Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Amizade e consideração

por aquimetem, em 31.01.15

004.JPG

          Não sei se vou hoje à Noite de Fados que a ABAD leva a efeito no Salão de Festas do Pisão, que esta manhã dei um passo no sentido de o poder fazer, dei. Tinha a missa vespertina às, 17h30 e não queria passar o sábado sem essa participação. Pela manhã apercebi-me que junto ao adro havia um movimento de pessoas pouco habitual, o que me despertou a curiosidade e vai de procurar saber o porquê.

001.JPG

          Era um simpático casal de bajouquenses que nesse dia, 31 de Janeiro, festejava as suas Bodas de Ouro matrimoniais , com missa matutina celebrada pelo Sr. Padre Abel. Aproveitei a oportunidade para tomar parte nessa eucaristia e assim ficar com o meu dever comprido nesse sábado. Além de ter ficado radiante por assistir a tão importante memoria que com muita alegria o casal Luís Serrada e Maria Lopes festejou e cristãmente assinalou.

          Para abrilhantar a Missa de acção de graças o grupo musical Luz Sem Tempo deu a sua colaboração, que com o circulo de familiares e amigos ali presentes deu aos “noivos” a prova de verdadeira amizade e consideração de que gozam na comunidade. Os meus parabéns.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:25


Bom fim de semana

por aquimetem, em 30.01.15

 

ANOS SAUDADE 462 (2).jpg

(Parque do Pisão)

          Este fim de semana vai haver noite de fados na Bajouca, já disso dei noticia. Vou lá passar o meu, mas não prometo se vou ao Salão de Festas do Pisão. Depende tudo dos compromissos familiares e por consequência de tempo disponível para partilhar de mais uma das iniciativas da ABAD promovida para divulgar e prestigiar a capital do barro leiriense. Quer assista, quer não, lá estarei vizinho e apoiante do espectáculo que promete, de fado e boa culinária. Para quem se fica pela Net ou outras bandas, os votos de bom fim de semana.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:51


Sou um vulgar baptizado

por aquimetem, em 29.01.15

poster_de_sao_tomas_de_aquino-rd515bc6672b5465aa75

(S.Tomás de Aquino, Doutor da Igreja)

          São Tomás Aquino é o teólogo mais representativo da escolástica (linha filosófica medieval de base cristã), daí também a mais notável testemunha do renascimento cultural do séc. XIII. Natural de Roccasecca (Italia), onde nasceu em 1224 ou 1225; fez os primeiros estudos no Mosteiro de Monte Cassino, ao tempo marco da cultura e símbolo do regime feudal. Continuou a formação na Universidade de Nápoles, onde se estudavam as ultimas novidades, numa primeira iniciação à ciência árabe e á razão grega. É aqui que Tomás de Aquino decide o seu futuro e entra na ordem dos Frades Pregadores, também acabada de fundar por São Domingos de Gusmão, no Sul de França. Contrariando a família de Monte Cassino, o jovem noviço parte para Paris, onde na Universidade parisiense, com todo o apego, a fecundidade do seu pensamento se desenvolve e a teologia ganha um genial teólogo que vai revelar-se no seio dessa instituição superior, em Paris, Colónia, Roma e Nápoles. Na sua formação intelectual pesou além de Aristóteles, não menos os trabalhos de Santo Agostinho, Avicena, Averróis e outros nomes famosos do pensamento superior.

300px-Aristotle_by_Raphael.jpg

(Aristóteles, filósifo grego)

          Mas é de tal maneira notória a influencia de Aristóteles na sua filosofia que esta é também designada como aristotelismo cristão. Faleceu em Fossanova (Italia), a 07 de Março de 1274, quando se dirigia para o Concilio de Leão. Autor de uma obra diversa e fecunda, este notável teólogo, filosofo e padre dominicano foi declarado santo a 18 de Julho de 1323, por João XXII. A Igreja celebra a sua festa a 28 de Janeiro. Das suas obras principais destacamos: “Suma Contra os Gentios” e “Suma Teológica”. Para além do sagrado respeito que todos os modelos de santidade que a Igreja Católica propõem aos fieis cristãos, São Tomás de Aquino tem, para mim, a particularidade de ser o autor de “Adóro te, devóte”, uma oração que gosto de rezar, sobretudo à quinta-feira, e não sou religioso e muito menos beato. Sou um vulgar baptizado.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:06


Já chega de baralhar as cartas....

por aquimetem, em 28.01.15

 

imagesK76RXCT4.jpg

A Grécia que já deu lições ao mundo de cultura e civilização, acaba de ensaiar mais uma dessas façanhas históricas que ficam nos arquivos e memoria das gerações. Foi no domingo, dia 25, e teve como protagonista Alexis Tsipras, um engenheiro civil, nascido em Atenas em 28 de Julho de 1974. Líder do partido da esquerda radical Syriza, convenceu uma grande parte do povo grego a elege-lo primeiro-ministro da Grécia, na expectativa de que através da sua eleição melhorem as condições de vida e a crise deixe de atormentar os gregos. Oxalá as boas intenções do vencedor e de quem nele confiou se materializem e o milagre aconteça. Milagre, só pode ser, pois não se pagam dividas com promessas e sem crédito não pode haver progresso nem desenvolvimento.

images1BUB3MOK.jpg

Li algures: “ O calendário de Tsipras é apertado. Tem, para já, a necessidade de fechar a quinta avaliação do programa da “ Troika” e, se conseguir fazê-lo o que só é possível sem deixar cair muitas das principais promessas, tem mais uns meses para negociar um programa cautelar reforçado. Só assim poderá aceder ao novo programa do BCE, do qual está ainda afastado”. Quer isto dizer que a esquerda radical conquistou o poder, mas vai ter que demonstrar a sua eficácia e o realismo do seu programa eleitoral, dentro do espaço europeu onde está integrada e tem compromissos a cumprir e respeitar. Melhor dito, a Grécia mudou de política, mas não de sítio, e a Europa também não. Dessa realidade estão seguros todos quantos tem hipóteses de chegar a governantes. Não fora isso, o eng. Tsipras não teria feito muito tempo antes, de ser tornado publico, um acordo com os Gregos Independentes de Panos Kammenos, da estrema direita, para formar governo. As muletas servem para ambas as pernas, mas o certo é que quem as usa é manco….Bom seria que os gregos saíssem da crise sem custos demasiados para o resto desta facetada Europa, que não vejo apostada em caminhar a um só passo, nem os europeus dispostos a viver somente do que produzem e de harmonia com o seu potencial económico e humano.

img_708x350$2015_01_26_10_46_33_243461.jpg

As muletas servem para ambas as pernas, mas o certo é que quem as usa é manco….Faço votos para que isso aconteça e sem demora cada um assuma as suas responsabilidades, contrariando a conclusão a que chegou um estudo cientifico da Universidade do Minho, onde revela que a “simpatia “rouba” votos à competência política”. Que não seja agora o caso grego, embora me tenha deixado desconfiado o modo como Tsipras foi buscar apoio ou se apresentou no ato da posse de primeiro-ministro: fato azul escuro e camisa branca, sem gravata e sem a tradicional bênção dos líderes da Igreja Ortodoxa Grega. De “marketing” já nós estamos cheios, verdade é que se pede aos políticos. Já chega de baralhar as cartas.....

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:41


Unidade dos cristãos

por aquimetem, em 26.01.15

001.JPG

          Terminou ontem o oitavário da Oração pela Unidade dos Cristãos neste ano de 2015. Muitas provas de empenho para que essa unidade se dê, foram dadas no decorrer deste lapso que vai de 18 a 25 de Janeiro, e testadas em encontros de aproximação e oração mais fecunda pela unidade de todos os baptizados. São Paulo, o Apostolo dos gentios, tem com São Pedro, a celebração do seu martírio, a 29 de Junho, mas a Igreja em atenção à importância da sua conversão para a sua história, entendeu consagrar-lhe um dia à parte, o da sua conversão, 25 de Janeiro. Festa que veio substituir a que em Roma se realizava oito dias antes da festa da Cátedra de São Pedro com a trasladação das relíquias de São Paulo, e que pouco a pouco caiu no esquecimento , dando inicio ao agora vigente oitavário da conversão de Paulo.

003.JPG

          Perseguidor que foi dos primeiros cristãos e da Igreja nascente tornou-se num dos mais notáveis paladinos da mensagem evangélica que espalhou e em sua defesa sofreu o martírio. Tomou parte no apedrejamento a Santo Estêvão quando ainda não seguidor da doutrina de Jesus Cristo. Encerrou a semana do oitavário  da Oração  pela Unidade dos Cristãos, que a energia com que se viveu este tempo não abrande e o convite feito por Jesus a Simão e André sirvam de lenitivo : «Vinde Comigo, e farei de vós pescadores de homens». A Unidade dos Cristão continua a ser tema a não descorar, e quem o recorda é o Irmão David, um português que vive há 20 anos em Taizé. Quando não há muito passando por Fátima , ao conceder uma entrevista à Agencia Ecclesia, lembrou: “devemos continuar este caminho ecuménico não pensando que já fizemos muito, mas percebendo que existe ainda tanto caminho de comunhão a fazer, tal como fez recentemente o Papa Francisco na sua visita a Istambul na Turquia”. E agora no Sri Lanka e Filipinas, acrescento eu.

004.JPG

          Saulo, de seu nome original, nasceu no ano X na cidade de Tarso, Cilícia, actual Turquia. Seu pai Eliasar era fariseu e judeu descendente da tribo de Benjamim, e, também um homem forte , instruído, tecelão, comerciante e legionário do imperador Augusto. Pelo mérito dos seus serviços recebeu o titulo de Cidadão Romano, que por tradição era transmitido aos filhos. Aqui o motivo porque São Paulo era cidadão romano. Perseguidor que foi dos primeiros cristãos e da Igreja de Jesus Cristo tornou-se num dos mais notáveis paladinos da mensagem evangélica que espalhou e em sua defesa sofreu o martírio. Preso no Templo, em Jerusalém, defendeu-se frente ao povo e Sinédrio, sendo enviado para Cesareia, onde se apresenta para ser julgado, mas por ser cidadão romano apelou para Roma.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:07


Encerrar o mês com fados

por aquimetem, em 25.01.15

17194631_zmzcu.jpg

(Parque Etnológico e de merendas do Pisão)

          O mês de Janeiro na Bajouca vai encerrar como entrou: em festa! No acolhedor salão de festas do Pisão, no sábado, dia 31, ABAD (Associação Bajouquense para o Desenvolvimento), promove mais uma das suas apreciadas iniciativas, desta vez com mais uma Noite de Fados, em que Vanessa Quinteiro e Miguel Xavier, acompanhados à guitarra portuguesa, guitarra clássica e contrabaixo, por Ricardo Silva, João Silva e Carlos Almeida, sucessivamente, vão deliciar uma sala como sempre repleta de apreciadores.  

Cartaz fados_2015.jpg

          O espectáculo tem inicio às 20h30, abrindo com o jantar a que a senha de entrada dá direito. Mas para melhor se informarem deixo os telms:  912042265, de Manuel Santos; 962436184, de Carlos Estrada; e 911169260, de Fátima Fernandes. Vão ao Pisão da Bajouca, ouvir cantar o fado, no encerrar de Janeiro.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:06


Admirador do Norte

por aquimetem, em 24.01.15

bannerBiblioteca.jpg

          Na Biblioteca Municipal de Vila Nova de Gaia está e vai-se manter até ao fim de Fevereiro mais uma exposição do Pintor António Carmo artista consagrado da paleta e pincel com fama espalhada pelos quatro cantos da terra.

15006480_SHM2z.png

          Dotado de uma delicadeza e simpatia que parece espelhar-se na sua telas, esses dons notam-se de facto no brilho e cor com que  genialmente as materializa apoiado na paleta e pincel. Quem da Área do Grande Porto e zona Norte sabe apreciar Pintura não perca a oportunidade de visitar esta Exposição e apreciar a arte do Mestre António Carmo, um alfacinha que muito honra e prestigia o nome de Portugal que ama, conhece e com a Arte divulga pelos quatro cantos da Terra, mesmo sabendo-se que é redonda.

10922734_787991101236243_4914512363005275786_n.jpg

           Aspecto do dia da abertura

10942454_787991234569563_1042876298557831763_n.jpg

           Aspecto da frequência de visitantes. Vale a pena aproveitar esta ocasião para os nortenhos apreciar um artista, amigo e admirador do Norte.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:02


Com muito custo

por aquimetem, em 23.01.15

          Em post do passado dia 16, ao fazer referência ao Monumento ao Povo e aos Heróis da Guerra Peninsular chamei também à liça o monumento ao Marquês de Pombal por dois dos mais notáveis monumentos públicos da cidade de Lisboa. A intenção foi anotar a diferença de zelo e divulgação que existe, entre Povo e Heróis, e um politico…. Em vídeo até se vê melhor. E se quiserem comparar melhor, voltem ao post do dia 16.

22 de jan 007.JPG

          Eram 15h00, do dia 22, quando sai da estação do Metro, e tinha consulta marcada no dentista meia hora depois. Mesmo assim deu para fazer o vídeo e do consultório trazer esta imagem , em paga de uma pérola com cerca de 70 anos que lá deixei, com muito custo e pena minha.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 17:43


Brasões de hoje

por aquimetem, em 22.01.15

slide02.jpg

          Sempre que se mexe com o arquivo memorial, o seu conteúdo liberta-se da muita ou pouca poeira que com o tempo se vai acumulando sobre as pastas onde são depositadas as memórias vividas ou presenciadas por cada ser humano. Notei isso quando após concluir o post anterior me veio à mete um desejo, já com alguns anos, de consagrar um post ao 1º comentador das Mestas. O tempo foi-se passando, e só agora ao dar uma vista de olhos pelo corpo desse blog, tomei a decisão de não retardar mais. Trata-se de um conterrâneo do escritor Samuel Maia e assim sendo é natural da freguesia de Ribafeita, concelho de Viseu, e muito próxima de São Pedro do Sul. Esta é a conclusão a que cheguei, e não estou enganado, mediante o seu comentário no meu post, quando diz: “…ando precisamente a preparar um post sobre uma zona da Baira Alta a que um escritor Samuel Maia (da minha terra natal), no princípio do séc. passado, se refere a umas "poldras" através das quais faziam a travessia do Rio Vouga”. Através deste amigo virtual, que muito gostava de conhecer pessoalmente, fiquei também a conhecer mais um escritor beirão que por pouco divulgado me era alheio. Um médico que formado pela Escola Médico-Cirúrgica de Lisboa, se consagrou como escritor com o romance “Sexo Forte” e com a novela “Língua de Prata”, além de muitas outras obras que lhe conferiram o prémio Ricardo Malheiros da Academia de Ciências.

529346_2816728554325_542430315_n.jpg

          As terras valem o que valem os seus filhos, e se Ribafeita os tem ao nível de Samuel Maia, o Profº António Nunes emparceira com eles, os mais ilustres e generosos, mediante uma dedicação apaixonante pela história local e sua divulgação, como pode ser visto e acompanhado no site DISPERSAMENTE… Curioso é este beirão ter Leiria como sua segunda terra muito amada e eu que também a tenho por muito querida, foi na capela de NS da Encarnação que casei, e visito com muita frequência, só agora disso me aperceber.

DSC_0020.JPG

(Sítio onde existiu a casa onde Torga morou, e hoje impera o Hotel Eurosol, mas uma placa colocada pela CM, em 2010, assinala o facto).

          Mais ainda por através do seu site ficar a saber que também Miguel Torga residiu na princesa do Lis, como recorda em post de 2014/01/18. Realçando o que

Miguel Torga escrevia, no seu Diário, em Leiria, 20 de Novembro de 1980:

"(...) Esta terra foi a grande encruzilhada do meu destino. Aqui identifiquei escolhi os caminhos da poesia, da liberdade e do amor, sem dar ouvidos às vozes avisadas da prudência, que pressagiavam o pior. Aqui, portanto, arrisquei tudo por tudo, fazendo das fraquezas forças, das dúvidas certezas, do desespero esperança. Aqui era justo, pois, que, passados muitos anos e muitos trabalhos, eu viesse verificar com alegria que valeu a pena desafiar a sorte, que tive sempre uma mão-cheia de almas fraternas e solidárias a torcer por mim, e que as cicatrizes das feridas de ontem são os nossos brasões de hoje."

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Falar das raízes

por aquimetem, em 20.01.15

FOTOS FERIAS AGOSTO 2010    III 116.jpg

          Em Junho de 1980 alimentei uma modesta publicação dactilografada com o titulo “ Folha Informativa do GFRV”, colectividade que havia sido oficializada em 31 de Outubro do ano anterior e eu como co-fundador e autor dos estatutos, achei por bem fazer circular. Manteve-se até Abril de 1992 e por ali se ficou dado o cansaço do promotor e o pouco interesse dos favorecidos. Foram dez anos a promover o Grupo Folclórico e Recreativo Vilarinho (GFRV) e a freguesia de Vilar de Ferreiros, sem nunca precisar de estender a mão aos que o povo elege para ser governado.

FOTOS FERIAS AGOSTO 2010    III 106.jpg

          Como o folclore também a toponímia local me despertou interesse e dela dei conta, por diversos meios, recordo hoje o que em post de 24 de Junho de 2006 relatei à volta de um lugar muito típica e que então me mereceu este resenha:

     “Este blog surge em atenção a um álbum que casualmente descobri na Página de <zealves.do.sapo.pt> com imagens duma caminhada, desde a Senhora da Graça até às Fisgas de Ermelo, e promovida pelo  autor da respectiva página, o biólogo José Alves M. da Silva, um amante da natureza e  das viagens a todo - o - terreno ( V T T, caminhadas). Foi seduzido com ver e recordar aquelas pedras colocadas de margem a margem, as pondras ou alpondras que, no rio das Mestas, tantas vezes na minha infância atravessei, me nasceu agora o desejo de, em Dia de São João, baptizar este blog com a designação de mestas, em homenagem a um bucólico lugar da freguesia de Vilar de Ferreiros que outrora deve ter sido importante local  relacionado com pastores, já que o termo "mesta" significa corporação de pastores de gado  transumante.

FOTOS FERIAS AGOSTO 2010    III 100.jpg

          A transumância que hoje praticamente já não existe em território Nacional, era a passagem periódica, que os rebanhos faziam, das planícies para os montes e vice-versa. Também aos locais onde se tosquiavam as ovelhas e contava o número de reses de cada rebanho, se dava o nome de Mestas, e não "Mestras" como  é vulgar  pronunciar-se.

529346_2816728554325_542430315_n.jpg

          - Meses depois surge um comentador, a 11 de Abril de 2007, que diz:

          “Pondras, poldras. Achei interessante este tema porque ando precisamente a preparar um post sobre uma zona da Beira Alta a que um escritor Samuel Maia (da minha terra natal), no princípio do séc. passado, se refere a umas "poldras" através das quais faziam a travessia do Rio Vouga, a cavalo. Tenho já umas fotos que tirei quando fui lá agora na Páscoa. Um abraço António Nunes”.

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:12

Pág. 1/3



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D