Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Lembrando o 1º. de Dezembro

por aquimetem, em 30.11.15

004.JPG

A tarde soalheira de 29 de Novembro, primeiro domingo de Advento, prestou-se para me deslocar ao centro da cidade afim de assistir a um desfile de Bandas Filarmónicas que do Marquês até aos Restauradores deu brilho e animou toda aquela artéria alfacinha. Evento inspirado pelo “Movimento 1º. de Dezembro” , de pronto a ideia se mobilizou por todo o país, e diversas bandas e municípios aderiram. Com destaque para a Câmara Municipal de Lisboa, e a Sociedade Histórica da Independência de Portugal que incluiu no Programa Oficial das Comemorações do 1º. de Dezembro. Com inicio às 15h00, a concentração deu-se junto ao Monumento aos Mortos da Grande Guerra.

Sem desprimor, mas muita simpatia e admiração por todas as 28 Bandas que desfilaram neste 4º- Desfile, do género, realizado na capital, vou apenas destacar quatro delas, por serem as que despertaram em mim aquele sentimento intimo que nos recorda ou liga a algo já nosso conhecido.

avenida 001.JPG

avenida 003.JPG

Começo pela Banda Nacional da Força Aérea, pois me trouxe à memória o seu saudoso maestro e meu dilecto amigo Major Silvério Campos, a quem fiquei a dever a musica do hino de Vilar de Ferreiros, que consta no meu opúsculo “A Região de Basto e as Ferrarias entre Tâmega e Douro”.

avenida 035.JPG

avenida 034.JPG

Do mesmo modo destaco a Banda Musical e Artística da Charneca do Lumiar pois que ignorava a sua existência, pese ter vivido durante vários anos na muito antiga paróquia de São João Batista do Lumiar, e não me lembro de ver ou ouvir falar desta banda. Parabéns à alfacinha Charneca.

avenida 031.JPG

avenida 032.JPG

Outra foi a Sociedade Filarmónica Maceirense, que realço por afecta a uma freguesia do concelho de Leiria, concelho ao qual estou ligado por casamento. E mais ainda, pelo facto de nessa freguesia e paroquia de Nossa Senhora da Luz (Maceira) ter sido pároco o Sr. Padre Melquiedes, um amigo e distinto bajouquense que muito prezo.

avenida 056.JPG

avenida 057.JPG

Por ultimo saliento a Banda Musical da Torre de Ervededo que desceu de Trás-os-Montes, a minha maronesa província, à capital do reino. Torre de Ervededo é sede de uma freguesia do concelho de Chaves e também já foi sede de um antigo município. Para encerrar o desfile, com chave de ouro, calhou à nossa muito aplaudida banda, o que aconteceu por volta das 17h00. Duas horas bem passadas na acolhedora Avenida da Liberdade, em Lisboa. Além do espectáculo musical, também o sentimento patriótico esteve presente, lembrando o 1º.  de Dezembro.

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:37


Um bem haja.

por aquimetem, em 28.11.15

relot 005.JPG

Ontem, dia 27, um casal de sobrinhos desceu de terras do Lis afim de fazer mais uma visita surpresa aos tios residentes na capital do reino, Lisboa. À semelhança do caracol, aí vem eles na sua “casa rodante” estacionar junto ao alvo que a deslocação tinha em mira.

relot 003.JPG

Sucede porem que o parque em questão é reservado a moradores da zona, e quem ali abandonar o veículo está sujeito a que apareça a EMEL e consequentemente a respectiva multa e o reboque. Mas há sempre uma maneira de dar a volta às complicações e esta foi em vez de subir e lanchar em casa dos tios, ser estes a descer e no interior da apetrechada roulotte tomar o cafezinho ali confeccionado pela Isabel e ajuda do Leonel, os tios foram apenas convidados. Estes momentos é que são prova da mutua amizade que hoje em dia não ambunda na nossa sociedade.

relot 006.JPG

Lanche servido, visita feita, e lá se foi a companhia física e tão agradável destes dilectos sobrinhos, sempre atentos ao que de bom ou menos bom mexe com a família. Um bem haja.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:58


Cumprimento das promessas

por aquimetem, em 27.11.15

050.jpg

Refém da Esquerda Radical, reuniu esta manhã, pela primeira vez, o Conselho de Ministros do governo de António Costa. Á mesma hora também na Assembleia da República dava entrada pela mão do PCP e do BE um projecto lei para por fim às provas finais do 1º. Ciclo, prova de avaliação que foi criada por Nuno Crato e que tinha em vista testar os alunos no 4º. ano de escolaridade. Com os votos do PS, do PCP, do Bloco de Esquerda, do PEV e do PAN, a lei foi aprovada e a porta ao facilitismo aberta. Mau agoiro, uma vez que o novo ministro da Educação nem tempo teve para conhecer o seu gabinete da Cinco de Outubro e já a esquerda radical lhe está arranjar sarilhos bem escusados, pois em nada vem favorecer a vida dos alunos, nem dos pais que apostam na boa formação dos filhos. Também no dito Conselho de Ministros foi aprovado o programa do governo que será apresentado e discutido na Assembleia da Republica na próxima 3º-feira. Nele consta a venda do Novo Banco, o Orçamento de Estado para 2016, nomeações para cargos públicos e recuperação do capital da TAP. Agora na condição de Deputado e presidente do PSD, o Dr. Passos Coelho, assim como o seu parceiro de coligação Portugal à Frente, Paulo Portas que foram derrubados pelo actual executivo, por certo que na oposição vão desmascarar tudo quanto atente aos superiores interesses do País e da maioria dos portugueses que neles confiam. E bem preciso é que não se deixe a rédea solta a quem logo à partida deixa muitas dúvidas ao escolher para o seu executivo governamental figuras muito ligadas a factos que não abonam em nada a favor das pessoas a quem são atribuídos, e que a comunicação social já muito divulgou. Vamos aguardar, também pelo cumprimento das promessas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:01


Vamos entrar em tempo de Advento

por aquimetem, em 22.11.15

tcortez 004.JPG

Aqui meu vizinho, o Teatro Armando Cortez é uma sala que não vejo muito frequentada pelos alfacinhas. Mas é habitual vir de longe apreciadores da arte teatral assistir aos bons espectáculos que esta sala prima em exibir. Desta vez em cena está a “Cinderela”, um musical com texto e encenação de Fernando Gomes, e interpretado por: Andreia Ventura, Diogo Bach, Henrique Macedo, Kim Cachopo, Maria João Vieira, Pulo Neto e Tiago Almeida.

col21 002.JPG

No sábado, dia 21, veio da capital do barro leiriense, e não só, uma representativa embaixada, constituída por sobrinhos nossos, que após assistir à sessão das 14h30 nos honrou com a sua visita surpresa. Além do espectáculo, esta deslocação a território de São Loureço de Carnide, por certo que já previa essa visita surpresa, e só não anunciada antes para nos evitar canseiras. São assim os membros desta família

col21 001.JPG

Foi uma alegria imensa que nos deram, e que veio suavizar o sentimento de quem já tem saudades de se encontrar com tão amáveis visitantes em Santo Aleixo da Bajouca. Vieram abrir ainda mais o apetite

col21 006.JPG

O adágio que diz: “Primeiro a obrigação e depois a devoção”, notou-se aqui, quando um compromisso anteriormente assumido fez reduzir o grupo; a modos, que para jantar no Colombo, apenas este simpático trio, após muita insistência, nos acompanhou.  

col21 013.JPG

E a sua companhia foi providencial, pois graças ao bajouquense trio pude ver o que aqui a dois passos de casa desconhecia, e tão-pouco sei se viria a visitar: o Presépio/2015 do Centro Comercial Colombo (Carnide-Lisboa). Não me perco nestes espaços, senão para dar satisfação a situações pontuais.

col21 010.JPG

Mas com toda a franqueza confesso que para além da companhia e do jantar, gostei imenso de ver este presépio em movimento. E faço votos que não seja movido apenas com espírito mercantil, mas com aquele sentido cristão que o 25 de Dezembro lhe confere.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:31


Fui a Fátima

por aquimetem, em 20.11.15

 

fatima19 007.JPG

Ontem, dia 19, fui à Cova de Iria. A ultima vez que tinha estado no Altar do Mundo foi no passado dia 12 de Agosto. Lá voltei agora para agradecer a Nossa Senhora de Fátima a satisfação das preces que lhe dirigi durante este intervalo que se prolongou de finais de Verão até esta boa parte de Outono. Fi-lo porque aprendi no ambiente familiar que ser agradecido é uma virtude característica das pessoas bem formadas e que conservam as boas tradições herdadas do antanho. Quando menos o esperava, a minha próstata deu-lhe para crescer e travar as urinas de sair, de modo que só uma intervenção cirúrgica pôs cobro ao problema. Como não bastasse, surgiu, após a cirurgia, uma infecção causada por uma bactéria que me obrigou a mais 13 dias de internamento hospitalar. Mas tudo já passou, e por isso é que fui de Lisboa a Fátima, acompanhado por um casal amigo que me conduziu até lá.

fatima19 001.JPG

Ao cabo de 125km percorridos estávamos no Santuário para na igreja da Santíssima Trindade assistir à missa das 11h00.

fatima19 005.JPG

Depois foi uma foto junto à estátua do Papa João Paulo II, e vai de seguir para a capelinha das aparições. Distância breve, mas que de vagarinho deu para a Saudade e a D. Ilda rezarem o terço, antes de comprar a velinha e darem por finda a suas promessas.

fatima19 008.JPG

Concluída que estava a motivação que ali nos levou, foi o despedir do sagrado recinto com uma foto tirada em frente da capelinha das aparições; e enquanto ficou a decorrer a missa das 12h30, partimos em busca do almoço.

fatima19 010.JPG

O restaurante escolhido foi o que ficou mais à mão, “O Recinto” por junto ao parque onde estacionamos o carro

2_IMG_4739%20(Large).jpg

A encerrar foi uma visita de cortesia e muita amizade ao Sr. Padre Abel, pároco de Santo Aleixo da Bajouca, que se encontra em recuperação e repouso na Casa do Clero Diocesano de Leiria/Fátima, e o qual aqui recordamos em foto colhida a seu tempo, ao lado de D. António Marto. Quando nestas situações, é sabido que todas as pessoas agradecem uma visita de amigo. E eu, quando ultimamente internado, senti e experimentei essa consolação. Depois foi o regresso a Lisboa, com cerca de 250km, nesse dia, percorridos. Tempo bem aproveitado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:53


13 de Novembro de 2015

por aquimetem, em 18.11.15

img_757x426$2015_11_18_06_46_22_496541.jpg

Defende, e bem; Vasco​ Themudo:  "Quando não se defende a vida humana em todas as circunstâncias, não há segurança para ninguém… O que aconteceu na França, e se tem verificado também em países da África e do Oriente, ajuda-nos a pensar que o problema é muito mais grave. A morte de seres humanos inocentes tem sido desvalorizada. Em todos os países está praticamente legalizado o aborto e vai-se promovendo a eutanásia e o infanticídio, como um direito, sendo até apresentado como sinal de progresso e conquista da liberdade. Em Portugal, desde 2008 há cerca de 18.600 abortos por ano: 51 por dia. Na França há cerca de 200 mil abortos por ano: 547 por dia. E são seres humanos indefesos e inocentes. É um crime abominável; é um verdadeiro estado de barbárie, anticivilizacional!". E à cerca desta matéria, o activista anti-pornografia, Jonathon van Maren, resume : “A Pornografia reduziu as mulheres ao nível de objectos. E se a nossa cultura pornográfica cada vez mais vê as mulheres como objectos, o quão fácil não seria considerar seus filhos não nascidos como um ‘amontoado de células?”.

20151116000450930231i_310x200.jpg 

 Mas ficamos por aqui, com esta foto que o fotógrafo francês Manu Wino divulgou da casa de shows Bataclam minutos antes do ataque terrorista que fez 129 mortos. A foto mostra um público sorridente, que acompanhava a apresentação da banda Eagles of Death Metal na noite da última sexta-feira, 13 de Novembro de 2015. Há que reflectir

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:18


Aquilo que ele decidir é que vale

por aquimetem, em 17.11.15

 

mw-860.jpg

 "Os vencedores", Passos e Portas.

Não sabemos qual a decisão que vai tomar o Sr. Presidente da Republica, mas seja qual for é sempre a melhor para Portugal e os portugueses, digam as más línguas o que disserem. A barulheira que os partidos de esquerda fazem e a comunicação social que vive destas quezílias partidárias aproveita, não incomodam Cavaco Silva, nem os portugueses que desejam respeito por quem ganhou as eleições de 04 de Outubro, e repudiam a atitude de quem derrotado quer ser vencedor e governar. Atitude que suja a imagem de um partido que inicialmente se bateu pela liberdade e combateu o radicalismo daqueles a quem agora se ligou só para se guindar ao poder que o eleitorado desta vez lhe negou.

antoniocosta3.jpg

 "O derrotado", António Costa

Não é bonito e certamente numas próximas eleições vai pagar caro esta aventura em que um António Costa se meteu, e meteu o partido. Mas quem com toda a competência e autoridade está ao leme é o Presidente da República, Doutor Aníbal Cavaco Silva, e aquilo que ele decidir é que vale.

Autoria e outros dados (tags, etc)


A luz que brilha no Monte Farinha

por aquimetem, em 13.11.15

 

12235025_1673775436242596_8806645824156943559_n.jp

 Era há muito aguardado que no cimo do Monte Farinha, a sua coroa de gloria e morada da sua padroeira, Nossa Senhora da Graça, também durante a noite se deixasse identificar por quem de perto ou longe deite o olhar na direcção daquela gigantesca pirâmide granítica. Demorou, mas hoje além do mais também os vândalos vão passar a ter aqui a sua acção mais dificultada; e assim, como também esta montanha sagrada passou a ficar mais dignificada; diríamos, que à medida do ponto de referência que é de toda a região de Basto, mormente do transmontano concelho de Mondim. Mais um salto qualificativo da administração do Santuário sob orientação da paróquia de Vilar de Ferreiros e do apoio das diversa entidades intervenientes, com destaque para a Vereação e Câmara Municipal a que preside o Prof. Humberto Cerqueira, pois que de maneira particular se têm empenhado na solução desta lacuna.

fotografia0195_001.jpg

Com o leito do Rio Tâmega, as Fisgas de Ermelo e o Monte Farinha, Mondim de Basto tem nestes três pilares o apoio bastante para dinamizar o turismo rural, e outro, criando assim, riqueza sem precisar de sacrificar a paisagem natural com que foi privilegiado pelo Criador. Já basta a desfiguração da paisagem, e o empobrecimento do solo, retirando-lhe o granito e por certo apagando muito da história remota que povos diversos deixam assinalada em castros e gravuras rupestres, como por exemplo no Meão Grande (Alto dos Palhaços), no Crastrueiro e nas Richeiras. Durante anos sem conta, entregue ao Deus dará, o património histórico-cultural desta região deixou-se atrofiar e até desbaratar, servindo, em muitos casos, os restos arqueológicos que a esmo existiam por todo o Monte Farinha, para fazer paredes e adornar quintais. Duma forma ou outra, assim era dantes e assim continua a ser.

                                                                                                               

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:37


Que o eleitorado doravante abra os olhos

por aquimetem, em 10.11.15

antoniocosta3.jpg

António Costa, o "pouquechinho"

Ainda não se sabe qual vai ser a decisão final do Sr. Presidente da Republica. Mas a do PS, BE, PCP e dos Verdes já são conhecidas: deitar a baixo um governo legítimo para se apoderarem do poder que o eleitorado lhes negou. Foi hoje, dia 10 de Novembro, com moções de rejeição e a não aprovação do Orçamento de Estado. Não tem legitimidade quem deste modo se guinda a governante de um país com história milenária e marcado por valores morais e cívicos que lhe dão prestigio universal. O que hoje aconteceu na casa onde se diz ser o epicentro das decisões democráticas e o povo tem os seus representantes, deu mais uma má imagem de si, que Barroso da Fonte em artigo, muito bem retratou, ao dizer: “Os profissionais das greves terão que escolher outra ocupação. Os sindicalistas, com bigode ou sem bigode; deixarão de ter tempo de antena por cada mais um distúrbio de rua; na assembleia de República, já não haverá debates acalorados entre os três partidos desse cozinhado de mau gosto. Teremos quatro anos mornos, com a actual «Coligação» a poupar para a esquerda consumir. As leis vão sair em catadupa, para revogar aquelas que a «Coligação» produziu”. Mas Passos Coelho logo preveniu: ““Quem hoje votar pelo derrube do Governo legítimo não tem legitimidade para mais tarde vir reclamar sentido de responsabilidade, patriotismo ou europeísmo". Aguardamos, mas não se advinha coisa boa com gente desta estirpe, gente que das derrotas fazem vitórias, e sem vergonha trepam por cima que quem ganhou. Os portugueses é que vão sentir. E o Presidente do Partido Popular Europeu, actualmente o maior grupo politico no Parlamento Europeu e no Conselho Europeu, Joseph Daul, já alertou: “a queda do Governo português resulta de se ter colocado “a política mesquinha acima dos interesses dos cidadãos portugueses” e diz que a nova “coligação de esquerda é uma miragem e está a fazer falsas promessas ao povo português”.“Quando Pedro Passos Coelho se tornou primeiro-ministro, Portugal estava numa terrível situação, herdada da desastrosa gestão do anterior Governo socialista. O Governo formado pelos partidos membros do Partido Popular Europeu, PSD e CDS-PP, conduziu Portugal para fora da crise económica mais severa em décadas. Isto foi reconhecido pelo povo português nas recentes eleições, nas quais PSD e CDS-PP foram reconfirmados como a maior força política portuguesa”, refere o presidente da família europeia onde estão integrados os dois partidos portugueses da coligação Portugal à Frente.Joseph Daul considera ainda que “as acções de hoje contra o vencedor das eleições colocam em risco todos os esforços do povo português nos últimos anos”, e que “a coligação de esquerda, que inclui partidos anti-União Europeia, anti-euro e anti-NATO, não é uma alternativa responsável. Não oferece um programa de crescimento económico sustentável”. A ambição pelo poder poder, de um António Costa, e os interesses ocultos que lhe andam aderentes, deram nisto. Que o eleitorado doravante abra os olhos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:07


Regressei com o céu da boca quente

por aquimetem, em 09.11.15

luz 010.JPG 

 Foto colhida dos interiores do Hospital da Luz (Lisboa)

Depois de mais 13 dias de internamento hospitalar, regressei a casa e parece-me que pronto para também regressar à normalidade. Neste lapso foram muitos os amigos que se interessaram pela minha saúde, ora visitando-me, ora manifestando a sua amizade pelas mais diversas formas, inclusive a via online. A todos o meu muito obrigado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 22:25


Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D