Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Parabéns à minha cara-metade

por aquimetem, em 30.06.17

IMG_7613.JPG

Em alegre e confraternizante repasto, um grupo muito próximo e familiar da octogenária Saudade “Rata” juntou-se por iniciativa de sua filha Gisela, que o promoveu e deu andamento a mais esta filial surpresa a sua mãe, e ao pai também.

IMG_7608.JPG

 No sábado à noite, fui informado que no domingo tinha almoço fora de casa, mas sem me revelarem o local, o sítio, nem tão pouco a emente. Só por volta das 13h00 nos vieram buscar e em direcção à Praia do Pedrogão fomos descarregados à porta do Santola. 

IMG_7607.JPG

Coisa bonita de ver foi à chegada deparar com Maria Emília “ Rata” doze anos mais usada que a mana Saudade, toda feliz da vida, como que a puxar pela irmã para a seguir em longevidade.

IMG_7615.JPG

Depois, o opíparo almoço que o restaurante Santola com muito esmero confeccionou e serviu.

IMG_7622.JPG

Foi mais um dia feliz para quem no dia 21 fez oitenta primaveras e espera senão mais oitentas, pelo menos mais alguns bons anos, para viver feliz consigo e com tudo que roda à sua volta. Parabéns à minha cara-metade

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:03


Fazer a reportagem

por aquimetem, em 27.06.17

IMG_7643.JPG

Lá voltei ao Pedrógão (Praia), neste dia 27. A presença dos avós paternos do meu neto Alvarito assim o impuseram. Desta vez o Quebra-Mar foi o restaurante escolhido que em qualidade e serviço tem fama e proveito. Amigo que sou do mar, e de tudo que nele germina e se move, já o mesmo não digo da orla arenosa cujo salitre me irrita a pele e por isso evito a praia. 

IMG_7640.JPG

Mas como a família gosta eu ou fico em casa ou acompanho e fico no Paredão. O facto é que nesta terça-feira desci da Bajouca ao Pedrógão, uns 14 ou 15km de viagem. Cheguei por volta das 11h30 e ali me detive na marginal até que o convite para o almoço surgisse. Não demorou que o telemóvel tocasse e por volta das 12h45 ai estávamos nós abancados ao redor do peixe fresquinho que no Quebra-Mar se serve.

IMG_7638.JPG

 Na Praia deixei os veraneantes, e regressei à capital do barro leiriense, pois tinha aqui o computador à espera para fazer a reportagem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:40


São João na Bajouca Centro

por aquimetem, em 24.06.17

IMG_7568.JPG

 Estes bajouquenses são tramados, sempre disponíveis para se reunir e arranjar motivo que justifique o convívio. Desta vez foi São João que deu motivo para uma tarde bem vivida e animada no barracão do ti Bernardino Afonso, onde se juntou a maioria da Bajouca Centro, à volta da sardinhada e da tradicional fogueira que toda a nossa gente saltou. 

IMG_7575.JPG

 Faltou a música, mas não as gargantas afinadas para de tudo falar e bem dizer da terra e dos habitantes dela. 

IMG_7578.JPG

IMG_7579.JPG

IMG_7573.JPG

IMG_7574.JPG

IMG_7570.JPG

IMG_7584.JPG

IMG_7571.JPG

Já estou habituado, mas como só de ano a ano se festejam os santos populares, ia-me esquecendo do local onde o convívio tinha lugar. Foi graças a um telefonema do Arménio Sarradela que despertado fui ao encontro da malta já toda concentrada à volta dos “bifes do mar” , da saborosa boroa e dos cartuchos de 5 litros tintinhos.

IMG_7603.JPG

IMG_7593.JPG

IMG_7596.JPG

 E para ajudar a digerir as sardinhas e toda a carga que lhe fez companhia nada como dar uns saltos por cima da fogueira. Deu quem pôde e muitos foram os que puderam. Que São João tenha gostado como eu gostei 

Assim pode ver melhor

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:38


Um saudoso bajouquense

por aquimetem, em 24.06.17

IMG_7562.JPG

Conceituado industrial de madeira cuja actividade se estendia muito para além da região leiriense, o Sr. João Francisco Pedrosa, vulgo “João Grazina”, foi hoje, dia de São João, a sepultar no cemitério da sua freguesia que muito amava. Natural da Bajouca, onde nasceu, a 11/11/1934, e residia, o Sr. João Grazina, faleceu a 22/6/2017, com 82 anos de vida laboriosa e generosamente vivida. Homem de muita fé, que soube usar das faculdades recebidas do Criador para servir em família e em sociedade, honrando a sua condição cívica e de baptizado. Casado com D. Maria dos Prazeres Pereira Fernandes, o saudoso extinto era pai de seis filhos, João, Rui, Fátima, Regina, Ana Paula e Goreti Pedrosa. 

IMG_7566.JPG

O seu funeral que decorreu às 10h00, com missa de corpo presente, concelebrada; além do pároco da Bajouca, Sr. Padre Davide; do reitor de Fátima, Sr. Padre Carlos Cabecinhas;  o Sr. Padre José Henriques; e o pároco de Barbacena (Elvas), Sr. Padre Moisés, onde a filha do falecido, Goreti é religiosa;  e ainda o diácono João Paiva. Tanto o Padre Carlos Cabecinhas, como o Padre José Henriques são sobrinhos do saudoso Sr. João Grazina. No préstito além de muitos amigos, também muitas religiosas de diferentes  congregações.

IMG_7567.JPG

 Bem disse o filho João, no elogio fúnebre que no fim na Eucaristia, em seu nome e de toda a família, pronunciou como despedida do pai, mas também de agradecimento a tantos amigos ali presentes. Recordando, “Meu pai não vai ficar na história, mas fez história”. Fez, é mais um daquele homens que deixam rasto. Um saudoso bajouquense

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:45


Um leiriense notável

por aquimetem, em 23.06.17

fotografia-ricardo-gracaarquivo79adcfa5[1].jpg

Foi hoje a sepultar no cemitério de Monte Redondo (Leiria) um monte-redondense notável, o Sr. Leonel Pontes. Figura popular que se distinguiu no desporto, na política e nos serviços públicos da pátria de Rodrigues Lobo, e muito para além dela. Natural daquela freguesia e paróquia do concelho leiriense, e residente na cidade, o  conceituado técnico oficial de contas (TOC), era casado com Maria de Lurdes Bajouco Pinto da Costa Pontes e pai de Sérgio Leonel da Costa Pontes e Lurdes Catarina Pinto da Costa Pontes. Com missa de corpo presente muito participada, às 11h00,  o préstito constituiu  uma verdadeira prova do respeito e admiração de que gozava o saudoso finado que a parca ceifou do mundo dos vivos aos 67 anos. A toda a Exma. Família os mais sentidos pêsames.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:30


10 de Junho

por aquimetem, em 22.06.17

rui_moreira_lusa1392a744[1].jpg

Este ano foi no Porto que decorreu a celebração do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, como anfitrião o Presidente da Câmara Municipal da Invicta, Rui Moreira, no seu discurso destacou: “ Em tempos difíceis no país, a cidade do Porto nunca deixou de corresponder, embora no fim da crise volte “inevitavelmente” a ser esquecida”.

BBCosZj[1].jpg

Terminou com agradecimento ao chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, pelo facto de ter escolhido comemorar oficialmente o 10 de Junho no Porto, lembrando a “sorte e a ventura” de Portugal ser um país diferente de muitos outros, permanecendo “uno”. Se no Porto foram as celebrações cívicas que juntaram políticos e à volta deles quem por dever ou gosto de participar assistiu este ato solene, em Fátima foi a peregrinação anual das crianças de todas as dioceses do continente que neste dia 10 de Junho ali ocorre.

view.jpg

Fazem-no também em atenção à data com que Pio XII, em 1952, nos honrou ao inserir no Calendário Litúrgico Português a devoção ao Anjo de Portugal. Devoção antiga que a pedido de D. Manuel I, o Papa Júlio II instituiu em 1504, com a designação de “Anjo Custódio do Reino” cujo culto já era muito mais antigo. Esta devoção quase tinha desaparecido, até que em 1916 foi essa mesma divindade que na Loca do Cabeço se identifica aos pastorinhos de Fátima, como sendo o “Anjo da Paz, o Anjo de Portugal”. Também conhecido por Santo Anjo da Guarda de Portugal ou Anjo Custódio de Portugal, é uma das designações dadas a São Miguel Arcanjo. Os Anjos da Guarda são seres mais perfeitos e dignos que nós, criaturas humanas. Não devemos ignorá-lo. Tão importantes são os anjos custódios que em 1608 o Papa Paulo V instituiu a festa dos Santos Anjos da Guarda, e a partir de 1670, o Papa Clemente X fixou a festa obrigatória no dia 2 de Outubro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:28


Parabéns te dou Saudade

por aquimetem, em 22.06.17

IMG_7559.JPG

 Ora aqui temos nós quase 160 anos feitos a dividir por dois. Foi ontem dia 21 de Junho que a minha cara-metade completou 80 primaveras. E eu não falta muito que, se Deus deixar, os hei de também fazer. 

IMG_7544.JPG

Sem alarde e muito familiar o evento foi celebrado com um almoço num selecto restaurante escolhido pela nossa filha que veio da América Central, onde trabalha, tomar parte na festiva data

IMG_7551.JPG

A meio da tarde foi um lanche servido em casa a quem aparecesse para dar e cantar os parabéns. Muitos telefonemos e mensagens, mas bocas nem tanto assim. Era dia de trabalho. Foi um dia agradável de viver e daquelas datas irrepetíveis para quem as celebra.

IMG_7554.JPG

 Dois “carros de anos” é muito peso para quem os carrega, mas se mais vierem cá estamos para os festejar.

IMG_7558.JPG

À imitação dos nossos amigos também os parabéns te dou Saudade.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


O Fogo

por aquimetem, em 21.06.17

18428855_5gCoR.jpg

Como citei em “Portugal, minha terra” do passado dia 18, um dos amigos que tenho afetos à martirizada região que o fogo tornou tristemente famosa, é o distinto poeta e prosador João de Deus Rodrigues de quem hoje recebi esta mensagem e o respetivo poema a que faz referencia e eu com muito respeito e dor face aos acontecimentos transcrevo:
“… cheguei ontem de Pedrógão Grande /Mosteiro, onde estou casado vai fazer 50 anos, e lá vivi, pessoalmente, o drama do incêndio que devastou, pessoas, casas, animais e a floresta, e se aplica este poema, escrito há mais de vinte anos.
Poderá parecer imprudente, numa altura em que os fogos destroem parte do País, vir eu com um poema sobre o fogo. Pensei nisso, mas, mesmo assim, acho que é bom pensar no fogo e no que diz o poema”. -Já o conhecia e voltei a ler agora… É muito actual

O fogo.

No início,
No concílio do Poder,
Ordenaram-te os deuses:
Vai, leva luz às trevas,
E dá sentido à claridade,
Porque o Universo é teu.

Partiste como um raio,
E veio contigo o poder,
O ímpeto destruidor.

E espalhaste chamas
Pelo mundo,
E a beleza da tua cor.

Mas também,
Felicidade e sofrimento,
E muitas lágrimas e dor!

In livro “Passagens e Afectos” (alterado) – Tartaruga Editora

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:51


26 de Junho

por aquimetem, em 19.06.17

img005.jpg

Temos aí mais um 26 de Junho, dia em que partiu desta vida terrena para o paraíso, o fundador do Opus Dei, São Josemaria Escrivá. Aconteceu repentinamente em 1975, na cidade Roma, onde residia. Natural de Barbastro (Espanha), onde nasceu a 09 de Janeiro de 1902, São Josemaria por inspiração divina fundou o Opus Dei, a 02 de Outubro de 1928. Caminho de santificação no trabalho profissional e no cumprimento dos deveres quotidianos do cristão, o Opus Dei é uma prelatura da Igreja Católica com implantação nos mais diversos pontos do globo, e que de harmonia com a permissão das leis civis de cada país e dos deveres de cada baptizado faz de Jesus Cristo seu pendão evangélico. Com inicio em Espanha, ramificou-se e no ano de 1946 chega a Portugal, Itália e Grã-Bretanha, para um ano depois entrar em França, Irlanda e depois no México, Estados Unidos e por esse mundo fora. 

DSCN0723.JPG

 É o primeiro santo de altar devoto de Nossa Senhora de Fátima e do seu Santuário amigo, que por varias vezes visitou. Canonizado a 06 de Outubro de 2002, nesse ato solene João Paulo II designou-o como "o santo da vida corrente". Perfeita definição deste bem-aventurado, tendo em conta as normas que talhou para serem cumpridas pelos seus filhos e filhas no Opus Dei e que visam a santificação de cada um na sua condição social e laboral qualquer que seja. Desde que honesta. Temos assim, um dia festivo para os muitos fieis da Obra, amigos e devotos de São Josemaria, que no próximo dia 26 de Junho terão por todo o mundo celebrações de missas em honra deste santo da Igreja. Em Portugal serão:
- Braga: 26 de Junho, 19h00, Sé Catedral. Presidida por D. Jorge Ortiga
- Caldas da Rainha: 27 de Junho, 19h00, Igreja Matriz
- Cascais: 26 de Junho, 19h15, Igreja Paroquial de Cascais
- Coimbra: 26 de Junho, 19h00, Sé Nova
- Évora: 26 de Junho, 18h30, Igreja do Calvário
- Fátima: 26 de Junho, 17h00, Capelinha das Aparições
- Guarda: 30 de Junho, 19h00, Igreja da Misericórdia
- Lisboa: 26 de Junho, 19h00, Igreja de Nª Sª de Fátima. Presidida por D. Joaquim Mendes
- Lisboa: 26 de Junho, 18h30, Igreja de Nª Sª da Porta do Céu
- Lisboa: 26 de Junho, 19h15, Oratório de S. Josemaria
- Ponta Delgada: 26 de Junho, 18h30, Paróquia de S. José
- Porto: 26 de Junho, 19h00, Igreja da Trindade
- Setúbal: 26 de Junho, 19h00, Igreja da Anunciada. Presidida por D. José Ornelas
- Vila Real: 26 de Junho, 19h30, Capela de Nª Sª do Carmo. Presidida por D. Amândio José Tomás
- Viseu: 26 de Junho, 18h30, Sé Catedral

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:50


Não os perdedores

por aquimetem, em 17.06.17

345f3f5718[1].jpg

O mundo que Deus fez tão harmonioso para em paz se viver, foi contaminado pelo ser humano que de tudo arranjou forma de fazer o avesso. Não se percebe. A vida que é o mais belo que nos foi concedido, para certas pessoas não tem valor e sem respeito por esse maravilhoso dom, destroem-no ora involuntária, ora voluntariamente. A droga, o mau uso da liberdade e o supor-se auto-suficientes são responsáveis por muito daquilo que se lá chegarem só depois dos 60 se vão aperceber, e lamentar. Mas já sem tempo para corrigir. Aqui sem ter em conta o radicalismo dos terroristas que por doença provocada se suicidam em nome do seu deus impiedoso e assassino, inventado pelos políticos para em seu nome dominar os povos. Ou levar em conta os muitos jovem que na flor da idade arruínam a saúde e se tornam vítimas dos excessos deixando se afundar, sem forças para se voltarem a erguer. Aqui incluo dois homicídios recentes ocorridos na Holanda, e ambos com duas adolescentes ao que se crê, uma delas morta por um jovem de 14 anos colega na mesma escola onde eram alunos. A outra tem como suspeito um jovem de 16 anos. Segundo as autoridades foi através das redes sociais que se conheceram.

 

Theresa-May-Getty[1].jpg

Resta-nos a vitória de Portugal 3 e Letónia O. Bem como no Reino Unido a vitória de Theresa May. É verdade que não tendo ganho por maioria absoluta ficou em maus lenções, pois lá como cá vai ter os adversários a fazer-lhe a vida cara, e só com muita valentia vai governar o barco. A malta do “trabalho”, os trabalhistas pedem que se demita, mas ela como mulher às direitas não vai nisso. Quem ganha é que deve governar, não os perdedores 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:55

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D