Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Mas não fui só eu que fiquei contente

por aquimetem, em 30.04.17

IMG_7176.JPG

Agora quando vou à capital do barro leiriense não tenho Café à porta, se bem que não me faça falta e dispense esse costume guloso. Mas na 2ª-feira véspera de regressar à minha residência habitual, fui ao Lg. dos 13, onde no bar das Piscinas, me juntei à mesa de familiares e amigos em fraterna camaradagem. 

IMG_7202.JPG
Dos muitos defeitos que ainda não corrigi, um é concentrar-me na Bajouca Centro e só raramente sair para visitar os demais lugares da freguesia. Resulta daí, que com quase meio século de convivência com bajouquenses, sou mais conhecido do que conhecedor de pessoas e famílias da terra. Uma vergonha.

IMG_7208.JPG

Com muitos imigrantes que nesta quadra pascal vem de visita à terra-berço de muitos sou amigo, mas até alguns destes se me escapa o nome quando preciso de os citar, como agora. Todavia tenho sempre um anjo da guarda para me ajudar a resolver os problemas, desta vez foi a Bela.

IMG_7203.JPG

 Muitas caras conhecidas, mas que nem todas sei identificar, no meio de tantas sempre distingo algumas. Aqui o ti Silvino Afonso, com a sua canadiana ao lado,  a tomar o cafezinho junto do Rui e da  Célia Arneiro. Lá ao fundo, encostado ao balcão, o Paulo Renato, que tem os pais adoentados.

IMG_7204.JPG

Como aqui no palanque, muito entretido na leitura o ti Bernardino Afonso, e na galhofa a Isabel Neto, mais a Madalena Serradela.  

IMG_7215.JPG

Mas quem gostei mesmo de ver, pois já não via há tempos largos, foi a D. Luz, viúva do Sr. Farinha, figuras que deram ambas muito de si ao Rancho Folclórico do Grupo Alegre e Unido (GAU). Com residência em França, a D. Luz Ferreira da Mota, este ano decidiu-se acompanhar os filhos, o Fernando, aqui a seu lado, e o Aníbal com a esposa, que não os cheguei a ver. Fica para a próxima. 

IMG_7216.JPG

 Mas não fui só eu que fiquei contente

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:21


David Pedrosa

por aquimetem, em 29.04.17

DSCN0350.JPG

 No dia 26 foi a esposa, hoje é o David Pedrosa que fica mais afastado do seu dia de nascimento. Mas nem por isso deixa de festejar e reunir à sua volta os muitos familiares e amigos que não dispensam dar-lhe o merecido abraço de parabéns. Também eu desta cidade alfacinha, e em sábado de tempo pascal, e dia  29 de Abril, envio aquele chi-coração ao aniversariante com votos de parabéns e de muitos anos de vida.

340x255.jpg

Pena não poder fazer companhia, e ter a mesma idade. Dos tios muito amigos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:13


Parabéns à Helena

por aquimetem, em 26.04.17

 

1375854_596201303769856_503445693_n.jpg

 Maria Helena Pedrosa Afonso (55....)

 

Esta jovem faz hoje, dia 26, mais um daqueles dias que gostamos de festejar, alheios às consequências, não da data, mas dos anos… Que seja um dia muito feliz e animado para esta sobrinha, por natureza, sempre alegre e bem disposta. Para não pagar um cafezito  nem o telemóvel tem ligado, mas os parabéns ficam dados. Com um fraternal abraço, destes tios alfacinhas....

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 12:29


Residência Senior da Redinha

por aquimetem, em 24.04.17

560828609_1280x720.jpg

Em 14 de Setembro de 2007, com o titulo Redinha, escrevi no blog Na Retaguarda um breve resumo sobre a visita que fiz aquela simpática terra que está situada na ENnº 1, entre Coimbra e Pombal. Voltei lá na 5ª-feira, dia 20, agora para na acolhedora Residência Sénior da Redinha visitar um seu utente ali em recuperação, o Raul Afonso.

s340x255.jpg

Da primeira referência que fiz a esta vila iniciei, assim: “Acabei de gozar as chamadas "férias grandes" que este ano procurei aproveitar revendo terras e sítios que já conhecia e na medida do possível enriquecer a mente com novos apensos culturais. Foi assim que no passado dia 24 de Agosto conduzido pelo meu conterrâneo e homónimo José Borges resolvi conhecer a Redinha, uma histórica freguesia do concelho de Pombal que também já foi vila e sede de concelho entre 1159 e 1842. Consagrada a Nossa Senhora da Conceição, a Redinha recebeu foral dado por D. Gualdim Pais, da ordem dos Templários, que depois, em 1513, D. Manuel I revalidou com foral novo”. Não vou acrescentar mais ao que já registei salvo realçar a curiosidade de nestas visitas ter sido sempre conduzido por almas caridosas, a primeira foi por um meu conterrâneo, esta por uma excelente condutora que também foi guia para nos levar à Residência Sénior.

19776160_7gDKM.jpg

 Neste visita feita pela tardinha a esta simpática vila o que para mim tem de mais curioso é que fui outra vez de boleia. A primeira levado por um meu conterrâneo, agora por uma das três estrelas que tenho por sobrinhas - a Sãozita, a Helena e a Olivia - e com a minha cara-metade fomos convidados a ir visitar a Raul, que muito bem disposto nos recebeu. Pena, por falta de tempo, não se ter podido subir ao santuário de Nossa Senhora da Estrela, na encosta da serra do Poio-Redinha, mas em pensamento fui lá e confiei o Raul aos cuidados de Nossa Senhora. Além disso também os meus votos amistosos de rápidas melhoras deixo aqui. Houve entretanto tempo para no regresso, a Sãozita nos conduzir ao bar do Continente de Pombal e se tomar um aperitivo antes de jantar, cada um... em sua casa. E apetite não devia faltar, sobretudo aos filhos e maridos que ficaram em terra. Mas importa são as melhoras do Raul.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:50


Por terras de Leiria e Ourém

por aquimetem, em 23.04.17

IMG_7175.JPG

 Mais um dia em cheio. Desta vez com almoço no antigo telheiro do José Afonso e da Beatriz Rata, meus cunhados de saudosa memória. Aconteceu graças a um convite que para esse efeito recebi da Maria dos Prazeres e do José Carlos Carreira, meus diletos sobrinhos que na cidade de Leiria são conceituados industriais no comercio livreiro e no da restauração. Com o mano Raul a recuperar de uma enfermidade fora da Bajouca, mas que o Carlitos, neste domingo, foi autorizado a trazê-lo a casa para almoçar em família, quem pôde juntou-se na alpendurada para matar saudades e passar uns bons momentos a ouvir as peripécias do Raul sempre alegre e bem humorado. Desta vez um especial bem haja à Prazeres e ao José Carreira. Numa primeira ocasião hei-de retribuir com uma visita ao restaurante COURTESY MARGIN, Livraria Boa Leitura, mas nas roupas Lingerie Interioridades, não prometo.

IMG_7177.JPG

 Para depois do almoço, com café nas Piscinas – Largo dos 13, já a Sãozita e Virgílio Alberto tinham plano feito que foi só respeitar e cumprir.

IMG_7178.JPG

 Pelo andamento facilmente se adivinhava o destino, e não demorou a ser confirmado quando já junto do Altar do Mundo o carro apontou para a Casa do Clero Diocesano Leiria/Fátima. Era uma visita ao Sr. Padre Abel e a D. Rosa. É sempre com emocional alegria nossa e deles também arranjar oportunidades destas para conversar e recordar vivencias de velha e fraterna amizade

IMG_7186.JPG

 Como de costume foi mais uma visita carimbada com “selo mistério”, que desta vez não contemplou o Pedrogão, nem a Pia de Urso, mas Vila Nova de Ourém, onde na Pastelaria Veneza se abancou e lanchou à maneira. 

IMG_7189.JPG

 Para além do lanche beneficiei de um rico passeio que me levou a rever uma terra que já não visitava há bastantes anos, e que entretanto se tornou cidade perdendo “Vila Nova” para ser apenas cidade de Ourém. E cá temos o grupo reunido com a Sãozita, D. Rosa, Padre Abel, o carequinha, a Madalena do Arménio e a Saudade Rata. Falta o fotografo, que se vê noutra. 

IMG_7195.JPG

 Terra muito antiga teve carta de foral em 1180, dada pela infanta D. Teresa de Portugal, Condessa da Flandres, filha do rei D. Afonso Henriques e da rainha Mafalda de Saboia.

IMG_7199.JPG

 No regresso voltou a passar-se por Fátima para deixar os convidados. Depois vai de seguir em direcção aos Pousos-Leiria. Ali voltei a ser fotografo para apanhar, o Sr. Albano, o Virgilio, a Saudade, a D. Lúcia, a Sãozita e a Madalena. 

IMG_7197.JPG

 Em tempo pascal  não podia deixar de visitar e cumprimentar  a D. Lúcia e seu marido, Sr. Albano Rodrigues simpático casal nosso amigo. Foi mais uma das surpresas deste domingo, e inicio da semana em que vou regressar à poluente capital deste país sem rei nem roca.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:52


Rara e sem igual para mim

por aquimetem, em 22.04.17

 

IMG_7122.JPG
Hoje tive a Visita Pascal ou Compasso, na minha casa da capital do barro leiriense, com a Cruz dada a beijar pelo Pároco, Sr. Padre Davide Gonçalves acolitado por uma equipa de bajouquenses da Bajouca Centro. É o primeiro ano que este pároco preside a um acto destes na paróquia da Bajouca, e promete ao longo da sua permanência na freguesia visitar outros lugares, como este, até os percorrer a todos. Deus queira que com saúde satisfaça esse desejo.

IMG_7125.JPG

Ao mesmo tempo,15h00, saíram da igreja as demais 14 Cruzes que confiadas a cada um dos grupos encarregados de fazer, nos respectivos lugares, a Visita Pascal e uma vez concluída regressarem á igreja.

IMG_7127.JPG

Com os acompanhantes José Ferreira Soares, Lígia Afonso e Donzilia Estrada, aqui temos Sr. Padre Davide já pronto para continuar a tarefa desta tarde

IMG_7123.JPG

Mas antes da Cruz entrar,  entrou a fotografa que convidei para me substituir. Ganhei... em qualidade.

IMG_7138.JPG

 A Visita que este ano começou por minha casa, foi breve e logo partiram em missão levar a outras famílias a boa noticia de Jesus Ressuscitado. É nisto que a província ganha cultural e socialmente às gentes que se dizem citadinas.

IMG_7139.JPG

 Seguiu-se a Missa Vespertina, às 19h15, como sempre muito participada e abrilhantado por um coro harmonioso, onde para além das vozes, também os sons musicais se fazem realçar graças ao organista Gabriel Pedrosa.

IMG_7149.JPG

 A pascal jornada acabou com um convívio e jantar partilhado, no Salão Paroquial, que teve inicio por volta das 20h00. Também aqui a unidade, camaradagem, bairrismo e generosidade dos bajouquenses se mostrou e fez realçar na partilha e animação com que decorreu o convívio

IMG_7143.JPG

Gostei, aproveitei, e admirei. Que eu conheça, esta é uma comunidade rara e sem igual para mim.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Sob regência de cavalo marinho

por aquimetem, em 21.04.17

HPIM8353.JPG

Não há forma de evitar os fogos florestais. Mal o tempo aqueça aí temos as matas em labareda. Uns por desleixe, outros por ignorância e muitos por mão criminosa, o certo é que todos os anos a cena se repete, e ninguém resolve pôr termo definitivo, começando pela área da criminologia.Esta se for exemplar, logo os desleixados e os ignorantes aproveitam algo da lição…Terra de gente pacata, não deve ser difícil a quem atento ao comportamento de um ou outro habitante apontar o dedo a alguém que goste de se armar em bombeiro.

7521104_kVV5A.jpg

São fogos a mais, e sobretudo numa altura que o Verão ainda está longe e as matas muito viçosas. Certamente é por isso que os incendiários começam já por se treinar para o pino da época que há-de chegar. É estranho que no caso de Vila Chã um fogo florestal se dê por volta da 01h00 da madrugada, tratando-se de uma aldeia que nem tão-pouco é muito movimentada, visto não ser servida por estrada principal. Mas a verdade é que o incêndio se deu e repetiu, como li em noticia de 7 de Abril e dizia “ Este é o segundo incêndio em dois dias no concelho de Mondim de Basto”. Como combater os fogos também os incendiários tem de ser combatidos, se queremos um país apostado no turismo natural, e no caso de Mondim com o rio Tâmega, o Monte Farinha e as Fisgas de Ermelo como baluartes. São muitos os que se empregam, por conta própria ou de outros, nesta criminosa actividade que em nome da democracia se facilita alastramento.

capela de S.José do Fojo.bmp

O fogo que no Marão se deu depois, e obrigou ao corte IP4 é prova desse alastramento e da vontade em queimar o resto deste país que carece de quem ponha travão na carreta descontrolada. Como os incendiários também os “brincalhões” que se entretêm a telefonar para PSP e a colocar objectos estranhos, com aspecto de explosivos, como aconteceu junto a um prédio no Bonfim-Porto, mereciam passar uns tempos a recuperar da doença nas matas florestais, sob regência ….de cavalo-marinho.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:57


A desejada atenção

por aquimetem, em 20.04.17

IMG_7099.JPG

Tem sido um tempo pascal bem preenchido e vivido, e para isso muito contribuiu a permanência do Alvarito e dos pais durante um fim de semana alargado. Muito simpático e bem disposto fez companhia todos os dias em casa dos avós, e também às “meninas” que com ela costumam ir tomar café ao Largo dos 13, depois de almoço.  

IMG_7106.JPG

Aqui já nas despedidas com os pais arrumar a trouxa e avó de volta do saco. O netinho por vontade sua ainda por cá ficava mais uns dias. E até eu fazia muito gosto nisso, mas trabalho é trabalho e conhaque é conhaque.

IMG_7107.JPG

Destemido e muito falador, além de observador atento, o Álvaro com os seus quase quatro anitos faz muito boa companhia a quem souber dar-lhe a necessária atenção. Muito compreensivo desculpa quem não o pode acompanhar nas suas correrias ou lhe não presta a desejada atenção, o caso do avô materno.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:16


Cerimónia pascal

por aquimetem, em 19.04.17

IMG_7087.JPG

Em actividade desde 1993, o Centro Social da Bajouca tem como responsável técnica a Drª. Lucinda Afonso, e na Direcção o industrial Sr. João Vieites.

IMG_7084.JPG

Ontem, dia 18, os utentes e funcionários desta instituição social tiveram a Visita Pascal ou Compasso, com Missa, às 14h30, celebrada pelo Pároco, Sr. Padre Davide, e na concelebração o Sr. Padre Melquiades.

IMG_7081.JPG
Como noutra ocasião já disse “este Centro Social tem como base de orientação o Plano de Desenvolvimento Individual que determina o respeito pelas diferenças religiosas, étnicas e culturais; bem como incentivar a participação activa dos idosos e/ou familiares nas actividades do Centro com vista a promover a comunicação, convivência e ocupação dos utentes".

 O vídeo mostra o que não consegui expressar, em cerimónia pascal

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:01


Não me chamem vaidoso

por aquimetem, em 17.04.17

IMG_7038.JPG

 A parte que toca ao cerimonioso da quadra pascal já ficou referenciada em post anterior, agora vamos ao que pelo meio as circunstâncias abriram portas e nos deixaram entrar. Na tarde de Sábado a convite da Helena foi a visita ao Raul, que no Hospital de Santo André está internado. Admirei o modo como encara a doença que para ali atirou com ele. E pensei : Como é importante viver desprendido das ofertas mundanas que nos prende ao mundo! 

IMG_7053 (2).JPG

IMG_7049 (2).JPG

IMG_7041 (2).JPG

 No dia 14 a Ângela fez 12 anos e logo veio um convite para no Sábado, dia 15, ir até ao Largo dos 13 tomar parte no jantar de aniversário que em sua honra os pais lhe fizeram. Mas não ficou por aqui. Algo mais estava destinado para encerrar a semana maior.

IMG_7071.JPG

IMG_7074.JPG

IMG_7076.JPG

 Vem o domingo, e o Carlitos no fim da Eucaristia Pascal, onde esteve como organista do coro,  a recordar-me o convite feito anteriormente para almoçar na Eira. Por volta das 13h00 lá me tinha ele no Casal dos Afonsos pronto para mais uma tarefa de trabalho dentário…E que delicia! Só das mãos da Gabriela saiem sabores assim, com ajuda do marido,  Sr. Ten-Coronel Afonso. Cheguei à Eira, mas a juventude ainda não tinha chegado de fazer uns 8km., em bicicleta, que por caminhos e atalhos se determinou fazer nessa manhã sob orientação do atleta bajouquense Virgílio Alberto e da sobrinha Catarina Afonso. Foi um daqueles fins de semana que só na Bajouca se gozam e dão prazer viver. E já nem falo no que foi depois a tarde de domingo de Pascoa em minha casa. Isto para que me não chamem vaidoso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:15

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D