Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Com São Nuno a meu lado....

por aquimetem, em 28.12.16

DSCN0719.JPG

 Mais um daqueles dias que dá prazer gozar, manhã soalheira e tarde quentinha a convidar sair da casota. E nem de propósito, após o almoço e do tradicional cafezinho no Sousa da Bajouca Centro, pago antecipadamente pelo casal Farinha, que chegou ontem de França, onde residem, eis que surge a Lígia Afonso com este convite: o ti Costa não quer ir a Fátima visitar o Padre Abel? Claro que disse logo que sim, e sem hesitar a minha mulher seguiu o meu exemplo.

DSCN0717.JPG

Lá fomos os três da "vigairada" conduzidos pela Lígia parar na Casa do Clero Diocesano de Leiria/Fátima, mesmo sem a certeza de nesta quadra encontrar ali o nosso comum amigo. Mas em Fátima tudo bate certo sempre que se vai ali com fé. Foi chegar e de pronto nos informaram que o Sr. Padre Abel estava disponível para receber visitas. Foi um alivio.

DSCN0723.JPG

 Numa acolhedora salinha aguardamos que chegasse e antes dele apareceu a D. Rosa que foi sua empregada e hoje tem por isso direito a também beneficiar dos serviços desta casa de apoio aos sacerdotes e de quem deles cuidou. 

DSCN0729.JPG

 A ideia era arrancar com o Sr. Padre Abel e a D. Rosa ao encontro dum espaço onde lanchar e manter um bate-papo, mas desta vez não calhou. Há mais mares do que marinheiros. O que não se fez primeiro, fez-se no fim: visitar o santuário e Nossa Senhora, na capelinha das Aparições.

DSCN0738.JPG

 Sorte teve a Pastelaria Oliveira da Batalha onde fomos ter, e eu cheio de doçaria optei por uma sandes de presunto e um tinto. Lanche à transmontano! Com São Nuno a meu lado....

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:56


Lá estarei para iniciar mais uma jornada

por aquimetem, em 09.04.16

IMG_6242 (3).JPG

 Integrado na Peregrinação Nacional dos Amigos do Verbo Divino fui hoje, Sábado dia 09, a Fátima, abrir o apetite para repetir amanhã.

IMG_6220.JPG

 Na companhia de um grupo de familiares, saímos da Bajouca no fim de almoço e fomos tomar o nosso cafezinho da ordem, na Rotunda Norte de Fátima; ou melhor dizendo, no bar do seminário do Verbo Divino.Seguiu-se um tempo de oração no oratório e comentário alusivo ao evento, e vai de tomar a direcção da Rotunda Sul, até onde tem inicio a Via da Luz/Valinhos.

IMG_6223.JPG

 A chuva que ainda ameaçou rendeu-se à força da oração e as Estações dolorosas do Calvário foram quase feitas sem penitência, mas  muita ternura.

IMG_6225.JPG

Para pernas com muitos anos em cima, a distancia também pesa, mas quando se caminha por amor não custa. Aqui foi a primeira Estação.

IMG_6227.JPG

As 14 Estações dolorosas terminaram ao cimo do Calvário , onde já não ia há vários anos. Adorei.

IMG_6240.JPG

Muita gente, dos nossos e dos outros com quem nos cruzamos, sobretudo estrangeiros. Fátima é o Altar do Mundo, não esquecer.

IMG_6241.JPG

Terminamos aqui a nossa caminhada proposta para o dia 09.

 O vídeo mostra melhor

IMG_6243 (4).JPG

Amanhã há mais, ás 08h30, no adro da igreja de Santo Aleixo da Bajouca, lá estarei  para iniciar mais uma jornada

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:53

IMG_6193.JPG

Este ultimo domingo foi destinado para fazer uma visita ao Sr. Padre Abel e à D. Rosa que na Bajouca serviram com inteira dedicação e carinho uma comunidade cristã durante quase 20 anos. Foi ao serviço desta paróquia que se gastaram e que também chegado ao momento de perderem as forças físicas tiveram que deixar o lugar vago, com muita magoa deles e de uma boa parte da comunidade. Mas o bom do Padre Abel tudo desculpa e perdoa, faz parte do espírito sacerdotal sofrer por si e pelos outros.

IMG_6176.JPG

Uma equipa bem composta e disposta arrancou cedo da capital do barro leiriense – cedo é como quem diz, depois da missa dominical das 09h00 – e com um cafezinho no Pego, aí vamos nós direitos a Fátima para juntar a nós o Sr. Padre Abel , mais a D. Rosa e na aldeia típica da Pia d’Urso almoçarmos num conceituado restaurante.

IMG_6174.JPG

Com as “entradas” que valem quase por um bom prato só quem aprecie uma boa água é que de pronto foi servido, os poucos que dão valor a quem trata das parreiras tiveram que aguardar, mas veio, e do bom.

IMG_6185.JPG

Com um excelente serviço prestado por pessoal especializado e muito simpático, quem ali vai fica cliente ou pelo menos com vontade de voltar.

IMG_6190.JPG

E aqui temos o Sr. Júlio, proprietário da Piadussa-restaurante, a deixar-se fotografar e na retaguarda o Sr. Padre Abel a ver a cena. Foi na despedida, e antes de iniciar uma outra etapa agora até ao Pedrógão para lanchar.

IMG_6202.JPG

Com uma condutora maravilhosa e segura, que conhece meio mundo, e meio mundo a ela; ao passar pelos Pousos, quis me dar a conhecer um casal muito seu amigo e que pelos vistos é apreciador dos meus blogs. Agradeci e para registo tirei esta foto, onde de braços cruzados a D. Lúcia se deixou fotografar.

IMG_6201.JPG

Na sala de estar, tirei também uma foto, ao marido da D. Lúcia , Sr. Albano Rodrigues, como a esposa também pessoa muito simpática e acolhedora.

IMG_6203.JPG

E a viagem continuou em direcção à Praia do Pedrógão, onde na “rotunda das Pedras” alapamos no “Pão Quente”. E lá nos fomos juntar aos amigos D. Luzia e Sr. Amílcar, um casal da Vieira de Leiria por quem temos muita estima.

IMG_6205.JPG

Como não há duas sem três, no mesmo café fomos surpreendidos por outro casal, vizinho nosso, que andava ao mesmo: apanhar o ar da praia….

IMG_6208.JPG

Chegada a hora vai de arrancar de novo em direcção a Fátima, mas no trajecto, parar em Regueira de Pontes para dizer adeus à Prazeres e ao Zé da Boa-Leitura que não nos puderam fazer companhia. E na cidade de Leiria subir à Senhora da Encarnação, onde no passado de 28 de Março fez 40 anos que casei .

IMG_6210.JPG

À hora determinada lá estávamos todos bem dispostos a despedir-mo-nos do Sr. Padre Abel e da D. Rosa à porta da “Casa Diocesana Clero Leiria/Fátima”; e com esta prova de amizade concluída, até uma próxima ocasião.

IMG_6211.JPG

Foi um dia farto, mas no regresso à capital do barro leiriense passar por casa do Larito, e vir a seco não tinha jeito nenhum. A pipa foi posta em cima da mesa, e quem não bebeu que bebesse.

IMG_6212.JPG 

Não tive quem me fizesse companhia, o David tinha a Helena no controle, a Saozita estava a água, mais a tia Saudade, e os anfitriões mais a D. Otília e o Sr. Luís Soares já deviam estar aviados, por isso fazer as honras à casa, só mesmo eu estava  disponivel. Um II Domingo de Páscoa muito bem aproveitado.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Fui a Fátima

por aquimetem, em 20.11.15

 

fatima19 007.JPG

Ontem, dia 19, fui à Cova de Iria. A ultima vez que tinha estado no Altar do Mundo foi no passado dia 12 de Agosto. Lá voltei agora para agradecer a Nossa Senhora de Fátima a satisfação das preces que lhe dirigi durante este intervalo que se prolongou de finais de Verão até esta boa parte de Outono. Fi-lo porque aprendi no ambiente familiar que ser agradecido é uma virtude característica das pessoas bem formadas e que conservam as boas tradições herdadas do antanho. Quando menos o esperava, a minha próstata deu-lhe para crescer e travar as urinas de sair, de modo que só uma intervenção cirúrgica pôs cobro ao problema. Como não bastasse, surgiu, após a cirurgia, uma infecção causada por uma bactéria que me obrigou a mais 13 dias de internamento hospitalar. Mas tudo já passou, e por isso é que fui de Lisboa a Fátima, acompanhado por um casal amigo que me conduziu até lá.

fatima19 001.JPG

Ao cabo de 125km percorridos estávamos no Santuário para na igreja da Santíssima Trindade assistir à missa das 11h00.

fatima19 005.JPG

Depois foi uma foto junto à estátua do Papa João Paulo II, e vai de seguir para a capelinha das aparições. Distância breve, mas que de vagarinho deu para a Saudade e a D. Ilda rezarem o terço, antes de comprar a velinha e darem por finda a suas promessas.

fatima19 008.JPG

Concluída que estava a motivação que ali nos levou, foi o despedir do sagrado recinto com uma foto tirada em frente da capelinha das aparições; e enquanto ficou a decorrer a missa das 12h30, partimos em busca do almoço.

fatima19 010.JPG

O restaurante escolhido foi o que ficou mais à mão, “O Recinto” por junto ao parque onde estacionamos o carro

2_IMG_4739%20(Large).jpg

A encerrar foi uma visita de cortesia e muita amizade ao Sr. Padre Abel, pároco de Santo Aleixo da Bajouca, que se encontra em recuperação e repouso na Casa do Clero Diocesano de Leiria/Fátima, e o qual aqui recordamos em foto colhida a seu tempo, ao lado de D. António Marto. Quando nestas situações, é sabido que todas as pessoas agradecem uma visita de amigo. E eu, quando ultimamente internado, senti e experimentei essa consolação. Depois foi o regresso a Lisboa, com cerca de 250km, nesse dia, percorridos. Tempo bem aproveitado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:53


Mês do Coração

por aquimetem, em 27.05.15

 

NS da Graça.jpg

Saímos do mês de Maria para entrar no mês do Sagrado Coração de Jesus, “ devoção muito antiga; com inicio desde o seculo XII. O mês de Junho é dedicado a este Sagrado Coração porque neste mês se celebra a festa do Coração de Jesus. Esta festa já se celebrava em várias dioceses do mundo (p.e. na França desde o ano 1672).  O Papa Pio IX a estendeu para toda a Igreja no dia 23 de Agosto do ano 1856. Esta celebração é importante: conduz à essência do cristianismo, à pessoa de Jesus  manifestado  no mistério mais íntimo do seu ser”. Chamou-me isto atenção porque na aldeia onde nasci - já lá vão umas boas sete décadas - , no domingo de Ramos festejava-se lá uma festa consagrada o Coração de Jesus, de veras concorrida e participada. Lembro-me da minha mãe ter rematado num leilão da festa uma pita (galinha) que ficou designada por “pita do Coração de Jesus”.

Afeiçoei-me de tal modo a ela que quando deixou de “pôr”, com pena de mim, a minha mãe nunca se desfez dela; e deixou-a morreu de velhinha. Já maduro, ao lembrar-me desse episódio de infância, um dia versejei: “O velho se não caminha/Porque perdeu o vigor,/Tem a sorte da galinha/Logo que deixa de pôr”. E muita sorte tem se for como a desta, onde o amor se sobrepôs e venceu

sagradocoracaodecristo.jpg

São recordações nobres, de eventos a não deixar perder da memória colectiva, que me parece correm esse risco, avaliando pelo que observei quando agora pretendi pesquisar informações para este post. Em verdade, não encontrei a abundância de informação que esperava acerca desta festa.

fatima 010.JPG

Por isso lhe dou hoje destaque, e aproveito para lembrar que se este ano o mês de Maio encerra bem, com o Domingo da Santíssima Trindade, também o Mês do Sagrado Coração de Jesus entra triunfante com a Festa do Corpo de Deus, logo no primeiro domingo, dia 7. Uma boa rampa de lançamento para viver este tempo que nos ajuda a crescer…e a ser mais coerentes com a nossa fé.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Dia Mundial do Doente

por aquimetem, em 10.02.15

MpaLurdesRosaryBasilica.jpg

          A 11 de Fevereiro, celebra-se o Dia Mundial do Doente. Evento que se deve ao Papa São João Paulo II que na carta de instituição, a 11 de Fevereiro de 1992, lembrou que a data representa “um momento forte de oração, de partilha, de oferta do sofrimento pelo bem da Igreja e de apelo dirigido a todos para reconhecerem na face do irmão enfermo a Santa Face de Cristo que, sofrendo, morrendo e ressuscitando, operou a salvação da humanidade”. Associada à festa litúrgica de Nossa Senhora de Lourdes, esta efeméride tornou-se motivo de reflexão à volta de um problema que de um modo geral mexe com toda a família universal, independentemente da cor da pele, credo religioso ou opção politica. Como no morrer também na doença não há distinções, todos são enfermos.

Loudes 001.jpg

          Não foi por acaso que São João Paulo II escolheu o Dia de Nossa Senhora de Lourdes para instituir o Dia Mundial do Doente. É de domínio publico que naquele Santuário se tem dado curas miraculosas que a ciência em muitos casos não sabe explicar, mas que a fé dos crentes atribui a Nossa Senhora. Eu também acredito e já por mais que uma vez visitei a gruta de Bernardete. Uma das ultimas vezes foi na companhia de D. Januário Torgal Ferreira. Mas voltando ao essencial da efeméride que a Igreja celebra anualmente a 11 de Fevereiro, é importante ter em conta o convite que Bento XVI na sua mensagem do Dia Mundial do Doente de 2013 fez às comunidades católicas no sentido de “intensificarem o serviço da caridade, em particular junto dos doentes, evocando o exemplo de Madre Teresa de Calcutá (1910-1997)”.

Jan_Paweł_II_portret_Z__Kotyłło.jpg

          Para cada ano, o Santo Padre publica uma mensagem com o tema comum e algumas sugestões de reflexão sobre esta temática e as suas implicações na pastoral da Igreja e na vida concreta dos fieis. Para este ano de 2015, a mensagem do Papa Francisco centra-se na expressão “Sapientia cordis” (sabedoria do coração), partindo da citação bíblica de Job 29, 15: “ Eu era os olhos do cego e servia de pés para o coxo”. E abre assim: “ Queridos irmãos e irmãs,

Por ocasião do XXIII Dia Mundial do Doente, instituído por São João Paulo II, dirijo-me a todos vós que carregais o peso da doença, encontrando-vos de varias maneiras unidos à carne de Cristo sofredor, bem como a vós, profissionais e voluntários no campo da saúde. O tema este ano convida-nos a meditar uma expressão do livro de Job, e de o fazer na perspectiva da sapientia cordis, da sabedoria do coração”. E prossegue: “1. Esta sabedoria não é um conhecimento teórico, abstracto, fruto de raciocínios; antes, como a qualifica São Tiago na sua Carta, é «pura (….), pacifica, indulgente, dócil, cheia de misericórdia e de bons frutos, imparcial, sem hipocrisia». Temos assim que sabedoria do coração é servir o irmão, em Jesus Cristo que no exemplo da Cruz abraça toda a humanidade e de modo particular os enfermos de toda a espécie de doenças.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:41


Nossa Senhora das Candeias

por aquimetem, em 02.02.15

fatima 004.JPG

          A Igreja celebra no dia 02 de Fevereiro a apresentação do Menino Jesus no Templo/purificação da Virgem Maria, sua e nossa mãe. Segundo a Lei de Moisés ou Mosaica, as mulheres após darem à luz ficavam impuras e só 40 dias após o parto podiam ir ao Templo de Jerusalém, daí que para manter viva a memória, de acordo com o Evangelho de São Lucas, 40 dias depois do Natal fosse esta a data escolhida. Nesse dia as parturientes deviam apresentar-se ao sumo sacerdote com o seu sacrifício, levando um cordeiro, duas pombas ou rolas para assim ficarem purificadas. Assim procedeu São José e a Virgem Maria quando se apresentaram perante Simeão. É com base nesta narração que à volta do evento surgem os demais títulos com que a data é conhecida: Purificação de Virgem Maria, Nossa Senhora das Candeia (Candelária), e Nossa Senhora da Luz.

          O nome de Candeias ou Candelária deriva do facto de Jesus ser a luz do mundo e as velas simbolizarem essa luz. Todavia é nas Ilhas Canárias que o atributo de Candeias ganhou força, assim como em Portugal o de Nossa Senhora da Luz irradiou de São Lourenço de Carnide.

fatima 010.JPG

          É festa grande da Família de Nazaré que a Igreja festeja com liturgia própria e geralmente com procissão de velas. Esta segunda-feira, sem contar, tive a sorte de integrar um pequeno grupo de bajouquenses de visita ao Altar do Mundo. Cada um com missão a cumprir, só eu fui apenas como pendura, daí que aproveitei para uma visita mais demorada à capelinha das Aparições, e depois assistir à Eucaristia das 11h00 na igreja da Santíssima Trindade.

fatima 013.JPG

          Pensava ir encontrar o Reitor do Santuário, Padre Carlos Cabecinhas, a presidir, até porque sua mãe fazia parte do meu grupo. Mas não, estava ausente. Em vez dele presidiu o bispo da diocese, D. António Marto, coadjuvado por D. Serafim, bispo emérito de Leiria/Fátima; e D. Augusto César, bispo emérito de Portalegre/Castelo Branco. Alegria redobrada foi para mim, pois além do encontro com Nossa Senhora no seu Santuário da Cova da Iria; dei com um flaviense a presidir à Eucaristia, D. António Marto; e com um celoricense, a coadjuvar, D. Augusto César. Mais ainda, porque devido à chuva, abriguei-me na portaria da Casa de Retiros de Nossa Senhora do Carmo por onde entrou D. César, e tive o prazer de o cumprimentar e recordar que assisti à sua ordenação no Colégio de São Vicente de Paulo, em Lisboa. Nossa Senhora paga bem a quem a visita. E um transmontano de Basto sente muito orgulho nisso.

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:31


À luz das muitas Candeias.....

por aquimetem, em 17.10.14

C:\Users\utilizador_2\Pictures\2014-10-13 conchas\

          Na 2ª-feira dia, dia 13, tive que me deslocar à Av. de Roma, utilizando como transporte o Metro, que é sem dúvida o mais económico e rápido para quem tem de se movimentar em Lisboa.

          O pouco tempo de que dispunha impediu-me de procurar fazer uma visita de cortesia ao meu ilustre amigo Dr. José Vicente, distinto Director da Roma Editora, cuja sede fica precisamente no nº 129-r/c-E, dessa mesma avenida. Mas quando o nosso anjo da guarda para corresponder aos nossos bons desejos actua, tudo corre às mil maravilhas. Foi o caso.

C:\Users\utilizador_2\Pictures\2014-10-13 conchas\

           Sem contar, no dia seguinte, recebo esta mensagem, do meu amigo:

Convite

           A Presidente da Fundação Francisco e Jacinta Marto, Irmã Ângela de Fátima Coelho, e o Director da Roma Editora, Dr. José Vicente, tem a honra de convidar V.Ex.ª para a sessão de lançamento do livro e DVD de música com imagem “À JANELA DA ETERNIDADE” – S. João Paulo II Peregrino de Fátima” , da autoria da Professora Leonor Leitão-Cadete.

          As obras serão apresentadas pelo Doutor Marco Daniel Duarte, Director de Estudos e Difusão do Santuário de Fátima.

          A sessão terá lugar na Casa das Candeias – Rua S. Pedro, 9 – em Fátima, às 21h00, no próximo dia 22 de Outubro, festa litúrgica de S. João Paulo II.

À luz das duas candeias, Francisco e Jacinta Marto, aguardo-vos com o maior carinho”.

            A Autora, grande pianista, foi colaboradora do Santuário, durante 20 anos, tocando na capelinha das Aparições nas peregrinações internacionais. É autora do livro e do CD Fátima Revisitada e Música, bem como de várias bandas sonoras para Cd que acompanham livros infantis.

          Tem 85 anos! Uma bela ocasião para Fátima a homenagear.

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:09


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D