Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Na foto ao lado do Raul

por aquimetem, em 20.09.17

IMG_0079.JPG

Bem. Sem fazer conta cá vim ontem de Lisboa até à capital do barro leiriense e pelo  tardio da hora para fazer o almoço em casa, ganhou a Isabel dos 13, onde com a minha esposa fomos almoçar. Pesou nesta deslocação o aniversario do meu sobrinho Raul Afonso, que fez hoje, dia 20, nada como 57 anos. Uma bagatela em relação ao tio, que já ronda os dois carros.

IMG_0085.JPG

Deixando a Residência Sénior da Redinha (Pombal) onde permaneceu mais de 4 meses, o Raul teve de aguardar que lhe escolhessem uma residência similar que foi na Marinha Grande. Lá fui hoje conduzido pelo seu cunhado Virgílio Alberto cantar os parabéns ao aniversariante em coro com muitos familiares e amigos deste membro da família Afonsos da Bajouca.

IMG_0087.JPG

Pareceu-me que não fica pior servido nesta troca de residência sénior que os nossos serviços de saúde obrigam a fazer, tornando a vida ainda mais complicada para quem doente carece de cuidados continuados e atempados. Bonito de ver 9 dos seus irmãos espalhados por várias terras do país se juntar neste dia para alegrar o mano e com ele conviver feliz pela companhia. Aqui ladeado pela sua irmã mais velha, a Zezita,  e pela mais nova, a Sãozita.

IMG_0089.JPG

Mas é o que temos e já que não há outro remédio, temos que aceitar de cara alegre, porque se triste, pior ainda. É como costumo fazer, cara alegre, embora nem sempre apeteça. Mas foi talvez por isso que este generoso conjunto de sobrinhos para associar os tios ao evento  também os convidaram a figurar na foto ao lado do Raul.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:13


Ainda no regresso

por aquimetem, em 19.09.17

DSC00772.JPG

Faltou dizer que no regresso de Linz não desembarcamos em Bona, mas num dos cais anteriores onde também já tinha estado e almoçado no 3º dia da minha chegada à  Alemanha. E não foi por mero acaso que aconteceu, mas porque nesse passeio que tanto apreciei tive o azar de perder todas a fotografias que tirei, e lembrei-me de fazer o mesmo trajecto para as repetir em parte. Azar, o tempo chuvoso não deixou.

DSC00779.JPG

E apenas se conseguiu tirar uma das habitações da gente pobre... alemã que mora nessa luxuosa alameda.

DSC00780.JPG

E outra do interior do autocarro que do cais me conduziu ao centro de Bad Godesbern para apanhar o eléctrico até Keseniche.

DSC00705.JPG

Além disso nessa sexta-feira havia missa na igreja de São Nicolau e fazia gosto assistir, como também conhecer por dentro esta igreja de Keseniche. Muito bonita. Antes das 18h30 lá estava eu já pronto para assistir à eucaristia. Em alemão já se vê. Mas Deus entende todas as linguas, e até lê nos corações.

DSC00784.JPG

São dois os seus patronos

DSC00781.JPG

São Nicolau e Nossa Senhora. Foi um dia marcado pelo que de belo o Criador nos oferece, e que os alemães zelam de forma admirável. Vamos a ver o que o tempo me vai permitir observar nestes dois dias que restam. Hoje ainda é do regresso do dia anterior que falo: da descida do Reno.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:09


Vamos a ver dia 1…

por aquimetem, em 18.09.17

34718_45677_79855[1].jpg

 Povo civilizado até na política onde se não vê os adversários acusar uns aos outros do que respeita à  vida privada de cada um. Se algum acto é merecedor de reparo, o povo julga-o nas urnas ou ele tem o bom senso de se demitir antes que seja o eleitor a manda-lo trocar de oficio. Não é por mero acaso que a Alemanha sofrendo duas grandes guerras que a deixaram destruída tenha hoje a economia mais forte da Europa, fruto do trabalho, formação e educação do seu povo. Os alemães também gostam de futebol e da cerveja que produzem, assim como dos produtos cultivados em todo o seu espaço arável e muito bem aproveitado e zelado, diga-se, mas não misturam política com desporto. A política é coisa muito séria, e gente corrupta lá não tem cabidela. Também cá deviam ser saneados de cargos políticos e administrativos todos quantos na política arranjaram emprego. Assim como gente mentirosa. Só desta maneira um país consegue dar emprego, saúde e formação aos seus patrícios, e os progenitores ou seus tutores a educarão aos filhos. Só desta forma Portugal será capaz de dar trabalho aos seus naturais e a outros que nos procurem para trabalhar connosco.Temos as eleições autárquicas que são de 4 em 4 anos. É muito. Deviam ser no máximo de  2 em 2 anos. 

Portugal só vê as obras publicas mexer e os buracos tapados nas vésperas dos actos eleitorais, o tempo que decorre entre um espaço ao outro é para ir deixando cair e depois reconcertar. Mas o curioso é que nós, os portugueses, até gostamos de ser ludibriados, votando na pessoa mais simpática sem reparar na cor do fato que veste. Por um lado até é bom, comemos do que gostamos, mas por vezes sem olharmos à saúdes...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:04


Não sou eleitor na Bajouca

por aquimetem, em 17.09.17

IMG_7725 (2).JPG

Isto já divulguei eu em post muito anterior, mas vou repetir e acrescentar mais um outro cadidato, o do CDS :

"As próximas eleições autarquias na freguesia da Bajouca (Leiria) vão ser renhidas, pois tanto o candidato do PSD, como o do PS são duas figuras muito estimadas na terra e só nas actividades profissionais se diferenciam. O que quer dizer que são dois bajouquenses estimados pelos seus conterrâneos. Em matéria de serviço à comunidade o Rui Silva destaca-se no escutismo de que é responsável e dirigente no Agrupamento 1226.

DSC00080.JPG

Já o Pedro Pedrosa, o "Pinta", é outro generoso bajouquense que à  frente do GAU tem demonstrado o seu dinamismo e desejo de servir. Em tudo não devem andar muito afastados dos mesmos ideais, os de servir a comunidade. Também os partidos que os escolheram jogaram nessa mesma cartada. Agora o eleitorado é que vai sentenciar. "

IMG_0058.JPG

E como disse não nos ficamos por aqui, para surpresa minha surge agora o João Fernandes Pedrosa, também um outro bajouquense muito conceituado a encabeçar a lista do CDS, partido que na Bajouca tem certa implantação. Têm os bajouquense muito por onde escolher, mas  uma vez mais repito é ao eleitorado que compete a decisão de eleger quem supõe ser o mais apto para durante 4 anos mostrar aquilo que vale. Da minha parte tenho nestes três bajouquenses muito respeito e amizade, e quanto ao meu voto não sou eleitor na Bajouca.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:58


Tantos familiares e amigos

por aquimetem, em 17.09.17

 IMG_0042.JPG

Promovido e animado pelo amor filial da Sara e do Zé Miguel decorreu num amplo salão do David da Buraca um lauto jantar em honra da Maria dos Anjos Borges que no dia 11 do corrente mês completou 80 risonhas primaveras. Além do significado da iniciativa foi também uma ocasião que serviu para reunir os familiares, e alguns amigos por quem a aniversariante nutre especial consideração e amizade.

IMG_0031.JPG

Face ao relacionamento e amizade mutua que desde a Escola Social e Rural de Leiria, onde  a Maria dos Anjos e a Saudade foram alunas, não foi surpresa ver no facebook um convite, onde se lia: 

"Só uma vez se fazem 80 anos!

E não há melhor razão para podermos juntar a família toda e os amigos.

Por isso e para celebrarmos todos juntos os 80 anos da Maria dos Anjos, vimos convidar-vos para um jantar de aniversario num restaurante cá em Lisboa. Será no David da Buraca.

A ementa ainda não está decidida, mas quando tivermos novidades, dizemos algo.

A aniversariante pede para não haver prendas de anos, pois em 80 anos já recebeu muito. Agora ela quer apenas estar com a família toda reunida.

Precisamos de saber se contamos convosco até dia 11 de Setembro, 2ª- feira, para prepararmos tudo.

Podem responder aqui por email ou para o telemóvel da aniversariante ou da Sara.

Contamos convosco

Sara ".

 Era impossível dizer que não, e no dia 16, Sábado, lá estávamos nós às 20h00 no parque privativo do restaurante para participar e felicitar uma amiga por quem temos profunda estima e terna amizade. 

IMG_0044.JPG

Jantar farto e bem servido, como é timbre da casa, foi coroado com a projecção de fotos relacionadas com a vida desta dinâmica senhora desde a sua infância até ao aproximar dos  "dois carros" como na minha terra se dizia de quem  tinha 80 anos.

Na Escola de Leiria que foi a que mais a marcou, no Ministério do Trabalho, onde foi distinta funcionaria, nos Escuteiros onde foi chefe, no restaurante Isaura de que foi proprietária com seu marido, o saudoso Evaristo Borges, tudo isso desfilou neste dia memorável, que aqui registo  como prova  da minha sincera gratidão.

IMG_0041.JPG

Regado com bom champanhe e outras bebidas espirituosas à escolha, só não a apanhou... quem teve medo à policia ou se controlou no tinto e branco da Cartuxa.

IMG_0050.JPG

 Queimadas as velas é a prova pulmonar...

IMG_0052.JPG

E bastou um só sopro para por uns instantes se ficar sem luz. A festa continuou, mas a meia noite começou aproximar-se, e como o jantar não incluia dormida, lá se foi repetindo o beijinho de despedida e deixar a contas com o David quem amável e generosamente convidou tantos familiares e amigos

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:27


Em passeio pelo Reno

por aquimetem, em 16.09.17

 

DSC00714.JPG

Mais um daqueles dias inesquecíveis que nesta visita a terras alemãs vim fazer. Foi o dia em que me levantei mais cedo para apanhar o eletrico que me largou nas proximidades da Opera.

DSC00710.JPG

Por volta das 10h00 andávamos já nas margens do Reno, não na pesca, mas à procura da bilheteira e do barco que nos levasse rio fora em passeio fluvial que faz parte do roteiro de quem visita esta região.

DSC00726.JPG

Só por volta do meio-dia é que havia barco, por isso deu tempo para rever o parque e o restaurante onde no dia 4 almoçamos. E foi bom fazê-lo dado servir para corrigir uma informação errada que dei. O pombo ou pomba brava que disse estava a comer cerejas, não eram, mas sim um fruto muito semelhante que me confundiu

 Ao aproximar da hora descemos para a marginal e vai de procurar o cais de embarque do Moby

 Dick , um barco turístico muito acolhedor que nos levou até Linz am Rhein.

DSC00741.JPG

Umas duas horas para subir contra a corrente do Reno, onde se tomou um cafezinho e depois almoçamos rodeados de beleza que as margens oferecem e os alemães com bom gosto e dinheiro sabem cuidar.

Em passeio contra a corrente do Reno a viagem é sedutora e a importância do rio impressionante,  a juntar ao bom gosto do ser homem. O nosso rio Douro é bonito, mas a altitude das encostas cortam amplidão à paisagem. Aqui não, o rio está quase ao nível do mar.

DSC00764.JPG

Foi ida e volta, agora a favor da corrente é um pouco menos demorado e também com a digestão do almoço feita. A serenidade da água e a beleza que margina o rio faz esquecer as horas de quem viaja . 

DSC00776.JPG

Entre o muito que fotografar  recolhi esta foto que me fez recordar Vilar de Ferreiros ( Mondim de Basto) e o seu Monte Farinha. Dá gosto ver como os alemães aproveitam a terra arável, aqui ao abrigo do monte, no  sopé fica a vinha em canteiro plantada e cuidadosamente tratada. Até parece que estamos em Portugal...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:39


Um Bispo amigo da cidade e dos portuenses.

por aquimetem, em 13.09.17

Antonio_Francisco_dos_Santos_Bispo_de_aveiro.JPG

Cheguei feliz com o passeio acabado de dar por terras alemãs, mas logo fiquei profundamente triste com a noticia da morte de um amigo que muito estimava e admirava, D. António Francisco dos Santos. Faleceu ás 9h41 de segunda-feira vítima de um enfarte agudo do miocárdio. A ultima vez que nos encontramos foi em Agosto de 2014, era ele ainda bispo de Aveiro. Em post que divulguei a 11 desse mês em TERRASDOLIS, relatei: "Desde há bastante tempo informado que a esse acto vinha presidir um ilustre membro do episcopado português, por quem nutro muita estima e admiração, não podia perder a oportunidade de mais uma vez lhe pedir a bênção episcopal e ofertar  o mais recente trabalho que sobre o culto Graciano escrevi. Se vai ter vagar e paciência para o ler é que duvido muito; mas o certo foi que mais uma vez nos encontramos e serviu de pretexto para falar do Monte Farinha, e até em D. Amândio que soube foi seu professor, e por isso - digo eu -, um bom motivo para numa primeira oportunidade o ver convidado a presidir  à  Grande Peregrinação de Setembro, na Senhora da Graça, diocese de Vila Real ". Gosto fazia eu, mas já não pode acontecer. Como figura humana, retrata-o muito bem um seu colega no episcopado, D. António Couto, ao esboçar:  "tinha os olhos limpos e o coração Limpo ". Acrescentando que nos deixou "o bispo sorridente, sincero e espontâneo". Tendais-Cinfães, perdeu um filho ilustre e muito santo - até no apelido - que foi bispo-auxiliar de Braga, Bispo titular de Aveiro e titular  do Porto, onde com 69 anos, completados a 29 de Agosto, faleceu. Também ao encerrar desta triste noticia cabe incluir uma amarga ironia do Padre Américo Aguiar: "Concluo que, em relação ao Porto, a bondade faz mal à  saúde. A bondade era a palavra que o definia e só posso dizer que a bondade faz mal à  saúde". Isto, disse, em alusão ao facto de outro bispo de Porto, D. Armindo Lopes Coelho, ter sofrido uma hemorragia  cerebral enquanto ainda bispo da cidade, tendo vindo a morrer em Setembro de 2010. Perdi um amigo e o Porto um bispo amigo da cidade e dos portuenses. O seu funeral será hoje da parte de tarde, onde ficará sepultado na cripta da capela de São Vicente, nos claustros da Sé do Porto.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:36


Programar a visita do dia seguinte

por aquimetem, em 11.09.17

DSC00499.JPG

Na segunda-feira voltei ao centro da cidade de Bona com a família e enquanto foram ver as montras, aproveitei para entrar na igreja onde no dia anterior assisti à  missa dominical. Faltava-me fixar o nome do seu patrono, pois que do horário havia memoriado ser às 12h15.

DSC00493.JPG

Como tinha tempo aproveitei para visitar a alameda da Universidade onde no lado oposto fica o Museu Academico de Arte. Espaço relvado muito bem cuidado que os habitantes da cidade aproveitam muito bem para apanhar banhos de sol. 

DSC00491.JPG

Aproveitei eu também na caminhada para tirar umas fotos e vai de seguir ao encontro da igreja, agora já informado ser consagrada a São Remi­gio, um dos mais notáveis bispos, entre os que se dedicaram ao apostolado com os bárbaros. Nasceu em Lyon, em 440.

DSC00501.JPG

Quando acabou a missa já tinha a minha espera o pai do Alvarito, e entretanto chegou o resto da família para procurarmos almoço nas margens do Reno, e regressar ao  centro da cidade com viagem meia dada. 

DSC00514.JPG

Fomos andando até junto das margens do Reno, onde num restaurante típico almoçamos a ver o movimento fluvial, e numa cerejeira ao pé de nós apreciar um pombo bravo a fazer o mesmo com cerejas.

DSC00518.JPG

Tinha ouvido dizer que em Bona as cerejeiras em Maio ofereciam um espectáculo semelhante ao das amendoeiras em Portugal, mas nunca pensei vir encontrar cerejas em Setembro. Mas a verdade é que encontrei.

DSC00519.JPG

Deixamos o restaurante e por outro trajecto ajardinado e arborizado fomos de novo ao encontro do recinto relvado da Universidade.

DSC00492.JPG

Dali descemos a alameda, para comer um gelado antes de regressar a casa e programar a visita do dia seguinte

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Foi uma portuguesa quem nos atendeu

por aquimetem, em 09.09.17

DSC00745.JPG

 Outro dia sim, e em beleza ! Coroado com uma subida no funicular que conduz ao topo do monte  Drachenfels, miradouro e lugar histórico que as ruinas de um castelo assinalam. 

DSC00656.JPG

Dali se desfruta uma paisagem maravilhosa que envolve kms e kms de território por onde o Reno desliza impávido e sereno.

DSC00668.JPG

Subimos e descemos no funicular, mas quem tem pernas e vagar faz a subida a pé por uma luxuriante mata que nos maravilha a visão e seduz a alma. 

 

O VÍDEO MOSTRA PARTE DA SUBIDA NO FUNNICULAR

DSC00689.JPG

No sopé em Konigswinter, que o Reno margina escolhemos para almoçar, e para satisfazer o neto e o avô também, junto da estação do funicular apnhou-se  um comboiozinho turistico até à vizinha e convidativa alamenda onde restaurantes não faltam.

DSC00637.JPG

 Com metro ao pé, acabado o almoço entramos no primeiro que passou e vai de atravessar para a outra margem do rio de regressar aos nossos aposentos.

 DSC00478.JPG

Mas com a intensão de em Bona fazer uma paragem para comer um gelado e dar ao Alvarito ocasião de se entreter  no seu brinquedo preferido em dialogo com os amigos da mesma idade, pois se entendem todos muito bem... E que sorte até  foi uma portuguesa quem nos atendeu.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:24


Na companhia do meu neto Alvarito

por aquimetem, em 07.09.17

DSC00486.JPG

No domingo, dia 3, estive na iminência de ficar sem missa, o que para um cristão não é normal. Em Bona há muitas igrejas mas localizar onde e os respectivos horários das celebrações para quem não fala alemão não é fácil. À porta tenho a igreja de São Nicolau, mas se havia missa, era mais tarde porque as portas estavam encerradas quando as 10h00 parti para o centro da cidade, no eléctrico 62. Parei junto à  Central dos Caminhos de Ferro, e ali iniciei a visita por uma cidade onde o movimento é feito a pé ou de bicicleta; transportes motorizados só os públicos, e os demais para cargas e descargas.

DSC00473.JPG

A visita dessa manhã estava destinada a ver a casa museu onde nasceu a figura mais notável de Bona: Beethoven. Mas faltava tomar o pequeno almoço que foi no Stadt Brotbacker,  precisamente numa das praças mais importante de Bona, e consagrada ao seu filho ilustre.  

DSC00472.JPG

Fazia muito gosto em fazer essa visita, mas mais importante para mim nesse dia era não ficar sem a missa dominical. Próximo avistei uma igreja que me inteirei ser católica, para lá me dirigi. Estava a decorrer uma celebração muito participada e alegremente vivida. Fiquei satisfeito, só que passados uns 3 ou 4 minutos começaram todos os fieis a sair.  Às 12h15, havia missa e não dava tempo para ir visitar a dita casa-museu. Deixei que fossem os meus acompanhantes e fiquei eu à espera de assistir à  Eucaristia, e aguardando também que no fim viessem ter comigo para depois almoçarmos.

DSC00477.JPG

Assim foi. Por volta das 13h00 a minha gente apareceu. e descendo pela praça do município ao encontro da Alameda Poppelsdrfer. 

 

DSC00478.JPG

  Abancamos no restaurante o Gato, onde saboreei uma bifana de vitela alemã à maneira... 

DSC00483.JPG

E para esse domingo ficou a volta dada, na companhia do meu neto "Alvarito"

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:49


Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D