Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Dos transmontanos parte integrante.  

por aquimetem, em 29.11.16

ng1321769_435x490.jpg

O 25 de Novembro senão feriado devia pelo menos ser recordado a nível nacional com parada militar sob égide dos Comandos. Foram eles que destronaram quem abusivamente tomou o poder que o 25 de Abril construiu com a promessa de tornar Portugal democraticamente livre. A Câmara Municipal de Lisboa que ainda o ano passado se propôs assinalar o evento por proposta do vereador João Gonçalves Pereira (CDS-PP) mereceu igualmente os votos favoráveis de sete vereadores do PS e dos três eleitos pelo PSD. Mas este ano tudo foi silenciado, uma vez que a “geringonça” é superior a tudo.Claro que desagradava aos que no Período Revolucionário de 1975 ( PREC) , viram os seus projectos tombar. Fundamentam-se os que discordam no facto de se tratar de uma data que nega os valores de Abril, isto no entender do PCP e demais partidos de esquerda.

Já o ano passado a data foi ignorada, embora no Parlamento fosse o assunto abordado, mas no momento da decisão, diz a noticia : “Os partidos da esquerda (PS, PCP, BE e PEV) faltaram hoje à reunião do grupo de trabalho proposto pelo presidente da Assembleia da República para discutir uma eventual evocação parlamentar do 25 de Novembro de 1975, data que marcou o final do Processo Revolucionário em Curso (PRE)”.

Jaime Neves, o “Comando” que ao tempo liderava o Regimento de Comandos da Amadora, foi o herói do 25 de Novembro ao forçar os militares revolucionários da Policia Militar na Calçada da Ajuda a se renderem; e assim, as Forças Armadas verem restabelecida a normalidade. Natural de São Dinis, Vila Real, onde nasceu em 1936, como militar além de no continente , serviu também Portugal em África e na Índia. Um verdadeiro combatente orgulho dos portugueses e dos transmontanos parte integrante.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:41


Só Deus sabe o dia de amanhã....

por aquimetem, em 22.11.16

DSCN0561.JPG

A Casa Santa Maria nasce com o objectivo de oferecer um conjunto de serviços integrados – Residência para Idosos, Cuidados Continuados Integrados, Reabilitação, Centro de Dia, Ambulatório – aos profissionais dos Hospitais de Santa Maria e Pulido Valente, da Faculdade de Medicina de Lisboa e da Escola Superior de Enfermagem de Calouste Gulbenkian, bem como, aos respectivos cônjuges e familiares. A Casa Santa Maria, foi construída pela Associação de Apoio a Profissionais do Hospital de Santa Maria, num terreno com a área total de 18.000,00m2, cedido em direito de superfície pelo Município de Loures, e localiza-se em Camarate.

DSCN0563.JPG

Mais exactamente dito: na Av. Dr. Francisco Sá Carneiro, onde fui ontem, dia 19, fazer pela primeira vez uma visita in loco. Lugar airoso e ambiente acolhedor. Gostei de ver e apreciar donde a ponte Vasco da Gama e o aeroporto da Portela se deixam distinguir: uma pela imagem, e outro pelo ruído rotineiro dos aviões...

DSCN0565.JPG

Ao Sr. António e à D. Ilda devo o favor de me conduzir até lá pois quem não conhecer o local custa descobri-lo com tantas rotundas e ruas novas no trajecto.

DSCN0569.JPG

"Com uma área de construção de 8.716, 96m2, a Casa Santa Maria é uma Associação de Apoio a Profissionais do Hospital de Santa Maria que tem em funcionamento: Uma Estrutura Residencial para Pessoas Idosas com 77 camas; uma Unidade de Cuidados Continuados Integrados de Média Duração e Reabilitação com 40 camas; uma Unidade de Cuidados Integrados de Longa Duração e Manutenção com 36 camas; um Centro de Dia para 60 utentes; Centro Médico e de Enfermagem (Ambulatória); Fisioterapia e Ginástica de Manutenção (Ambulatória)". Tenho a minha casa, mas... só Deus sabe o dia de amanhã.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:23


Ano da Misericórdia

por aquimetem, em 18.11.16

pope@2x.png

O Jubileu da Misericórdia foi um Jubileu extraordinário que teve inicio oficialmente a 8 de Dezembro, dia da Imaculada Conceição, com a abertura da Porta Santa da Basílica de São Pedro. Como na sua carta de Novembro diz o prelado do OPUS DEI, D. Javier Echevarría :“Passou quase um ano desde que o Santo Padre abriu a Porta Santa, em primeiro lugar no coração de África, e depois na Basílica de S. Pedro. 

cristo_rei_1.gif

Ao aproximar-se o final deste ano jubilar, que terminará na Solenidade de Jesus Cristo Rei do Universo, a 20 deste mês, recordamos os eventos que ocorreram em todo o mundo. Os mais importantes aconteceram, sem dúvida, na intimidade de cada pessoa com o Senhor. Só Deus sabe bem quantas pessoas voltaram a reconciliar-se com Ele, talvez depois de muitos anos de afastamento ou de tibieza”. Diz mais: “O encerramento do Ano Santo não significa, portanto, um ponto de chegada para passar a outra coisa, mas sim um ponto de partida para caminhar com renovado entusiasmo pelo caminho do nosso progredir cristão. Desde o baptismo, todos nós, os cristãos, possuímos o sacerdócio comum, que nos leva a praticar a misericórdia com um profundo sentido da filiação divina”. 

Almas-do-Purgatório-229x300.jpg

 Além da Solenidade de Jesus Cristo Rei do Universo, festa instituída pelo papa Pio XI, em 1925, o mês de Novembro é também o Mês das Almas e por isso as do Purgatório são as mais recordadas durante este tempo e delas diz o Catecismo, no ponto 1031: “ A Igreja chama Purgatório a esta purificação final dos eleitos que é absolutamente distinta do castigo dos condenados (Catecismo, ponto 1031). Também São Josemaria Escrivá, diz no Sulco: ”O Purgatório é uma misericórdia de Deus, para limpar os defeitos dos que desejam identificar-se com Ele” (Ponto 889). 

051220141752-967-IMACULADACONCEIO.jpg

 É um mês que encerra com o inicio da "novena" da Imaculada que termina no dia 8 de Dezembro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:24


Apanhados de meio mês....

por aquimetem, em 15.11.16

DSCN0370.JPG

Não tenho pressa...,mas desta vez foi rezar pelos falecidos que me levou a terras de Leiria. E a comentar: nesta deslocação por terras de Leiria, fixei-me na capital do barro leiriense e daqui não saí. Objectivo era a tradicional Visita ao Cemitério, que em vez do dia 2 foi no domingo dia 6, e depois era regressar a Lisboa. Mas não aconteceu assim; um evento promovido pela Bajouca Centro e marcado para o dia 12 trocaram-me as voltas e vai de ficar até ao dia 15 na terra do padre Jerónimo que em Timor deixou fama.

DSCN0464.JPG

No barracão do ti Bernardino Afonso fui pousar na tarde chuvosa do dia 12, para ali com quem de perto ou longe apareceu para festejar o São Martinho. Aqui uma parte dos promotores e anfitriões, a Lígia e o Chico, juntos da "paciência", com a Donzilia Franca que de França veio também tomar parte. 

DSCN0450.JPG

DSCN0493.JPG

DSCN0476.JPG

DSCN0469.JPG

DSCN0468.JPG

DSCN0487.JPG

DSCN0466.JPG

DSCN0467.JPG

DSCN0516.JPG

E a ramboia só terminou com um café de maquina muito bem servido pelo Nuno e a mana Bela.

DSCN0529.JPG

Mas não se ficou por aqui. No domingo dia 13, outro acontecimento estava reservado para eu dele desfrutar: um lauto almoço e um passeio até ao Pisão onde a ABAD havia programado uma castanhada à maneira. Lá fui graciosamente conduzido pelo Virgílio Alberto.

DSCN0536.JPG

DSCN0539.JPG

DSCN0538.JPG

DSCN0543.JPG

DSCN0549.JPG

Uma estadia que terminei hoje, dia 15, com visita matinal à igreja paroquial de Santo Aleixo da Bajouca. Havia muito mais que relatar, mas Roma e Pavia não se fizeram num dia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:42


Mesmo sem Marcelo em Cuba. 

por aquimetem, em 14.11.16

IMG_20161027_142023a.jpg

 Hoje a mãe do meu neto Álvaro faz 39 anos que vai completar em Havana, a capital do pais onde a família Castro impera e a laboriosa aniversariante trabalha com muita dedicação. Para lá envio neste dia um forte abraço e beijinhos de pai orgulhoso pela filha que tem, e que vão acompanhados com votos de parabéns e desejo para que em ambiente familiar a data fique bem assinalada. Mesmo sem Marcelo em Cuba. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:45


Um singular atractivo regional

por aquimetem, em 13.11.16

DSCN0528.JPG

 É como digo, e mais não digo, porque senão todos querem vir viver nesta terra de gente generosa que são os bajouquenses. Depois do magusto de sábado, dia 12, que terminou com um cafezinho no Virgílio Sousa , e que prolonguei noite dentro a fazer a reportagem, vem o domingo, com a missa às 09h00. Mal tinha acabado cumprir esse dever de cristão e filho de Deus, surge uma alma simpática e generosa a convidar para ir almoçar, ao Largo dos 13, não por ser dia de feira, mas porque tinha em sua casa o ti Américo e a ti Maria “Alha” com quem podia desenferrujar a língua.Claro que aceitei logo e por volta da 13h00 lá estava eu nos 13 ainda com os tendeiros a impedir a entrada nas residências dos moradores do largo, como nestes dias é habitual e já ninguém se queixa pois de nada vale. 

DSCN0530.JPG

 Um casal muito activo e ocupado no fim do almoço tinha em agenda uma ocupação marcada, por isso durante esse lapso não havia muito tempo a perder com as visitas.  

DSCN0534.JPG

E até veio a calhar pois deu para dormir uma soneca em minha casa e esperar por ver satisfeito o convite feito para de tarde ir lanchar onde calhasse.

DSCN0542.JPG

Calhou no Pisão, onde a ABAD promoveu um castanhada, com uma feirazinha de produtos caseiros muito concorrida, como é costume em eventos ali realizados.

DSCN0546.JPG

 Com castanhas ofertadas e água-pé quase de graça foi um despejar de pacotes e por arrastamento vinho, cerveja, e outras bebidas espirituais que se dão bem com as castanhas. 

DSCN0541.JPG

Quentes e boas! Ao Zé do Jaime foi confiada a assada, e muitos foram os participantes no evento, evento em que muito gostei de tomar parte. Como disse graças à gentileza destes generosos bajouquenses. Que neste meu caso são sobrinhos.

DSCN0537.JPG

Rico domingo a encerrar uma estadia mais demorada na capital do barro leiriense. Agora só para o Natal onde o presépio paroquial costuma fazer furor e é também um singular atractivo regional.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:13


CASTANHAS E AGUAPÉ, COM FEBRAS À MISTURA

por aquimetem, em 13.11.16

DSCN0273.JPG

 Ontem foi dia de São Martinho, aquele santo que pela sua caridade e generosidade, os fieis recordam por ter repartido a sua capa com um mendigo. Facto que e em Portugal é festejado com muita alegria, e por vezes em demasiado, com provas de vinho, castanhas, aguapé e outras coisas mais. 

DSCN0432.JPG

Hoje, na capital do barro leiriense o lugar da Bajouca Centro escolheu o barracão do ti Bernardino Afonso, para festejar o magusto das mulheres, e com castanhas e febras foi um fim de Sábado que fez inveja ao dia de ontem, que como é tradição diz apenas respeito o sexo forte. O dia 12 de Novembro é consagrado às mulheres afim de puderem ajudar no dia seguinte….os homens a cura-la.

DSCN0485.JPG

 São elas quem o dizem e eu, não duvido delas. Mas passe a brincadeira, e vamos ao relato deste evento que merece destaque pelo bom exemplo de camaradagem e união que os habitantes deste lugar dão de toda a comunidade bajouquense. Falo mais dele por ser o que melhor conheço e me sentir integrado nele sempre que venho a terras de Leiria.

DSCN0448.JPG

A Eucaristia vespertina, que teve inicio às 19h15, e que o pároco, Sr. Padre Davide, celebrou, esteve a cargo dos escuteiros da Bajouca, Agrupamento 12 26, no decorrer da qual os novos responsáveis, que são os mesmos, tomaram posse. E muitos, como eu, ficaram em falta nesta Missa, que Deus nos perdoe

 

 

DSCN0507.JPG

 O certo é que no fim, até o Sr. Padre Davide aproveitou para cear com toda a Bajouca Centro que para o efeito o convidou. Se alguém tiver inveja que faça o mesmo no seu lugar, que se por cá estiver e me convidarem farei como agora fez o diácono João Paiva que de Belas veio com a esposa, uma cunhada e um sobrino, que são a Maria, a Irene e Pedro respectivamente, para dinamizar este convívio. Como também das Várzeas veio a Catarina Silva mais a filha e uma sobrinha. Estando cá e se então me convidarem podem contar lá comigo para fazer uma reportagem num dos meus blogs. 

DSCN0461.JPG

 E não se esqueçam de ter bem presente que São Martinho de Tours é um santo do Século IV que depois de convertido à religião cristã foi um grande impulsionador da cristianização da Europa. 

DSCN0472.JPG

 Um santo que não se notabilizou em petiscadas ou bebedeiras, mas na prática da caridade, ensino, fundação e construção de igrejas, de mosteiros e de escolas. Fazendo o bem como pede a Igreja e nem sempre os cristãos correspondem ao apelo de todos os bem-aventurados.

DSCN0514.JPG

  Mas há também a ter presente que: um santo triste é um triste santo. Haja alegria e verdadeira amizade cristã.

 Terminou assim, com café no Sousa como a cima se vê.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:16


Assim arrancou a semana

por aquimetem, em 09.11.16

sem nomeBruxellas.png

Já por mais que uma vez disse que na capital do barro leiriense até a inspiração aumenta e a motivação encontra onde se deter. Na 2ª-feira foi a Maria Emília, que sem eu contar apareceu no Café Sousa para se encontrar ali com a mana Saudade, onde também a Bela para formar um trio, foi à cozinha buscar a Luzia, sua mãe, para juntar as três. Sem objectiva, valeu a Catarina que atenta aos bons momentos locais tirou uma foto que por gentiliza me enviou. E eu divulgo. Três beldades da Bajouca Centro que somada as idades já passa dos 200.....

DSCN0420.JPG

Ontem dia 8 fui eu que uma vez mais dei com o Sr. Manuel "jardineiro" na colheita dos dióspiros que uma árvore do meu quintal produz em abundância.

DSCN0426.JPG

 Ainda lá ficou, como aconteceu com os figos, muita fruta para os pardais. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 17:40


Meus saudosos cunhados

por aquimetem, em 07.11.16

 

DSCN0418.JPG

O Outono é a estação do ano que antecede o Inverno. Uma da suas características principais é a descida média da temperatura, a cor amarelada da paisagem e o inicio da queda das folhas das árvores. Isto no que respeita às regiões afastadas do equador.

 

DSCN0373.JPG

 Já noutra ocasião citei que o Dia dos Fieis Defuntos ou Dia de Finados(2 de Novembro) era uma celebração da Igreja Católica que remontava ao séc. II, pois é sabido que já nessa altura muitos cristãos rezavam pelos seus entes queridos, visitando as tumbas dos mártires para rezar pelos que morreram. Mas de forma mais visível só a partir do séc. XI com os Papas Silvestre (1009), João XVII (1009) e Leão IX (1015) ao obrigarem a comunidade de fieis a dedicarem um dia aos mortos. No século XIII esse dia passa a ser comemorado em 2 de Novembro, uma vez que o dia 1 de Novembro é a Festa de Todos os Santos. Li algures que “suportar o Outono é renovar-se para a vitória”. Assim será, pese entretanto o ter-se ainda que enfrentar o Inverno para chegar à Primavera... Temos o mês de Novembro ou mês das Almas , em pleno Outono, e pelas suas características é bem natural que a Igreja como mãe cuidadosa que é tenha escolhido este tempo para nos recordar o mistério da morte, logo no inicio do mês de Novembro, dia 2.

DSCN0379.JPG

Deste mês tenho bem presente uma visita que fiz ao cemitério da minha aldeia, talvez o primeira da minha vida, onde recordo o frio que passei e a devoção com que na procissão se rezava pelas almas do Purgatório. Da minha mãe aprendi esta pedagógica lição “ A gente não deve esquecer nunca o que os nossos pais nos ensinaram.”. E aqui temos um exemplo. Os saudosos Zé Afonso mais a Beatriz Rata foram do Casal dos Afonsos, anfitriões. Mas chegados ao fim da sua viagem  por este vale de lágrimas deixaram a prol entregue a cuidar de si.

DSCN0413.JPG

Ontem, como é tradição juntaram-se filhos e filhas, genros e noras, netos e netas, que no fim da missa e da procissão ao cemitério almoçaram na alpendurada da casa-mãe. Aqui uma parte dos herdeiros do Casal dos Afonsos, com o "Carlitos" assistindo, de arma em punho, ao desenferrujar do grupo….

DSCN0387.JPG

Quem tem a sorte de ter família assim, tem motivo forte para redobradamente agradecer a vida terrena que Deus nos deu, não só em dia de Fieis Defuntos, ou nem como na Bajouca cuja visita ao cemitério se fez no domingo a seguir, ontem dia 6.

DSCN0409.JPG

 Como eu também este simpático trio de "infiltrados" penetrou no Casal dos Afonsos, donde cada um veio colher a sua flor que com muito carinho e zelo o Zé Afonso e a Beatriz ajardinou. Meus saudosos cunhados 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:58


Só tenho a dizer bem

por aquimetem, em 05.11.16

DSCN0357.JPG
Na passada sexta-feira precisei de ir a Leiria, e como demorei por lá apeteceu tomar um cafezinho antes de regressar à capital do barro leiriense onde no Lg dos 13 tinha a promessa do jantar.

DSCN0354.JPG
Por indicação de quem bem conhece a cidade A TABERNA foi o espaço escolhido, e que pelo bom ambiente e a simpatia dos seu pessoal sempre que calhe, da minha parte, ganhou mais um cliente. E recomendo.

DSCN0360.JPG

 Cafezinho tomado, vai de ir ao encontro de quem vai oferecer o jantar, mas também ainda em Leiria com a colega de trabalho, D. Lúcia, que fazia gosto tomar um café com quem me acompanhava. Mas já tínhamos tomado a nossa dose. Fica para uma outra ocasião. Agora era isto que se esperava nos 13.

DSCN0358.JPG

 Para isso houve que ir em busca do jantar, previamente encomendado, e carrega-lo pelo caminho, até o tinto.Aqui embrulhadinho e empacotado foi comê-lo em família, e no fim a castanhada para sobremesa...e ajuntamento de participantes no descasque e no tintole...

DSCN0363.JPG

 E pecador me confesso, até eu não resisti a mais um copito que o habitual, pois os grelhados de entrecosto e  coelho antes, e depois as castanhas, são alimentos que não pedem água.... 

DSCN0368.JPG

 Até as virtuosas senhoras que se dizem não gostar dele..... aqui as temos com as garrafas cheias, em frente e o jarro vazio escondido atrás.

DSCN0364.JPG

Só o anfitrião por desportista e atleta que é não acompanha a pedalada dos seus convidados. Para castigo fica a chuchar no dedo, como o Arménio.

DSCN0366.JPG

Também estes jovens atletas como tal  e brilhantes estudantes que são, não devem ingerir bebidas alcoolicas como os adultos para se manterem em forma. Uma das sextas-feiras que só tenho a dizer bem, como de todas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:19

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D