressa ...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:31


Residência Senior da Redinha

por aquimetem, em 24.04.17

560828609_1280x720.jpg

Em 14 de Setembro de 2007, com o titulo Redinha, escrevi no blog Na Retaguarda um breve resumo sobre a visita que fiz aquela simpática terra que está situada na ENnº 1, entre Coimbra e Pombal. Voltei lá na 5ª-feira, dia 20, agora para na acolhedora Residência Sénior da Redinha visitar um seu utente ali em recuperação, o Raul Afonso.

s340x255.jpg

Da primeira referência que fiz a esta vila iniciei, assim: “Acabei de gozar as chamadas "férias grandes" que este ano procurei aproveitar revendo terras e sítios que já conhecia e na medida do possível enriquecer a mente com novos apensos culturais. Foi assim que no passado dia 24 de Agosto conduzido pelo meu conterrâneo e homónimo José Borges resolvi conhecer a Redinha, uma histórica freguesia do concelho de Pombal que também já foi vila e sede de concelho entre 1159 e 1842. Consagrada a Nossa Senhora da Conceição, a Redinha recebeu foral dado por D. Gualdim Pais, da ordem dos Templários, que depois, em 1513, D. Manuel I revalidou com foral novo”. Não vou acrescentar mais ao que já registei salvo realçar a curiosidade de nestas visitas ter sido sempre conduzido por almas caridosas, a primeira foi por um meu conterrâneo, esta por uma excelente condutora que também foi guia para nos levar à Residência Sénior.

19776160_7gDKM.jpg

 Neste visita feita pela tardinha a esta simpática vila o que para mim tem de mais curioso é que fui outra vez de boleia. A primeira levado por um meu conterrâneo, agora por uma das três estrelas que tenho por sobrinhas - a Sãozita, a Helena e a Olivia - e com a minha cara-metade fomos convidados a ir visitar a Raul, que muito bem disposto nos recebeu. Pena, por falta de tempo, não se ter podido subir ao santuário de Nossa Senhora da Estrela, na encosta da serra do Poio-Redinha, mas em pensamento fui lá e confiei o Raul aos cuidados de Nossa Senhora. Além disso também os meus votos amistosos de rápidas melhoras deixo aqui. Houve entretanto tempo para no regresso, a Sãozita nos conduzir ao bar do Continente de Pombal e se tomar um aperitivo antes de jantar, cada um... em sua casa. E apetite não devia faltar, sobretudo aos filhos e maridos que ficaram em terra. Mas importa são as melhoras do Raul.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:50


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D